Semana On

Quinta-Feira 15.abr.2021

Ano IX - Nº 438

Legislativo

Projeto da ALEMS garante prioridade a educadores na vacinação contra Covid-19

Segundo o projeto, preferência à vacinação ficará assegurado a profissionais de todos os setores que atuem nas instituições escolares

Postado em 26 de Fevereiro de 2021 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

De autoria do deputado e presidente Paulo Corrêa (PSDB), e coautoria dos demais 23 parlamentares da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS), o Projeto de Lei 34/2021 é o resultado da união de esforços e atuação política dos deputados estaduais. A matéria apresentada No último dia 25 dispõe sobre a prioridade para o recebimento da vacina contra a Covid-19 (novo coronavírus) para os profissionais da educação pública e privada, municipal e estadual, em todo o Estado, será agora encaminhada para análise da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR).

O direito de preferência à vacinação ficará assegurado aos profissionais pelo Sistema Único de Saúde (SUS). E, compreende todos os envolvidos na comunidade escolar: professores, diretores, coordenadores, gestores das instituições de ensino, profissionais dos outros setores, inspetores, zeladores, porteiros, merendeiras e demais trabalhadores que atuem nas instituições escolares.

Paulo Corrêa considera a volta as aulas presenciais um dos temas mais controversos do momento, e amplamente debatido em plenário. “O projeto garante o retorno seguro das aulas presenciais nas instituições de ensino públicas e privadas, municipais e estaduais, do Estado. A essencialidade dos profissionais da educação, assim como os da saúde, deve orientar a prioridade para sua vacinação, se os profissionais da saúde são fundamentais para a preservação da vida da população em geral, os da educação são igualmente imprescindíveis para propiciar o horizonte de futuro de nossas crianças e jovens”, concluiu o presidente.

Retorno presencial

O tema começou a ser debatido durante a sessão ordinária de terça-feira (23), na Casa de Leis. O deputado estadual Pedro Kemp (PT), presidente da Comissão de Educação, Cultura e Desporto da Assembleia Legislativa, defendeu que o Governo do Estado retornasse as aulas presenciais somente com a imunização de toda a comunidade escolar. No último dia 24, durante a sessão ordinária, vários deputados voltaram a relatar os pedidos da comunidade escolar e da população sul-mato-grossense para que a Secretaria de Estado de Educação (SED) revisse o início do ano letivo de 2021 com aulas presenciais. O presidente Paulo Corrêa anunciou então a elaboração urgente deste projeto.


Voltar


Comente sobre essa publicação...