Semana On

Sábado 05.dez.2020

Ano IX - Nº 422

Coluna

Cadê as tretas?

Assembleia não é mais como era antes.

Postado em 13 de Fevereiro de 2015 - Liziane Berrocal

Que saudade das tretas na AL. Que saudade das tretas na AL.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Alguém pode explicar porque a Assembleia Legislativa, que já foi palco de tretas homéricas, fica tão paradinha assim? Será que é porque ainda não passou o Carnaval? Se for, esperamos que realmente a coisa aconteça depois do reinado de momo. Se bem que sem Jerson Domingos e sem Londres Machado parece que perdeu aquela aura meio “filme famosão”!

Muy amigo

Dizem por aí que, durante a campanha, certo homem bom de lábia fez amigos aderiram ao projeto e ficaram a ver navios. Dizem que, na verdade, só a turma de boa intenção ficou assim e que a empreitada passou a valer R$ 5 mil por mês e um carro... Vai daí que se pudermos provar a gente revela tudo aqui!

Politicagem no Sindicato dos Bancários

A eleição dos bancários já acabou, mas dizem que a chapa esquentou durante apuração de votos. “O problema foi gente de partido político, gente do PT se metendo no meio da eleição que deve ser dos bancários”, reclamou uma das representantes de chapas. Não adiantou muito. A Chapa 1 venceu a atual diretoria que tinha como presidente Iaci Azamor Torres, que tentava a reeleição.

PL

O ex-deputado federal Fabio Trad conforme prometeu, chutou o pau da barraca, e saiu do PMDB. E, já de olho em 2016, procurou o ministro das Cidades, Gilberto Kassab, para conversar sobre a refundação do PL aqui no Estado. A intenção é que o PL se funda com o PSD no futuro. A sigla promete contar com vereadores, deputado estadual e federal. Até o recém-empossado Francisco Saci iria para a nova sigla. Vale lembrar duas coisinhas. Foi tudo conversado previamente com o presidente do PSD, o empresario Antonio João, e a legislação eleitoral permite janela para a troca de partidos.

Dinheiro fazendo curva...

A eleição de 2014 já foi faz tempo, mas deixou rastro de lama que promete perdurar até 2016. Dizem que incauto pegou R$ 30 mil de cacique para pagar despesas de campanha e acabou não pagando ninguém, surrupiando o dinheiro. O tal cacique promete bater o tambor, mas na cabeça do espertalhão. Adoro!

O melhor do face

Nossa seleção do Face hoje vem do jornalista Luca Marimbondo. “Só tem uma solução pra acabar com esse desejo que o povo tem de ser governado por ditaduras: o esclarecimento progressivo e sólido do cidadão”. Porque pedir a volta dos militares ao poder, ditadura e tals é de uma insanidade sem tamanho meu povo!


Voltar


Comente sobre essa publicação...