Semana On

Quarta-Feira 21.out.2020

Ano IX - Nº 415

Campo Grande

Investimentos em corredores viários levam vida ao coração de Campo Grande

Parcerias entre o Governo do Estado e a Prefeitura possibilitam projetos estratégicos

Postado em 27 de Agosto de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A região central de Campo Grande está de cara nova, com o novo layout da rua 14 de Julho, a mais antiga da capital, a revitalização da Avenida Bandeirantes e o asfalto novo na rua Bahia. São obras feitas em parceria entre Governo do Estado e prefeitura que beneficiam a região urbana, com uma população de mais de 75 mil moradores, e todos os que passam pelo coração da cidade.

Além do bairro com o mesmo nome, a Região Urbana do Centro conta com São Francisco, Planalto, Monte Líbano, Cabreúva, Amambaí, Jardim dos Estados, Cruzeiro, Glória, Itanhangá, São Bento, Carvalho e Bela Vista.

O destravamento de alguns projetos estratégicos para a cidade, como a revitalização da Rua 14 de Julho, só foi possível com as articulações políticas do Estado e do Município e com o apoio da bancada federal.

A 14 de Julho é a primeira via de Campo Grande a ter embutidas as fiações de energia e telefone e retirados os postes, acabando com a poluição visual e deixando a rua mais comercial da cidade de cara nova, moderna, limpa e agradável para passear. Árvores foram plantadas, as calçadas ampliadas e a MSGÁS, que é estatal, instalou 2,5 quilômetros de tubulação para a passagem de gás natural, percorrendo os dois lados da rua. 

A reinauguração, em novembro do ano passado, reuniu milhares de pessoas, como Nelson Denis e a esposa Rosângela Cardeal, que fizeram questão de ver pessoalmente a transformação. “Tudo ficou muito bom, o estacionamento foi bem planejado, a rua ficou muito bonita”, afirmou Nelson, na ocasião. “Campo Grande merece esse presente”, acrescentou Rosângela.

Avenida Mato Grosso

Novos investimentos por meio da parceria já estão a caminho. É o caso da revitalização da avenida Mato Grosso - obra que teve a assinatura da ordem de serviço na última terça-feira (25) e que vai ter início já na próxima semana. 

A restauração, que irá trazer segurança e conforto para o trânsito de uma das avenidas mais movimentadas da cidade, vai da avenida Ceará à Calógeras, totalizando 2,84 quilômetros, e acabando com os remendos no asfalto feito pelos serviços de tapa-buraco. 

O investimento é de R$ 4,5 milhões e o prazo de execução da obra é de 540 dias consecutivos (18 meses). A fonte de recursos é o Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (Fundersul). 

Saúde

Outra obra emblemática feita em parceria na região central atende toda a cidade. O Hospital do Trauma foi concluído após duas décadas de abandono, como parte do compromisso da gestão Reinaldo Azambuja de reestruturar o sistema de saúde. 

Anexa ao prédio da Santa Casa, a unidade de urgência e emergência foi construída para ter capacidade de 10 mil internações, nove mil cirurgias e 10 mil consultas por ano, desafogando o sistema de saúde. O aporte final para a obra foi de R$ 14 milhões, sendo R$ 1,6 milhão de recursos do Governo do Estado. 

A obra, que só foi retomada em 2016, em parceria com governo federal e prefeitura, foi concluída em 2018. Além do repasse para a construção, o Governo do Estado investiu mais R$ 12 milhões na aquisição de equipamentos e mobiliários para o hospital.


Voltar


Comente sobre essa publicação...