Semana On

Sábado 08.ago.2020

Ano IX - Nº 405

Mato Grosso do Sul

Reinaldo Azambuja lança maior pacote de obras da história de Mato Grosso do Sul

Investimentos para o triênio 2020/2022 somam R$ 4,2 bilhões nos setores de infraestrutura, saúde e educação, entre outras áreas

Postado em 09 de Março de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O governador Reinaldo Azambuja lançou Na última sexta (6), em Campo Grande, o maior pacote de obras dos 43 anos de história do Mato Grosso do Sul. Com ações confirmadas para os 79 municípios do Estado, o conjunto de investimentos chamado de “Governo Presente – Programa de obras” vai aplicar R$ 4,2 bilhões em infraestrutura, saúde, educação e segurança pública, entre outras áreas.

De norte a sul e de leste a oeste, os recursos prometem melhorar a vida das pessoas em todas as regiões: Bolsão, Campo Grande, Conesul, Dourados, Norte, Pantanal, Sudoeste, Sul-Fronteira e Vale do Ivinhema.

Só no setor da infraestrutura, o novo pacote prevê investimentos de R$ 1,8 bilhão para a implantação 1.000 km de novas rodovias; recapeamento de 950 km de rodovias já pavimentadas; execução de 250 km de revestimento primário em estradas nas regiões de Paiaguás e Nhecolândia, no Pantanal; e para execução de obras de infraestrutura urbana dentro das cidades – pavimentação, drenagem e recapeamento.

Em Ponta Porã, um minianel rodoviário vai tirar o tráfego de veículos pesados da cidade. Também serão asfaltados os acessos do Distrito de Taunay, em Aquidauana; do Balneário Municipal de Anaurilândia; do campus do IFMS de Nova Andradina; e dos portos de Porto Murtinho.

Rodovias que hoje são de terra  vão ganhar asfalto novo e moderno. Entre elas a MS-386, entre Iguatemi e Japorã; a MS-442, que liga o Distrito de Taunay com a BR-262, em Aquidauana; e a MS-223 em Coxim, entre a BR-359 e Jauru. Dentro do programa ainda está confirmada a construção de 142 pontes de concreto nas áreas rurais dos municípios, em substituição às estruturas de madeira já existentes.

Na área da saúde, o Governo contabiliza investimentos de R$ 500 milhões divididos na construção, reforma e modernização de hospitais; na aquisição de equipamentos; e na realização de nova etapa da Caravana da Saúde. Os investimentos resultarão na abertura de 495 leitos hospitalares e 22 salas cirúrgicas em todo o Estado até 2022.

Novos hospitais regionais em Três Lagoas e Dourados vão melhorar o atendimento à saúde. Em outras regiões, como Bodoquena, Caarapó, Campo Grande, Corumbá, Jardim e Ponta Porã, reformas e ampliação de estruturas hospitalares vão modernizar ainda mais o oferta de serviços. Equipamentos para ressonância magnética, mamografia, ultrassom e endoscopia vão reforçar os procedimentos médicos em todas as regiões.

Na área educacional o Governo relaciona R$ 340 milhões de investimentos na estruturação de escolas e na ampliação do ensino em tempo integral. Atualmente, em todo o Estado são 54 escolas em tempo integral. Até o final de 2022 serão 180. Haverá vídeo monitoramento em escolas da Grande Dourados; climatização em colégios do Pantanal; e novos ônibus escolares para os municípios da região Sul-Fronteira.

Ainda serão investidos R$ 100 milhões na segurança pública em recursos destinados à aquisição de viaturas para as polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Operações de Fronteira (DOF) e Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), além de armamentos e munições químicas, real e de treinamento. Computadores e mobiliários também fazem parte do pacote.

Trabalho Conjunto

A construção do maior pacote de obras da história de Mato Grosso do Sul somente foi possível com a política municipalista e transparente do governo e o apoio da bancada federal e da Assembleia Legislativa, afirmou o governador Reinaldo Azambuja.

“Tenho uma gratidão enorme aos deputados estaduais, pela coragem e discernimento ao aprovarem projetos impopulares, mas necessários para que pudéssemos fazer as reformas e manter o equilíbrio financeiro para fazer as entregas e lançar este pacote de obras”, disse o governador. Ele também realçou o comprometimento da bancada federal na liberação de emendas parlamentares, em especial para a educação, saúde e agricultura familiar.

“Quero agradecer também a parceria dos prefeitos e vereadores, que nos ajudaram a elencar as prioridades de seus municípios e construir esse momento, que é único”, pontuou. Reinaldo Azambuja citou em sua fala as reivindicações apresentadas por alguns prefeitos, nas audiências do Governo Presente, realizadas em 2019. “Como foi bom e importante ouvir vocês, temos aqui um programa democrático, que atende as demandas de nossa população.”

O governador destacou ainda o papel preponderante do secretário Eduardo Riedel, de Governo e Gestão Estratégica, na modelagem do pacote de obras, ao lado de Sérgio de Paula, secretário especial de Articulação Política, e do então assessor do Escritório de Gestão Política do Governo, o qual faleceu em fevereiro. “O Dirceu não está presente, nos deixa uma lacuna no coração, mas estamos felizes por entregar mais uma ação importante de governo”, frisou.

Confira as principais declarações do Governador de MS, Reinaldo Azambuja. Assim como o detalhamento de alguns municípios:

 “O Governo Presente é um programa que foi idealizado no ano passado, percorremos as 79 cidades, ouvimos as 79 cidades, as prioridades locais foram identificadas e colocadas por cada uma das regiões. Nós não inventamos nada! Democratizamos, principalmente, o debate dessas discussões do Governo Presente e hoje, a gente culmina com o dia que a gente apresentar a vocês [imprensa], a Mato Grosso do Sul, e a todas as regiões as entregas que estão sendo feitas. Nós elencamos um valor significativo, de R$ 4,284 bilhões que serão distribuídos em todas as áreas: saúde, segurança, infraestrutura, educação, esporte, lazer, assistência social, saneamento, cultura, espaços culturais. A gente fica com uma alegria enorme, porque foi feito o esforço em pautas que tivemos que enfrentar, junto à Assembleia Legislativa e com os parceiros, duras, algumas delas até impopulares, para chegarmos no dia em que você consegue mostrar a Mato Grosso do Sul, democraticamente, independente de coloração partidária, de município A, prefeito A, prefeito B, que nós vamos atender as 79 cidades! Todas serão atendidas com investimentos e que foram elencados pelas cidades”.

“Isso, para nós, é uma alegria enorme. Poder entregar 495 leitos hospitalares novos, equipados hospitais. 1000 quilômetros de rodovias que serão pavimentadas, 800 quilômetros de rodovias que serão reconstruídas e revitalizadas. Fazer as ligações das estradas, principalmente, das regiões pantaneiras. Poder fazer na educação a transformação saindo de 50 para 180 em tempo integral. Para podermos atender em áreas vitais de infraestrutura, ligações históricas que dificilmente os municípios conseguiriam fazer. Assumindo a nossa parte. Fizemos isso, nos quatro anos anteriores, atendendo os municípios, muito com infraestrutura urbana, que eu entendo que o cidadão e a cidadã das cidades merecem”.

“Outra coisa importante do Governo Presente: não tem nem 1 centavo de empréstimo. É dinheiro de recursos próprios possibilitados muito pela coragem da Assembleia Legislativa, dos deputados que votaram com que nós pudéssemos ampliar os recursos do Fundo Rodoviário, do Fundersul, para que nós pudéssemos fazer as reformas estruturantes do Estado de Mato Grosso do Sul: reforma administrativa, reforma previdenciária, reforma do teto de gastos. Foram estruturas reformadas que nos deram a capacidade de fazer gestão. Mato Grosso do Sul é hoje um Estado que gera empregos. Somos o terceiro do país em geração positiva de empregos. Somos o quinto estado mais competitivo do Brasil, e isso é importante porque é um estado que tem condições competitivas, o primeiro do Centro-oeste, o que para nós é um orgulho. E no momento em que você olha o Brasil, olha as federações, os estados federados, um caos. Não gosto de fazer comparativo porque entendo que cada um tem que cuidar do seu lugar e ter coragem de enfrentar algumas pautas. Nós tivemos coragem”.

“Sou muito grato à bancada federal, muito do que nós vamos entregar é fruto do apoio da bancada federal, das emendas, dos recursos, como por exemplo um ônibus escolar, só que serão entregues 165 ônibus escolares. Todos os municípios vão receber esses ônibus. Mais de 300 viaturas novas para os nossos policiais, para poder fazer um atendimento com equipamento. Então, a gente fica muito grato com isso. Fiz um breve relato. Isso será tudo detalhado, nenhuma cidade fica sem investimento em áreas prioritárias”.

“A retomada da Caravana da Saúde. Nós vamos retomar a Caravana da Saúde, pactuamos isso com o Geraldo Rezende, com a sua equipe. Iniciamos por Dourados, onde temos a maior concentração de filas, de cirurgias eletivas, de exames que estão represados, na região da Grande Dourados, vamos iniciar por ali e percorrer, de novo, entregando as estruturas e fortalecendo os investimentos”.

“Na área de assistência social, na área de esporte: revitalizar os equipamentos esportivos. Morenão, o Guanandizão, que nós vamos entregar, daqui uns dias, a Mato Grosso do Sul, de novo, com o maior evento de voleibol do mundo que é a Liga das Nações. Nós teremos aqui em Campo Grande: Alemanha, Itália, Brasil e Rússia, jogando aqui na nossa Capital em um evento esportivo importantíssimo. Então, a gente vai disponibilizar também, recursos para a cultura, esporte, lazer, assistência social”.

“Poder ampliar, através da nossa MS Gás, o saneamento, vamos ter um programa inédito, sem a parceria público-privado ainda, porque ainda vamos publicar o edital para fazer uma PPP, nós vamos investir R$ 684 milhões em rede coletora, em estação de tratamento, estações elevatórias para levar saneamento em todas as cidades do Mato Grosso do Sul sob a nossa gestão que são as 68 cidades. Então, é um programa amplo que nos possibilitou muito para chegar no dia de hoje. Somos gratos pela coragem, vocês [deputados] disponibilizaram, através da coragem, condições para nós termos recursos para fazermos investimentos, enquanto muitos estados brasileiros não conseguem nem pagar folha de pagamento, a gente vai colocar R$ 4,2 bilhões em investimentos em todas as regiões de Mato Grosso do Sul. Governo Presente é um programa de todos!”

Campo Grande

Em Campo Grande, as Moreninhas vão ganhar um novo acesso, ligando bairros e centro. Já a Avenida Mato Grosso será totalmente revitalizada. 

Dourados

“Nós vamos começar Dourados, autorizando de imediato o quadrilátero central. Fizemos as 3 avenidas e ficaram faltando as laterais. Já está autorizado esses investimentos que ultrapassam R$ 6 milhões. Acelerar agora os investimentos para a conclusão do Hospital Regional. O Ministério da Agricultura aprovou o nosso projeto de uma remodelação e agora nós vamos poder acelerar, e ontem eu conversei como o ministro Tarcisio, a Coronel Ponciano, para que a gente possa fazer a travessia da BR-163 e muitas obras viárias no entorno de Dourados. Murilo e a equipe olharam muito aquelas ligações dos distritos, pontes de concreto e várias obras que vão permear a Grande Dourados e a Caravana da Saúde, como eu disse, nós vamos começar, no primeiro semestre por Dourados, para gente poder desafogar, principalmente, na área da saúde.

Porto Murtinho

“Nós já demos ordem de serviço e as obras já vão iniciar nos próximos dias do acesso aos portos de Porto Murtinho. Nós temos lá um porto que acabou de ser construído, ainda no mês de março nós vamos ter o primeiro embarque do primeiro comboio, no qual em um comboio cabe 600 carretas de produtos. Só para você ter uma ideia do tamanho que é o escoamento pelos rios. Vamos fazer esse acesso que custa R$ 28 milhões. As equipes e as máquinas já estão indo para lá. Recapeamento, habitação e investimentos em pontes de concreto nas vias da região para que a gente possa ter fluxo e outra coisa: um porto está pronto e outro que está em construção graças a uma política de incentivo. Trocamos impostos por empregos e competitividade. Porto Murtinho vai ser a porta da rota Bioceânica.

Três Lagoas

“Até junho, concluir as obras, equipar e inaugurar o Hospital Regional. Outros investimentos são os investimentos em rodovias, pontes de concreto naquela região toda, que interliga algumas regiões produtivas para fomentar ainda mais geração de empregos e oportunidades, a ampliação de ramais de gás para atender algumas empresas específicas para podemos ter um potencial melhor em toda a região.

Maracaju

Sobre a segurança: “Ontem nós fizemos a aula inaugural de mais de 650 novos policiais que vão fazer o Curso de Formação e virão para a ativa, já com novas viaturas, novos armamentos. O equipamento de inteligência. O Corpo de Bombeiros recebeu a escada, investimento de R$ 7,4 bilhões para incêndio de prédio. Equipamos melhor essa estrutura da polícia e o chamamento de novos policiais. Eu não tenho dúvida fortalece a segurança. Construção e entrega de 2 novos presídios, ampliação de vagas em 10 presídios, é o que vamos fazer em várias regiões de Mato Grosso do Sul.

Especificamente falando para Maracaju: Ginásio Poliesportivo, que é um sonho da população. A ligação asfáltica da BR 060 e da BR 267, que é o corredor do Polaco será também pavimentada, ponte de concreto sobre o Rio Cachoeira para podermos dar acesso às estradas vicinais, principalmente, no escoamento da produção. Agora, vamos inaugurar o videomonitoramento em toda a cidade, em todas as entradas, será inaugurado na próxima sexta-feira.

Aquidauana

Nós já demos ordem, já publicou a licitação da BR 262, Taunay, nos próximos dias nós vamos assinar o contrato e vamos dar ordem de serviço a esse sonho. Outro sonho para Aquidauana e região: é a Serra de Cipolândia que terá também a pavimentação da serra e também o investimento em recapeamento urbano. Está previsto R$ 4 milhões para recapeamento de vias públicas através de recursos do Governo do Estado.

Anastácio

“O município pediu apoio para a construção de ponte de concreto no Rio Taquarussu, que nós já licitamos, e vai ser iniciada a obra e, principalmente, revitalização e recapeamento da principal avenida de Anastácio”.

Costa Rica

“Dia 19 de março nós vamos assinar o contrato da concessão da MS 306. Imediatamente, após a assinatura do contrato começam as obras e será investimento mais de R$ 1 bilhão para toda a revitalização da MS 306 que está fora desse pacote (Governo Presente).

Outra obra importante, nós vamos fazer a pavimentação Costa Rica – Paraíso das Águas que é o sonho de vocês.

Outra obra importante fomentar o turismo, o turismo de aventura, das belezas naturais da região. Figueirão – Costa Rica, uma obra que está em andamento e faz parte desse pacote. Ficamos muito felizes em fazer essa ligação e entregar essas obras que vão fomentar o desenvolvimento regional”.

São Gabriel do Oeste

Para a região norte estão previstas ampliações de leitos, ampliação de serviços, principalmente de hemodiálise. Já definimos uma nova clínica de hemodiálise do Hospital Regional. Nós definimos, na semana passada, a ampliação de leitos naquela região através do Geraldo Rezende e sua equipe para ampliar o suporte às Unidades de Terapias Intensivas, as UTIs. Estamos assinando um convênio com a prefeitura de R$ 6 milhões para fazer recapeamento e pavimentação asfáltica de novos bairros e o Distrito do Areado que vai ganhar R$ 1 milhão – uma solicitação do município para pavimentação urbana.


Voltar


Comente sobre essa publicação...