Semana On

Sexta-Feira 30.out.2020

Ano IX - Nº 416

Cultura e Entretenimento

'AmarElo - É Tudo Pra Ontem', o documentário de Emicida que estreia na Netflix em dezembro

Produção apresentará bastidores de show no Theatro Municipal e história da cultura negra brasileira nos últimos 100 anos

Postado em 15 de Outubro de 2020 - Amauri Terto – Huffpost

Foto: Jef Delgado Foto: Jef Delgado

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Netflix anunciou o lançamento de AmarElo - É Tudo Pra Ontem, documentário idealizado por Emicida. Com animações e entrevistas, a produção aborda os bastidores do mais recente álbum de estúdio do rapper, AmarElo, e retrata a história da cultura negra brasileira nos últimos 100 anos.

O show de lançamento do álbum, realizado no Theatro Municipal de São Paulo em 2019, é o fio condutor do filme que tem direção de Fred Ouro Preto.

“São quatro décadas que separam a nossa ascensão ao palco do Theatro Municipal do encontro das pessoas do MNU (Movimento Negro Unificado) naquelas escadarias. Então subir ali e gritar ‘obrigado, MNU’ pro mundo é para que eles saibam que é da luta deles que nasce um sonhador como o Emicida”, afirma o rapper em material enviado para a imprensa.

“Quando eu cheguei aqui, tudo era impossível, qualquer coisa que falávamos era tida como problemática e improvável de se realizar. Hoje, não é mais. E é dessa forma que quero que lembrem do meu nome no futuro, como alguém que sabia que o impossível era grande, mas não maior que si. O palco do Municipal abrigou alguns dos mais importantes movimentos da arte do planeta e acho que caminhamos para ser isso”, completa Emicida. 

AmarElo - É Tudo Pra Ontem estreia na Netflix no dia 8 de dezembro. Além do filme, a Netflix anunciou também que há um segundo projeto com rapper em andamento e que este deve estrear no serviço de streaming em 2021. 

Pelo novo álbum, Emicida concorre em duas categorias do Grammy Latino. No dia 19 de novembro, ele poderá levar o gramofone de Melhor Canção em Língua Portuguesa (AmarElo, parceria com a Pabllo Vittar e Majur) e Melhor Álbum de Rock ou Música Alternativa em Língua Portuguesa.


Voltar


Comente sobre essa publicação...