Semana On

Terça-Feira 27.out.2020

Ano IX - Nº 416

Coluna

'Negar o aquecimento global é negar o que estamos vivenciado' diz Azambuja

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 07 de Outubro de 2020 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Em entrevista por vídeo ao Broadcast Político do Estadão de S.Paulo, o governador Reinaldo Azambuja falou das queimadas no Pantanal em Mato Grosso do Sul durante a estiagem deste ano e lamentou a prática negacionista de vários líderes em relação ao aquecimento global e seus consequentes impactos ambientais, frisando que o Estado tem feito parcerias com universidades e órgãos como a Embrapa para minimizar esses efeitos.

"Nós devemos ouvir a ciência, a ciência está aí para nos orientar", declarou Azambuja. "Negar o aquecimento global é negar o que estamos vivenciado no dia-a-dia", emendou o governador, citando os recordes de calor registrados neste mês em MS e em outros estados, além de impactos climáticos em todo o planeta. Indagado sobre as críticas de Jair Bolsonaro aos governadores e prefeitos que adotaram restrições de circulação de pessoas e ao comércio no auge da pandemia para reduzir a propagação da doença, Azambuja não fez críticas ao presidente, mas defendeu que, "ainda, o melhor remédio é o isolamento".

Ele admitiu que a economia de MS foi uma das menos impactadas no auge da pandemia em comparação a outros estados e projetou um cenário otimista do Estado para o ano que vem. Veja o vídeo.

Sem disputa: em duas cidades de MS, eleitores têm só um candidato à prefeitura

Duas pequenas cidades de Mato Grosso do Sul têm apenas um candidato, cada, disputando as eleições de prefeito neste ano. Em Alcinópolis, os 3.502 eleitores só tem como opção a candidatura do atual prefeito Dalmy Crisóstomo (DEM). O mesmo acontece em Japorã, município de 5.696 eleitores, onde o prefeito Paulão Franjotti (PSDB) concorre sozinho à reeleição, quase um ano depois de ter sido eleito, também como candidato único, para um mandato tampão, após a cassação do ex-prefeito Vanderley Bispo (PTB) e da vice.

Vereador da Capital é alvo da Omertà

O vereador e candidato à reeleição Ademir Santana (PSDB) é um dos alvos da nova fase da Operação Omertà, denominada Snow Ball, deflagrada pelo Gaeco e o Garras em Campo Grande, que cumprriram mandados de busca e apreensão em seus endereços. A investigação sobre suposto esquema criminoso que seria chefiado pelo empresário Jamil Name, que está desde o ano passado no Presídio Federal de Mossoró (RN), agora mira um caso de extorsão contra o antigo proprietário de um imóvel no Bairro Monte Líbano onde foi apreendido um arsenal em 2019.

Mais um livro sobre a batalha Bolsonaro x Mandetta em tempos de pandemia

Será lançado até o fim do mês mais um livro com bastidores dos momentos de tensão entre Jair Bolsonaro e Luiz Henrique Mandetta em meio à pandemia, de autoria do jornalista Ugo Braga, que foi diretor de Comunicação do Ministério da Saúde na gestão do ex-ministro, informa o blog do Guilherme Amado no site da Época. "Braga sustenta no livro, com fatos, que o 'Ministério da Saúde brasileiro, coordenador nacional do SUS, foi atacado por um movimento político novo, populista e de viés conservador durante a maior e mais grave crise de saúde pública do século XXI'", informa Guilherme Amado no site da revista.

Ibope 'só para consumo interno' na Capital

Muita gente pergunta se Campo Grande também terá pesquisa Ibope para prefeito nestes dias em que afiliadas Globo tem divulgado a intenção de voto apontada pelo instituto na maioria das capitais e de outras grandes cidades brasileiras. O que se diz nas assessorias de comitês majoritários locais é que essa primeira pesquisa até foi feita, mas sem registro na Justiça Eleitoral que permita sua divulgação. Servirá só para consumo interno, visando apontar os primeiros colocados que serão convidados para entrevistas em telejornais locais.

Sidneia dispara sobre promessa de aliado: 'Bandido, pra mim, ou é preso ou é morto'

A candidata à Prefeitura de Campo Grande, Delegada Sidneia Tobias (Podemos), se irritou com um vídeo feito por um candidato a vereador de seu partido em que ele promete a um jovem eleitor criar um "espaço para os titanzeiros" fazerem manobras com motos em Indubrasil e diz que iria apresentar o projeto a ela. No vídeo abaixo postado no Facebook ontem, a delegada disse que qualquer proposta que vier a receber "só vai ser viabilizada se fizer bem à população" e disparou: "Nos meus 30 anos de carreira nunca compactuei com bandido, muito pelo contrário, sempre prendi todos eles. Então eu vou dizer uma coisa, que fique bem claro pra todos, principalmente pra vocês, família da segurança pública: bandido pra mim, ou é preso, ou é morto".

 


Voltar


Comente sobre essa publicação...