Semana On

Quarta-Feira 25.nov.2020

Ano IX - Nº 420

Campo Grande

Governo do Estado garante entrega de quase duas mil moradias em Campo Grande

Os projetos estão em fase avançada de execução e vários apartamentos serão entregues este ano e as famílias aguardam ansiosas a entrega das chaves

Postado em 13 de Agosto de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Contrapartida de R$ 29 milhões do Governo do Estado é a garantia da entrega de 1.790 moradias em Campo Grande, investimento essencial para a viabilização dos empreendimentos na Capital. Os projetos estão em fase avançada de execução e vários apartamentos serão entregues este ano e as famílias aguardam ansiosas a entrega das chaves.

Através do Programa Minha Casa Minha Vida Entidades – Fundo de Desenvolvimentos Social (FDS) e Minha Casa Minha Vida – Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), o Governo Federal investiu R$142 milhões e o município contribuiu com os terrenos e infraestrutura de acesso.

Com 160 apartamentos de 45 metros quadrados, o Residencial Jardim Mato Grosso está previsto para ser entregue ainda este ano. Cada unidade possui 2 quartos, sala, cozinha e banheiro adaptável. Com a mesma tipologia e dentro da mesma modalidade do Programa Minha Casa Minha Vida (FDS), 192 unidades habitacionais estão em execução no Residencial Armando Tibana, com previsão de entrega para 2020.

Já as unidades dos residenciais Aero Rancho 7 (224 unidades); Aero Rancho 8 (224 un); Inápolis (66 un); Sírio Libanês I e II (256 un); Portal Laranjeiras (368 un) e Jardim Canguru (300 un) integram o Programa Minha Casa Minha Vida (FAR). Cada apartamento possui 2quartos, sala de estar e jantar integrada, banheiro adaptável e área de serviço, num espaço de 47,01 metros quadrados. Desses apenas o Sírio Libanês e Jardim Canguru não serão entregues este ano.

O operador de máquinas Adenilson Moraes não esconde a expectativa de se mudar o quanto antes junto com a esposa e a filha ainda bebê. “Essa será nossa primeira moradia, nós que somos recém-casados, ganhamos nosso maior presente. Esse é o primeiro de muitos sonhos que ainda iremos realizar”.

Já a dona de casa Maci Silva mora há anos de aluguel e se emocionou na primeira visita ao apartamento já em fase final. “Será a realização de um sonho depois de tanto tempo pagando aluguel, morar no nosso cantinho. Aluguel é um dinheiro sem retorno, mas agora poderei investir no que é meu sem medo”.

A diretora-presidente da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Maria do Carmo Avesani Lopez, destacou a parceria dos governos Federal, Estadual e Municipal. “Este projeto é fruto de uma parceria, mas ressalto que o Estado foi essencial na viabilização das unidades habitacionais, o resultado é fruto do esforço de todos".

Nesta gestão, o Governo do Estado já entregou 2.813 moradias na Capital.


Voltar


Comente sobre essa publicação...