Semana On

Quinta-Feira 03.dez.2020

Ano IX - Nº 421

Coluna

Thauzinho

Nada como um arrogante levando um pé na bunda.

Postado em 06 de Fevereiro de 2015 - Liziane Berrocal

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Em janeiro o esporte de quem é concursado nos órgãos públicos estaduais foi dar tchauzinho, às vezes irônico, para os comissionados que saíram. A ironia fica por conta de que alguns chegaram como comissionados e botando banca, muitas vezes humilhando e desfazendo dos concursados. Segundo um concursado confidenciou para essa coluna “foi uma delícia ver alguns idiotas saírem com cara de tacho”.

Proposta indecente

Teve titular que saiu de campo – e dando vexame – para assumir outra cadeira, e ao falar com o suplente fez uma proposta pra lá de indecente. Queria que o suplente assumisse só a cadeira, e que o “pessoal” dele continuasse lá. A proposta é claro foi rechaçada na hora e o mimado teve que engolir. Afinal, já tinha outro compromisso! Toma!

Fantoches

Uma operação do GAECO que apurou propinas dos projetos culturais da Fundação de Cultura teve seu ápice com a prisão de Edilson Aspet, que foi o homem forte do Fundo de Investimento Cultural (FIC) durante um bom tempo. Edilson sempre foi ligado a projetos de bandas e fanfarras e segundo soube esta colunista, a maioria dos projetos “investigados” e solicitados pelo GAECO diz respeito justamente a isso.  Eu que já convivi muito no meio digo mais, se mexer bem, até no munícipio tem muito fantoche. E não é culpa da atual gestão...

Protesto contido

Apesar das reclamações de alguns - e chacota de outros - de que o protesto programado para a vinda da presidente Dilma Roussef a Campo Grande não ter juntado muita gente, a explicação veio de quem tentou chegar lá e de quem viu de perto. Primeiro a polícia não deixava os manifestantes se aproximarem do local, que dirá juntar muita gente. E protesto, em plena terça-feira de manhã? Trabalhador não ganha atestado para ir protestar.

Cadê Fagundes?

Na semana em que Antônio Fagundes diz não se lembrar de ter dito a célebre frase: “É uma cilada Bino”, no extinto seriado Carga Pesada, o Fagundão do Pantanal, senador Delcídio do Amaral ainda não deu as caras, nem na vinda da presidente para a inauguração da Casa da Mulher Brasileira. O homem está sumido mesmo, dizem estar reformulando geral.

Cada um no seu quadrado

Caro político, jornalista é jornalista e assessor de imprensa tem que ser jornalista. Caso o contrário querido, a gente não gosta viu. E pode ser advogado, pode ser médico ou astronauta, é cada um no seu quadrado. Valoriza a classe, que mesmo sem diploma, é quem cuida da imagem de vocês, amados!

O Melhor do Face

Essa semana estreio o Melhor do Face para vocês aqui da Semana On. E começo com mais um escândalo nacional do PT. Gente, e as piadas não param de correr. Diz que o PT lavou tanto dinheiro que acabou a água do país. E vou aproveitar uma postagem do meu editor Victor Barone: "Enquanto a cúpula nacional do PT se digladia internamente com vistas as próximas eleições presidenciais em um processo de violenta atropofagia política, os barnabezinhos da militância continuam insistindo no papo furado alimentado por frases de efeito contra tucanos, coxinhas, PIG e outras bobagens. Às vezes penso que é burrice, às vezes acho que é inocência. Vai saber... (Victor Barone)". Pois é, diz que era tanto dinheiro, que não dava nem tempo da PF contar.



Voltar


Comente sobre essa publicação...