Semana On

Quinta-Feira 13.ago.2020

Ano IX - Nº 405

Veí­culos

Ford Fusion sai de linha no Brasil

Modelo foi reestilizado em 2019, mas vendas baixas e alta do dólar anteciparam seu fim no mercado brasileiro, após 14 anos

Postado em 05 de Maio de 2020 - G1

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Prestes a ter sua produção encerrada no México, o Ford Fusion já deixou de ser comercializado no Brasil. Entre os motivos para sua saída antecipada estão a queda nas vendas e a alta no dólar.

A Ford informou que "confirma que irá suspender a importação do Fusion no Brasil, tendo em vista o cenário atual, com redução drástica no volume do segmento, que no primeiro trimestre de 2020 representou 0,03% da indústria, e alta do dólar.”

Lançado em 2006, o modelo passou por sua última reestilização no início de 2019 e chegou ao final da linha com três versões diferentes: SEL e Titanium com motor 2.0 turbo, e Titanium Hybrid, que combinava um 2.0 aspirado a um motor elétrico. Os preços partiam de R$ 150 mil.

Durante o acumulado de 2019, segundo a Fenabrave, o sedã emplacou 832 unidades - menos do que as 1.048 do Passat. O segmento dos sedãs grandes e médios registrou fortes quedas nos últimos anos, especialmente pela chegada dos SUVs.

Linha reduzida                   

Além do Fusion, recentemente a Ford retirou de linha o Focus em suas versões hatch e sedã, além do Fiesta, também em suas duas configurações. Com isso, sua gama brasileira foi reduzida a 6 modelos: Ka, Ka Sedan, EcoSport, Edge ST, Ranger e Mustang.

Ainda para 2020, a marca promete lançar por aqui o novo Territory, que concorrerá com o Jeep Compass. Outros dois SUVs podem chegar ao mercado brasileiro em breve: Bronco Sport e Escape Hybrid.


Voltar


Comente sobre essa publicação...