Semana On

Terça-Feira 27.out.2020

Ano IX - Nº 416

Viver bem

8 alimentos e bebidas que podem piorar seu humor

Certos alimentos trazem conforto instantâneo, em especial durante uma pandemia. Mas, logo depois, vêm as sensações negativas. Especialistas explicam o porquê

Postado em 15 de Setembro de 2020 - Stephanie Vermillion – Huffpost

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Você acabou de comer um punhado de biscoitos quando vem a sensação. Não é felicidade, mas deveria ser. É uma mistura de culpa, ansiedade e moleza, com uma pitada de mau humor. Não tem nada a ver com o que você esperava depois de comer biscoitos. No meio de uma pandemia, preso em casa, era a última coisa de que você precisava. O que está acontecendo?

A ideia das comfort foods, também chamadas de comidas de conforto e comidas emocionais, parece ótima na teoria, mas muitas das mais famosas deixam a desejar no que diz respeito à nutrição. Em vez de um calorzinho gostoso, você se sente incomodado. (E não estamos falando de depressão, algo que deve ser tratado por médicos.)

“Açúcar e carboidratos em excesso estão entre os principais responsáveis pelo mau humor”, diz a terapeuta nutricional Claudia Smith. “Se você exagerar na dose, poderá ter picos e quedas de açúcar no sangue, o que pode provocar sintomas como mau humor, irritabilidade, ansiedade, fadiga e dificuldade de concentração.” Por que a comida de conforto nos deixa agitados

Alimentos como biscoitos ou batata frita ativam os gatilhos de recompensa em nossos cérebros, afirma Smith. Eles nos dão uma sensação boa, algo que aguardamos ansiosamente ― e é por isso que as vendas desse tipo de produto aumentaram por causa da pandemia do coronavírus. A psicóloga e consultora de bem-estar Lee Chambers diz ao HuffPost que essas comidas disparam a dopamina, um neurotransmissor indutor de prazer – só que esse prazer é passageiro.

“A alimentação emocional é um processo cíclico. O mau humor te leva a comer alimentos que provavelmente aumentam a quantidade de açúcar no sangue, trazendo uma dose de dopamina, mas isso logo passa e nos sentimos culpados”, afirma Chambers. “Essa combinação geralmente nos faz sentir insatisfeitos, culpados, envergonhados e arrependidos.”

Pior: é fácil exagerar no consumo desses alimentos. “Com o tempo, o consumo excessivo de alimentos altamente palatáveis pode levar a uma sensibilidade reduzida dessa resposta de recompensa cerebral”, afirma Smith. “Você tem de comer cada vez mais para sentir o mesmo efeito.”

Estes são os 8 alimentos e bebidas que podem piorar seu humor

Esses alimentos de conforto que causam mau humor têm características em comum. Eles provocam picos de açúcar no sangue seguidos por quedas repentinas, que causam moleza, ansiedade e irritabilidade. Mas o efeito dessa mudança do humor é mais que fisiológico. Muita gente classifica os alimentos de acordo com o impacto que eles terão em sua saúde. Comer algo que sabidamente não é saudável pode desencadear sentimentos de vergonha, tristeza ou raiva.

A moderação é fundamental, diz Tai Ibitoye, uma dietista registrada no Reino Unido. “O consumo regular e excessivo de alimentos ricos em gordura e açúcar pode influenciar negativamente o humor, mas comer apenas um biscoito pode proporcionar prazer e conforto a algumas pessoas”, disse ela.

Então, quais alimentos e bebidas de conforto podem piorar seu humor? Aqui estão oito culpados bem comuns.

1 - Álcool

Pequenas quantidades de álcool podem fazer bem e até melhorar o humor, diz Ibitoye. Mas o consumo regular ou excessivo de álcool pode afetá-lo ― o que não é exatamente surpresa para quem já teve ressaca.

Estudos mostram que o álcool traz alguns benefícios para saúde a longo prazo. Mas ninguém deve começar a beber álcool por seus benefícios potenciais, segundo a Clínica Mayo. A recomendação é consumir uma cerveja de 350 ml ou uma taça de vinho de 120 ml por dia.

2 - Refrigerante

O refrigerante contém açúcares simples que são rapidamente absorvidos pelo corpo, o que leva a um pico de açúcar seguido de queda brusca. Simplesmente substituir o refrigerante por uma versão diet não é a solução, pois adoçantes como o aspartame são frequentemente associados a ansiedade e depressão. Um estudo de 2014 mostrou uma ligação entre bebidas açucaradas e depressão entre adultos mais velhos. Água e chá são alternativas melhores.

3 - Cafeína

Ibitoye recomenda limitar a ingestão de café e chás que contenham cafeína – talvez seja melhor optar por uma alternativa descafeinada para aquela xícara extra. Bebidas com cafeína fazem com que o cérebro libere dopamina e serotonina, de acordo com o Medical Daily. Em pequenas doses, não há problema, mas se passarmos do ponto – o que pode ser simplesmente uma xícara a mais – o resultado pode ser irritabilidade, agitação e ansiedade.

Quando o café é demais? As recomendações mudam constantemente, mas a Clínica Mayo sugere não mais do que quatro xícaras por dia.

4 - Biscoitos e bolos

Biscoitos e bolos contêm muitos ingredientes que pioram o humor, como o açúcar, que “se decompõe rapidamente em glicose e pode provocar picos e quedas de açúcar no sangue”, afirma Smith. A boa notícia é que diminuir a ingestão desse tipo de alimento pode causar mudanças rápidas – e para melhor – no seu o humor.

“Tente reduzir o consumo de açúcar abrindo mão de bolos, biscoitos, bebidas açucaradas ou adoçantes por alguns dias. Observe como você se sente”, diz. “Os efeitos benéficos costumam ser sentidos muito rapidamente, em questão de dias.”

5 - Batata frita

Poucas comidas dão tanto prazer quanto as batatas fritas, mas elas estão cheias de gorduras saturadas, carboidratos refinados e sal. É a receita perfeita para picos e quedas de energia – e o mau humor e a exaustão que vêm junto.

Carboidratos complexos ou de liberação lenta, como grãos integrais, arroz integral e quinoa, aumentam os níveis de glicose no sangue mais lentamente, diz Ibitoye. “Optar por esses alimentos pode ajudar o cérebro a receber um fluxo mais constante de combustível”, afirma ela.

6 - Alimentos processados

Sejam salgadinhos industrializados, biscoitos ou doces, os alimentos processados comprados no supermercado podem afetar demais o humor. Eles contêm grandes quantidades de açúcar refinado, gorduras saturadas e conservantes.

Juntos, esses ingredientes causam quedas de energia seguidas de fadiga e diminuição da motivação. Isso não significa que eles sejam proibidos. Smith recomenda sempre buscar uma dieta saudável, principalmente nas refeições, com a liberdade de comer um doce ou biscoito de vez em quando.

7 - Bagels

Bagels são deliciosos na hora, mas esse tipo de pão massudo, cheio de carboidratos, pode fazer você se sentir pesado, inchado e desconfortável. Isso acontece porque os bagels contêm muitos carboidratos simples, geralmente grãos brancos refinados, com pouco ou nenhum valor nutricional.

Eles causam picos de açúcar no sangue, seguidos por quedas bruscas e mau humor. Em vez de um bagel, por que não procurar algum grão integral?, sugere Ibitoye.

8 - Frios e embutidos

As proteínas são parte integral de uma dieta saudável e feliz, mas algumas são melhores que outras. Frios e embutidos contêm muitos conservantes e aditivos, que sugam energia e causam mudanças de humor e inchaço. Alternativas como carnes magras, aves, peixe, ovos, feijão e frios caseiros (como um peito de peru assado e fatiado em casa) podem ser a solução.

Esses alimentos são ricos em proteínas e podem melhorar seu humor. “Precisamos das proteínas para muitos processos diferentes, incluindo a produção de neurotransmissores, como a serotonina, que é responsável pelas boas sensações”, diz Smith. “Tente incluir proteína em todas as suas refeições para ajudar a equilibrar a resposta do seu organismo ao açúcar.”

Este texto foi originalmente publicado no HuffPost US e traduzido do inglês.


Voltar


Comente sobre essa publicação...