Semana On

Quarta-Feira 25.nov.2020

Ano IX - Nº 420

Brasil

Um quarto das famílias compromete mais de 30% da renda com o aluguel

Para famílias de renda mais baixa comprometimento chega a 55% da renda.

Postado em 18 de Dezembro de 2014 - Redação Semana On

Das famílias que vivem em casas alugadas no Brasil, 25,7% comprometiam, em 2013, 30% ou mais de seu rendimento para pagar pela moradia. Das famílias que vivem em casas alugadas no Brasil, 25,7% comprometiam, em 2013, 30% ou mais de seu rendimento para pagar pela moradia.

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Das famílias que vivem em casas alugadas no Brasil, 25,7% comprometiam, em 2013, 30% ou mais de seu rendimento para pagar pela moradia. Esse percentual cresceu um pouco frente a 2004, quando 24,6% dos lares estavam nessa situação, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados no último dia 17.

O percentual de 30% comprometimento da renda é classificado pelo IBGE como um "ônus excessivo" para esse tipo de despesa. O instituto usou como referência regras de financiamentos da Caixa (nos quais só 30% da renda pode ser usada para pagar a prestação do imóvel) e de instituições internacionais.

Para famílias de renda mais baixa, a situação é pior. Nos lares com rendimento per capita até meio salário mínimo, 55% da renda era destinada ao pagamento do aluguel.

No Brasil, 20,3% das famílias moravam de aluguel – esse percentual era de 17,8% em 2004.

Bens duráveis

Pelos dados do IBGE, mais lares tinham, simultaneamente, computador, internet, DVD, TV e máquina de lavar. Em 2008 (não há dados disponíveis para 2004), o percentual era de 21% dos domicílios. Em 2013, subiu para 34,5%. Já para as famílias de menor renda (até 1/2 salário per capita), os percentuais avançaram de 2,2% para 10,5%.


Voltar


Comente sobre essa publicação...