Semana On

Sexta-Feira 03.jul.2020

Ano VIII - Nº 400

Campo Grande

Secretário de Segurança Pública vai a Curitiba para conhecer Patrulha Maria da Penha

Projeto foi implantado em Campo Grande no dia 3.

Postado em 13 de Fevereiro de 2015 - Redação Semana On

O secretário municipal Segurança Pública de Campo Grande, Valério Azambuja, na capital do Paraná. O secretário municipal Segurança Pública de Campo Grande, Valério Azambuja, na capital do Paraná.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Conhecer de perto a rotina da Patrulha Maria da Penha, implantada em Curitiba em março de 2014, foi o motivo da viagem do secretário municipal Segurança Pública de Campo Grande, Valério Azambuja, na última quinta-feira (12), à capital do Paraná.

O secretário destacou a importância do intercâmbio de experiências entre as instituições. “Certamente implantaremos algumas boas práticas que estão dando certo aqui”. Na capital de Mato Grosso do Sul, a Patrulha foi implantada na semana passada, no dia 3, de inauguração da 1ª Casa da Mulher Brasileira do país, em Campo Grande. Na ocasião, a secretária municipal da Mulher de Curitiba, Roseli Isidoro, esteve presente e ministrou palestra à equipe local.

Em Curitiba, a Patrulha já atendeu mais de 3,5 mil mulheres que possuem medidas protetivas expedidas pelo Judiciário e vêm sendo monitoradas diariamente pelo serviço. O modelo adotado em Curitiba para implantação da Patrulha Maria da Penha – sob a responsabilidade da Guarda Municipal, também já serviu como modelo para a cidade de São Paulo, que implantou o serviço em maio de 2014 com a Guarda Civil Metropolitana.

A coordenadora da Patrulha Maria da Penha, inspetora Cleusa Pereira, da Guarda Municipal de Curitiba, explicou que a rotina do grupo vai muito além de denúncias e flagrantes de agressões a mulheres. “Temos um fluxo intenso e diário de trabalho, que inclui a fiscalização ao cumprimento de medidas protetivas das mulheres assistidas e visitas a essas mulheres”, disse.

Quatorze guardas municipais e quatro viaturas compõem a Patrulha Maria da Penha em Curitiba. Considerada modelo no Brasil, a Patrulha curitibana foi a primeira sob responsabilidade da Guarda Municipal. Denúncias podem ser feitas pelo fone 153 da Guarda Municipal.

Outras ações

O secretário Azambuja veio a Curitiba acompanhado do coordenador da Patrulha Maria da Penha de Campo Grande, Erivelton Alexandre Barbosa da Silva. Eles irão permanecer na cidade até hoje (13) e irão conhecer de perto outras ações da Guarda Municipal, como Proteção Animal, capacitação de servidores e armamento, além de acompanhamento de abordagens.

A visita à Patrulha Maria da Penha, na tarde desta quinta-feira, contou com a presença da gerente de Informações Estratégicas da Guarda Municipal, Paulina Wojcik, e de integrantes da Patrulha de Curitiba. Pela manhã, o secretário de Campo Grande foi recebido pelos secretários municipais de Governo, Ricardo Mac Donald Ghisi, e da Mulher, Roseli Isidoro, e pelo diretor da Guarda Municipal de Curitiba, inspetor Cláudio Frederico de Carvalho.

Busão Sem Abuso

Na semana passada, durante a visita da secretária Roseli Isidoro a Campo Grande, informações sobre a campanha “Busão Sem Abuso”, que vem sendo desenvolvida pela Secretaria da Mulher de Curitiba no transporte coletivo da capital paranaense, também foram compartilhadas com as equipes da capital de Mato Grosso do Sul.

A Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres de Campo Grande vai incluir na programação do Dia internacional da Mulher (8 de março) deste ano uma campanha publicitária inspirada no formato e no conceito da iniciativa curitibana.


Voltar


Comente sobre essa publicação...