Semana On

Domingo 06.dez.2020

Ano IX - Nº 422

Viver bem

Usar máscara dentro de casa pode evitar transmissão de Covid-19

Estudo conduzido na China mostra que usar a proteção antes de os sintomas aparecerem pode diminuir em até 79% a contaminação pelo novo coronavírus entre membros da mesma família

Postado em 02 de Junho de 2020 - Galileu

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Usar máscara dentro de casa pode ajudar a reduzir a disseminação do novo coronavírus entre os membros da família. Segundo um artigo publicado por pesquisadores chineses no British Medical Journal em maio, vestir o acessório antes de os sintomas aparecerem pode diminuir a transmissão da Covid-19 em até 79% entre familiares que vivem juntos.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores entrevistaram 460 pessoas de 124 famílias em Pequim, na China, sobre seus hábitos de higiene e o comportamento doméstico durante a pandemia. Em cada casa, pelo menos uma pessoa havia testado positivo para a Covid-19.

Durante o período de 14 dias após o diagnóstico, a transmissão secundária ocorreu em 41 das 124 famílias (um índice de 23%). Segundo os especialistas, o uso diário de desinfetantes, a abertura de janelas e o distanciamento de pelo menos um metro entre os moradores da casa foram associados a um menor risco de transmissão do vírus, mesmo em residências mais movimentadas.

Mas o que chamou atenção dos pesquisadores é que o contato diário e o número de membros da família que usaram máscara após o início dos sintomas na primeira pessoa interferiram no número de infectados de cada moradia. Começar a utilizar o acessório antes do diagnóstico se mostrou ainda mais eficaz: nas famílias que adotaram a prática, o índice de contaminação reduziu em 79%.

Para ter atenção

Outros fatores foram associados ao aumento do índice de transmissão do novo coronavírus dentro de casa. Um deles é a diarreia: quando o primeiro contaminado com a Covid-19 apresentava esse sintoma, o risco da disseminação da doença entre os membros da família foi maior. O contato diário próximo, como fazer refeições à mesa ou ver TV juntos, também merece atenção, pois aumentou em 18 vezes o risco transmissão da doença em casa.

"Este estudo confirma um maior risco de transmissão familiar antes do início dos sintomas, mas que medidas preventivas, como uso de máscara, desinfecção e distanciamento social nas famílias, podem impedir a transmissão de Covid-19 durante a pandemia", escreveram os especialistas no estudo", em comunicado.


Voltar


Comente sobre essa publicação...