Semana On

Sexta-Feira 10.jul.2020

Ano VIII - Nº 400

Coluna

Senadora Soraya promete processar quem divulgou B.O. contra pré-candidato do PSL

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 13 de Março de 2020 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A briga eleitoral já "pega fogo" em Três Lagoas. A senadora e presidente estadual do PSL Soraya Thronicke disse à rádio FM Difusora local que vai processar quem vazou e quem está divulgando ‘com fins eleitorais’ pelas redes sociais e pela imprensa um boletim de ocorrência com denúncia de suposta violência doméstica contra o pré-candidato de seu partido à prefeitura local, o tenente-coronel Ênio de Souza. "Tomamos a decisão de processar todos, absolutamente todos. Não estamos perdoando veículos, não estamos perdoando nem WhatsApp, porque o que estão fazendo por aí é calúnia e difamação", disse Soraya à rádio.

Dono de jornal de Três Lagoas publica carta aberta à senadora Soraya

A ameaça da senadora e presidente estadual do PSL, Soraya Thronicke, feita em entrevista ao vivo à Rádio FM Difusora de Três Lagoas de "processar todos" que divulgaram na imprensa e nas redes sociais um B.O. de violência doméstica contra o pré-candidato do partido à prefeitura de Três Lagoas, tenente-coronel Ênil de Souza (leia acima), levou o dono do jornal eletrônico Perfil News da cidade, Ricardo Ojeda, a divulgar uma carta aberta à senadora.

"Alheia ao fato de vivermos em uma democracia, onde a imprensa é livre e fatos envolvendo agentes públicos devem se tornar de conhecimento geral, a senadora Soraya Thronicke mostrou que anda com um 'pezinho' na ditadura, onde os jornais precisavam passar por censores antes de ser publicados", diz o empresário ao iniciar a carta.

Assembleia terá ações contra coronavírus, mas 'não vai parar' afirma Paulo Corrêa

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Alems), deputado Paulo Corrêa (PSDB), disse que estuda medidas para reduzir o acesso de pessoas ao Legislativo estadual como está sendo feito pelo Congresso Nacional na prevenção à pandemia do coronavírus, mas negou que a Casa avalia "parar" as atividades como chegou a ser divulgado por parte da imprensa local.

"Serão suspensas temporariamente as audiências públicas, que chegam a atrair mais de 300 pessoas. A última deve ocorrer na segunda-feira", explicou. Conforme Corrêa, foi solicitado aos deputados uma lista de assessores que poderão trabalhar em casa nos próximos dias, batendo ponto, sem risco de prejuízo às atividades da Casa. As sessões vão continuar, mas poderão ter acesso restrito. O deputado Pedro Kemp (PT) sugeriu hoje ao presidente da Alems que por um período as sessões que são transmitidas ao vivo pela TV e internet possam ser feitas sem público. "De imediato já pedimos para reforçar a limpeza diária de corrimões, maçanetas e de toda a Casa. Temos 1.100 servidores, sem contar as dezenas de pessoas que visitam o Legislativo, e temos o dever de zelar pela saúde de todos", afirmou Paulo Corrêa.

PDT muda presidente em Campo Grande

O líder comunitário Wilson Fernandes, assumiu interinamente a presidência do PDT de Campo Grande no lugar do advogado Yves Drosghic, que se licencia para disputar uma cadeira de vereador nas eleições deste ano. O partido cancelou uma reunião em que seria votada a expulsão do vereador Ademir Santana por críticas à direção da sigla em declarações à imprensa, após ele ter apresentado ontem seu pedido de desfiliação aproveitando a "janela partidária", e deve se filiar ao PSDB. O vereador Odilon Júnior, afastado do partido por suspensão, ainda não pediu a desfiliação. O prazo para troca de partidos vai até o dia 3 de abril.

Nelsinho cumpre isolamento após teste de ministro dar positivo para coronavírus

O senador Nelsinho Trad (PSD-MS), que integrou a comitiva do presidente Jair Bolsolnaro na viagem aos Estados Unidos e está em Brasília, divulgou nota confirmando que está em isolamento cumprindo protocolos do Ministério da Saúde, depois de ter sido comunicado do teste positivo feito no secretário de Comunicação da Presidência, Fabio Wajngarten, que aguarda contraprova.

"O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) confirma que estava na comitiva presidencial e retornou dos Estados Unidos na terça-feira (10). Após ser informado de que o chefe da Secretaria Especial de Comunicação, Fabio Wajngarten, estava com suspeita de ter contraído o Covid-19 (caso agora já confirmado), o senador Nelsinho Trad vem cumprindo todos os protocolos do Ministério da Saúde. O parlamentar não apresentou nenhum sintoma do Covid-19 e já realizou os exames, nesta manhã, de acordo com as orientações da OMS.”

Capataz que matou o ex-prefeito Dirceu Lanzarini é preso em Amambai

Foi preso em Amambai, o capataz Luiz Fernandes, o "Paraguaio", que matou a tiros o ex-prefeito da cidade e assessor especial do Escritório de Gestão Política do Governo de Mato Grosso do Sul, Dirceu Lanzarini, e feriu a tiros o genro dele, Kesley Aparecido Vieira Matricardi, durante uma discussão na fazenda do político, onde trabalhava, no município de fronteira com o país vizinho, no dia 24 de fevereiro.

Em nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) informa que a prisão se se deu após tratativas com o advogado dele, André Luiz Prieto, que o acompanhou de uma área rural de Amambai até a delegacia daquele município, onde houve o cumprimento do mandado de prisão preventiva. O transporte foi realizado em um helicóptero da Sejusp.

A informação preliminar é de que Fernandes estava escondido em território paraguaio desde 24 de fevereiro, quando ocorreu o crime. O delegado Marcos Wernec, responsábvel pelas investigações, disse ao G1MS que o capataz foi indiciado por homicídio qualificado e por tentativa de homicídio contra Kesley.

Fernandes alfineta prefeito sobre vice: 'Compromisso só com um partido'

Indagado se já tem algum nome em vista para ser vice de sua chapa, o pré-candidato do MDB à Prefeitura de Campo Grande, deputado estadual Márcio Fernandes, disse que ainda não, mas aproveitou para alfinetar o principal adversário, o prefeito Marquinhos Trad (PSD): "O que tenho certeza é que faremos compromisso só com um partido, ou uma só pessoa que poderá ser até do nosso próprio partido. Afinal, a regra eleitoral só mudou proibindo a coligação na proporcional e não para ter dois vices. Pelo que estou sabendo, o prefeito fez compromisso com o PSDB e também de manter a atual vice-prefeita. Se será um vice do PSDB, porque ele não anuncia hoje que tem esse acordo? Os tucanos têm excelentes nomes, que admiro e tenho respeito e amizade. Avalio que é muito ruim um partido tão grande no estado como o PSDB não disputar a eleição para prefeito na Capital e nem ao menos ter vaga vice".

Marun diz que está à 'disposição do MDB' para 2022 quando 'André será candidato'

O ex-ministro e ex-deputado federal Carlos Marun afirmou que não vai participar "diretamente" das eleições deste ano. "Vou, dentro das minhas possibilidades, onde houver interesse do nosso candidato, apoiar, especialmente em Campo Grande". Disse, entretanto, que estará "à disposição" do MDB nas eleições de 2022, quando ele aposta que André Puccinelli voltará a disputar o Governo de Mato Grosso do Sul. "Em o André sendo candidato a governador, e vai ser, eu tô à disposição do partido, no que o partido avaliar melhor. Posso concorrer a deputado federal, posso concorrer a outra coisa, posso coordenar campanha, posso montar palanque", afirmou.

CPI vai enviar 200 relógios medidores da Energisa em MS para perícia na USP

A CPI da Energisa vai enviar neste mês 200 relógios medidores de energia que serão sorteados entre os cerca de 2.300 clientes de Campo Grande que fizeram reclamações ao Procon-MS para sejam periciados pelo departamento de engenharia da USP de São Carlos (SP). A decisão foi tomada nesta tarde pelos deputados em reunião no plenarinho da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (Alems) com participação do superintendente do Procon-MS, Marcelo Salomão. O engenheiro eletricista Marco Flores, coordenador corporativo de medição da Energisa, que também participou da sessão, vai acompanhar os trabalhos. "Vamos entregar a lista até sexta-feira à CPI para o sorteio", disse o superintendente do Procon-MS. O sorteio será na segunda-feira, às 10h. "Serão sorteados 300 clientes, já que alguns podem estar desativados etc., de forma a que possa se chegar aos 200 aparelhos a serem enviados à USP", explicou o presidente da CPI, deputado Felipe Orro (PSDB), informando que a retirada dos aparelhos começará na quarta-feira da semana que vem, dia 18, e que até o dia 27 deste mês os relógios devem ser enviados à USP.


Voltar


Comente sobre essa publicação...