Semana On

Domingo 12.jul.2020

Ano VIII - Nº 401

Mato Grosso do Sul

Com 63 mil casos, MS se mantém como segunda maior incidência de dengue do país

Todos os 79 municípios do estado tem alta incidência da doença

Postado em 25 de Junho de 2020 - Brenda Machado - G1

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Mato Grosso do Sul já notificou mais de 63 mil casos de dengue este ano. O boletim epidemiológico divulgado pela secretaria estadual de saúde nesta quarta-feira (24) mostrou que todos os 79 municípios do estado já estão na área vermelha, ou seja, apresentam alta incidência da doença.

A alta incidência é considerada quando se tem mais de 300 casos por cada 100 mil habitantes. Os municípios com os maiores índices são: Douradina, São Gabriel do Oeste, Novo Horizonte do Sul e Anaurilândia.

Campo Grande já confirmou só em 2020, 10.065 casos de dengue. Outras 5 cidades também registraram mais de 1.000 casos cada, são: Três Lagoas, Ponta Porã, Amambai, Dourados e Corumbá, respectivamente.

Segundo dados da secretaria de saúde de Mato Grosso do Sul (SES) a maior parte dos infectados são mulheres (56%), e pessoas na faixa de 20 a 29 anos de idade.

A doença já provou a morte de 39 pessoas no estado este ano. A vítima mais recente foi um homem de 43 anos, residente em Ponta Porã. Ele sofria de diabetes e hipertensão, e faleceu no dia 30 de maio.

Assim como líder em número de casos, a capital também registra o maior número de mortes (7), seguida de: Corumbá (4), Dourados (3), Naviraí (3), Ponta Porã (2), Caarapó (2), Mundo Novo (2), Chapadão Do Sul (2), Sete Quedas, Pedro Gomes, Nova Andradina, São Gabriel Do Oeste, Bodoquena, Aquidauana, Sidrolândia, Itaquiraí, Itaporã, Laguna Carapã, Ivinhema e Costa Rica com 1 caso cada.


Voltar


Comente sobre essa publicação...