Semana On

Segunda-Feira 26.out.2020

Ano IX - Nº 416

Campo Grande

Acatando recomendação da OMS, Liga das Nações é adiada em Campo Grande

Evento aconteceria entre 9 a 21 de junho de 2020, com a participação das seleções do Brasil, da Rússia, da Alemanha e da Itália

Postado em 18 de Março de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Fundação Municipal de Esportes de Campo Grande (Funesp), Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte) e a Federação de Voleibol de Mato Grosso do Sul (FVMS), alinhadas com as providências adotadas pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB), informa oficialmente o adiamento da realização da fase de grupos masculina da Liga das Nações de Voleibol, que estava agendada para ocorrer em Campo Grande, no período de 19 a 21 de junho de 2020, com a participação das seleções do Brasil, da Rússia, da Alemanha e da Itália.

As medidas vão ao encontro das recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e visam evitar aglomerações, que facilitam o contágio do coronavírus (Covid-19), em estágio de pandemia. A FIVB decidiu adiar o início da Liga das Nações de Voleibol, para depois das Olimpíadas de Tóquio-2020, previstas para acontecerem entre os dias 24 de julho e 9 de agosto deste ano. A nova data da competição ainda será confirmada pela entidade.

O torneio internacional também marcaria a reabertura do Ginásio Poliesportivo Avelino dos Reis, o Guanandizão, interditado desde 2013, e que passa por reforma geral tanto na parte interna quando externa, e em meados de maio estará pronto para receber 6,2 mil torcedores, oportunizando ao sul mato grossense participar de um dos maiores eventos de voleibol do mundo.

Ciente da relevância do momento e no aguarda da nova data, a Prefeitura de Campo Grande e o Governo do Estado estão empenhados para receber as equipes e mantêm em execução os alinhamentos definidos anteriormente como a obra de revitalização do ginásio, a preparação da documentação e o convênio para repasse financeiro.

A Prefeitura, o Governo e a Federação esperam que daqui a alguns meses todos possam rever a nossa seleção jogar, assim como todas as outras seleções de alto nível do voleibol mundial que estarão em Campo Grande.


Voltar


Comente sobre essa publicação...