Semana On

Quinta-Feira 29.out.2020

Ano IX - Nº 416

Campo Grande

Campo Grande atinge meta de vacinação contra a Gripe

Doses remanescentes estão liberadas para toda população

Postado em 08 de Julho de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Campo Grande atingiu a meta de cobertura de 90% do público-alvo geral da Campanha Nacional de Vacinação da Influenza deste ano, que encerrou oficialmente no dia 30 de junho. Desde o último dia 7, as doses remanescentes estarão disponíveis para toda a população em todas as unidades básicas e de saúde da família do município enquanto houver estoque. A vacina previne contra três tipos do vírus influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B.

Embora a vacina esteja disponível para todos a partir de amanhã, é importante que as pessoas que fazem parte dos grupos de risco e ainda não receberam a dose procurem as unidades, uma vez que alguns grupos de risco ainda não atingiram a meta de 90% de cobertura preconizada pelo Ministério da Saúde. Estão nessa relação, as crianças de seis meses a menores de seis anos, cuja cobertura vacinal está em 58,79%; gestantes (50,01%); puérperas (57,74%) e adultos entre 55 e 59 anos (45,10%).

Trabalhadores da saúde, idosos acima de 60 anos, pessoas com deficiência e população privada de liberdade superam a marca de 100% de cobertura.  Ao todo foram imunizadas 228.383 pessoas, na rede pública e particular.

Como se vacinar ?

Ao procurar a unidade, o paciente deve levar documento de identificação e o cartão de vacina para que a equipe verifique a situação vacinal do indivíduo.

Cada uma das 71 unidades básicas e de saúde da família do município devem receber cerca de 200 a 300 doses da vacina por dia e as mesmas irão organizar o atendimento por ordem de chegada e, se necessário, com distribuição de senhas. Ao todo cerca de 60 mil doses serão disponibilizadas à toda população.

A orientação é para que a pessoa entre em contato com a unidade mais próxima para verificar a disponibilidade da vacina antes de sair de casa, uma vez que em razão da logística e eventual aumento na demanda pode haver desabastecimento pontual. Cabe esclarecer ainda que a imunização irá acontecer somente enquanto durar o estoque de vacina.


Voltar


Comente sobre essa publicação...