Semana On

Terça-Feira 22.set.2020

Ano IX - Nº 411

Coluna

Aberta a temporada de convenções que vão oficializar candidaturas de 2020

A semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 02 de Setembro de 2020 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Começou o prazo para partidos políticos realizarem convenções que vão oficializar seus candidatos aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador; e para deliberarem sobre coligações para as eleições municipais, cujo primeiro turno foi adiado para 15 de novembro por emenda do Congresso, devido à pandemia de covid-19.

Assim que as candidaturas forem sendo definidas em convenção, os partidos já poderão pedir os registros à Justiça Eleitoral, até o dia 26 de setembro.

Em Campo Grande, a temporada de convenções começou na quarta-feira (2), pelo PDT: a sigla confirmou seus candidatos à Câmara. Na quinta (3), homologou a chapa com Dagoberto Nogueira para prefeito e Kelly Cristina vice.

Embora nem todos tenham definido candidatos e vices majoritários, outros partidos também marcaram convenções na Capital: o Novo, com Guto Scarpanti para prefeito e Priscila Afonso vice; PP (dia 8), com Esacheu Nascimento para prefeito; o Republicanos (dia 10), com Wilton Acosta para prefeito; o Solidariedade (dia 12), com Marcelo Miglioli para prefeito; o PT (dia 13), com Pedro Kemp para prefeito e Eloisa de Castro Berro vice; o MDB (dia 15), com Márcio Fernandes para prefeito; o PSOL (dia 16) com Cris Duarte para prefeita e Val Eloy vice; e a Rede Sustentabilidade (16), com chapa de vereadores.

O novo chefe da Polícia Federal em MS

O delegado Marcelo Correia Botelho é o novo superintendente da Polícia Federal em Mato Grosso do Sul, com nomeação publicada hoje pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública no Diário Oficial da União. O cargo estava há cerca de um mês, desde a saída de Cleo Matuziak Mazzoti para a Coordenadoria-Geral de Polícia Fazendária da Diretoria de Investigação e Combate ao Crime Organizado da PF. Botelho, que até junho era delegado da corporação no Tocantins, já havia atuado em MS, onde foi diretor do Presídio Federal de Campo Grande até 2014.

Vídeo: Bolsonaro insinua que Mandetta incentivou compra superfaturada

Em sua live semanal nas redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro insinuou ontem que o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, incentivou a compra de respiradores superfaturados. Ao voltar a defender a hidroxicloroquina contra a covid-19, Bolsonaro afirmou: "Vocês lembram do primeiro ministro nosso que virou marqueteiro da Globo? O Mandetta lá, marqueteiro da Globo. Vivia dando entrevista, a Globo vibrava, né? O que que o marqueteiro falava para vocês? 'Fica em casa. Quando faltar ar você vai para o hospital'. Para que? Para ser entubado. Para ser entubado precisa de respirador. 'Então vamos comprar rapidinho respirador. Custa R$ 30 mil? Vamos pagar R$ 200 mil'." Em seguida, o presidente questionou o ministro da Justiça, André Mendonça, que estava ao seu lado. "Bem, vocês estão sabendo o que está acontecendo aí, não é isso?". Veja o vídeo.

Prisão do pastor Everaldo não altera calendário do PSC em MS, diz Matos

Após a prisão do presidente nacional do PSC, Pastor Everaldo, pela Polícia Federal, na operação que também afastou Wilson Witzel (PSC) do cargo de governador do Rio de Janeiro por determinação do STJ, o presidente estadual do partido em Mato Grosso do Sul e pré-candidato à Prefeitura de Campo Grande, Paulo Matos, divulgou nota informando que o calendário eleitoral da sigla segue sem alteração, em todos os municípios brasileiros e nos de MS. "Todas as pré-candidaturas para prefeitos e vereadores da capital e interior estão firmes e estáveis", diz a nota assinada por Matos e pelo presidente municipal do PSC de Campo Grande, Jeff Ceni. O comunicado diz ainda que o ex-senador e ex-deputado Marcondes Gadelha assumiu a presidência provisória do PSC nacional, na condição de vice-presidente, e acrescenta que o "PSC-MS reitera que confia na Justiça e no amplo direito de defesa de todos os cidadãos" e que, ao final do processo, "os fatos serão devidamente esclarecidos".


Voltar


Comente sobre essa publicação...