Semana On

Sábado 19.set.2020

Ano IX - Nº 411

Mato Grosso do Sul

Com quase 600 óbitos, Estado confirma mais 875 infectados pela Covid

Isolamento social continua baixo em todo o Estado

Postado em 14 de Agosto de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Nas últimas 24 horas a Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou mais 21 óbitos em decorrência do novo coronavírus, totalizando 591 vidas perdidas desde o início da pandemia em Mato Grosso do Sul. A tendência de crescimento se mantém alta desde 11 de junho e tem se mantido em alta conforme a secretaria-adjunta da saúde, Christine Maymone. “Estamos com óbitos próximo aos 600 e voltamos a aumentar nossa taxa de letalidade para 1,7%. Já estamos com 13,6 óbitos por dia nos últimos 7 dias”, destacou.

Do total de mortes registradas no boletim oficial desta sexta-feira (14), 10 são de Campo Grande, sendo apenas um com nada relatado e os demais com fatores de risco ou comorbidades. A média móvel de óbitos na Capital está em 6,6 por dia conforme apresentado. Os demais casos foram registrados em Aquidauana (4), Corumbá (2), Dourados (1), Ladário (1), Anastácio (1), Coxim (1) e Ponta Porã (1).

Os novos infectados confirmados somam 875, que representa um acréscimo de 2,5%. A média móvel de testes positivos nos últimos 7 dias é de 778 novos casos por dia. As cinco cidades com mais confirmações neste dia são: Campo Grande (384), Corumbá (107), Aquidauana (59), Sidrolândia (56) e Anastácio (29). O boletim detalhado pode ser conferido aqui

Frente ao avanço exponencial da doença e para que haja um número mais próximo da realidade e sejam adotadas medidas mais eficazes de enfrentamento, o titular da SES, Geraldo Resende reforçou o pedido para que os municípios façam o encerramento dos casos no sistema. “Estamos sempre pedindo que os senhores secretários e secretarias de saúde encerrem os casos. São 4.202 casos com os exames de posse dos municípios”.

Quanto as taxas de isolamento social, a média registrada ontem (13) em Mato Grosso do Sul foi de 37%, com variação de 26,7% a 70% nos municípios sul-mato-grossenses. Campo Grande atingiu 35,7% para o dia, permanecendo entre as três capitais brasileiras com menor adesão ao recolhimento. Confira aqui a lista completa de cidades mapeadas.

Leitos

O Governo do Estado de MS, por intermédio da Secretaria de Estado de Saúde, divulgou no último dia 11 novo mapa hospitalar de leitos específicos para o combate do coronavírus em Mato Grosso do Sul.

Com a nova divulgação, que abrange 64 municípios, o Estado registra 744 leitos clínicos disponíveis adulto e 119 leitos clínicos pediátrico. Ao todo, são 321 leitos de Unidade de Terapia Intensiva adulto e 9 leitos de UTI infantil, somando 330 unidades ao todo. Em ampliação: são 100 leitos clínicos adulto e 6 infantis e de UTI são 98 adulto.

Somando os disponíveis e os de ampliação, o novo mapa hospitalar conta com 1.397 leitos. Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a transparência na divulgação das informações é essencial para a população verificar os esforços do Poder Executivo. “Na corrida contra o tempo trabalhamos desde o início na busca por atender a população trabalhamos na implantação de leitos para atender a todos que precisam”.

Em Campo Grande, cidade epicentro da doença, são 224 leitos clínicos disponíveis adulto e 6 pediátricos. As UTI’s somam 145 para adultos e 4 infantis. A ampliação é de 57 leitos de UTI.

Disk covid coronavírus conta agora com um número único para todo o Estado

Um novo número para agendamento de exames e para tirar dúvidas sobre o coronavírus nos quatro municípios da macrorregião do Estado - Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá – está disponível.

A população poderá utilizar o seguinte número: 0800 647 0911. Os antigos números continuam valendo, porém, a padronização e o fato de ser um telefone de ligação gratuita poderão facilitar o acesso. "Com o 0800 as pessoas podem tanto fazer o agendamento de testes como também tirar dúvida acerca da Covid em MS", anunciou o secretário, Geraldo Resende.

Apenas no mês de julho, o Disk Coronavirus atendeu um total de 37.229 ligações telefônicas.

Para o Coronel Marcello Fraiha, responsável pela iniciativa dos drive thrus no Estado, a medida facilita o acesso do serviço à população, por se tratar de um número sem custos. “As ligações por este número são gratuitas, porém manteremos os atuais números de cada cidade ativos, justamente porque a população já se habituou os atuais existentes”.


Voltar


Comente sobre essa publicação...