Semana On

Sexta-Feira 29.mai.2020

Ano VIII - Nº 394

Coluna

Preto no Blanc

Agora é sem Aldir

Postado em 07 de Maio de 2020 - Ricardo Moebus

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

E agora, José?

Daqui pra frente é sem Aldir

pra nos ajudar

fazer cortar a realidade com sua faca amolada

fazer sangrar pra gente enxergar

andamos, se é que, cada vez mais cegos

‘stamos em alto mar

a tempestade bate em nossos cascos

vamos tentar juntar os nossos cacos

a Milícia Federal toma conta dos pedaços

E agora, José?

Sem Aldir,

quem poderá fazer

a poesia parir

o possível e o sensível de nós mesmos

restamos nesse rabo de foquete

tanta gente de novo que partiu?

De novo vamos pra pátria que pariu?

-

Estado de Sítio de A. Camus (No Palácio, um Alcaide fala ao Governador):

“Excelência, a epidemia avança, com uma rapidez que ultrapassa todos os socorros. Os quarteirões estão mais contaminados do que se possa imagnar, o que me leva a pensar que é preciso dissimilar a situação e não dizer, a qualquer preço, a verdade ao povo. De resto, no momento, a doença está atacando, sobretudo, os quarteirões dos arredores, que são pobres e estão superlotados. Pelo menos há isso de satisfatório, em nossa desgraça.”


Voltar


Comente sobre essa publicação...