Semana On

Quinta-Feira 02.jul.2020

Ano VIII - Nº 399

Coluna

Com ‘janela’ aberta, vereadores fazem as contas para trocar de partido

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 04 de Março de 2020 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Foi aberta na última quinta (dia 5) a "janela" da Justiça Eleitoral que permite a vereadores que pretendem disputar a reeleição, ou prefeituras, mudar de partido sem risco de perder o mandato. O prazo vai até 3 de abril, seis meses antes da eleição de 4 de outubro. Em Campo Grande, a primeira a anunciar a troca foi a vereadora Dharleng Campos, que deixará o Progressistas (antigo PP) para se filiar ao MDB a convite de lideranças da sigla. Ao trocar de partido, os vereadores buscam melhores condições para tentar a reeleição, o que gera muitas dúvidas. Na Capital, pelo menos oito seguem fazendo das contas, pois a decisão deve ser muito bem estudada. Uma sigla maior, por exemplo exige mais votos para se eleger e aumenta o risco de servir apenas para reforçar votos de legenda para nomes de maior expressão. Tudo isso gera mais indecisões. "Este é o mês do vereador louco... por partido", brinca um integrante da Casa. A maioria quer migrar para siglas que apoiam Marquinhos Trad, mas até o partido do prefeito corre risco de ter alguma baixa. Nos bastidores, dizem que um integrante da sigla estaria com conversas adiantadas com o PT.

'Filiação de Datena é uma prova do fortalecimento do MDB', diz Marun

"A filiação do Datena é uma prova do processo de fortalecimento que vive o MDB. É um nome nacional, respeitado, e que hoje durante seu pronunciamento na filiação demonstrou grande conhecimento da política e, principalmente, demonstrou uma perfeita sintonia com os princípios do nosso partido. Em seu discurso ele deve ter falado mais de dez vezes a palavra democracia, que é a base da existência do MDB", disse o ex-ministro Carlos Marun, após participar hoje do ato de filiação do apresentador de TV José Luiz Datena ao MDB na sala da presidência da sigla na Câmara dos Deputados. Para Marun, Datena "é uma pessoa que tem condições de disputar qualquer eleição". Ouça abaixo.

Em discurso, Datena disse que escolheu o partido por sua história, destacou a trajetória de Ulysses Guimarães, elogiou o ex-presidente Michel Temer e disse Rodrigo Maia, presente ao evento, "foi a melhor coisa que conheci na política nos últimos tempos", afirmando em seguida que "polarização" é uma palavra "que representa ódio", ao defender a democracia. Cotado a disputar a Prefeitura de São Paulo, ainda não há definição sobre a participação de Datena nas eleições, mas ele afirmou recentemente ao Estadão que avalia ser vice do prefeito Mário Covas (PSDB).

Simone Tebet no Roda Viva

Na noite da próxima segunda-feira (9), dia seguinte ao Dia Internacional da Mulher, o programa Roda Viva apresentado por Vera Magalhães na TV Cultura vai ao ar com a bancada formada inteiramente por jornalistas mulheres. E a entrevistada o dia será a senadora Simone Tebet (MDB-MS), primeira mulher a presidir a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), principal comissão do Senado.

Rudel sairá da MSGás e voltará depois de duas décadas ao comando do Detran

Rudel Espíndola Trindade Junior deixará a presidência da MSGás para assumir a direção do Detran-MS. O governo de MS alega que o rearranjo ocorre após a lacuna deixada pelo assassinato do assessor especial de Gestão Política e ex-prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini, há duas semanas, morto por um funcionário durante discussão em sua fazenda, cargo que será preenchido pelo atual diretor do Detran e ex-prefeito de Laguna Carapã, Luiz Carlos da Rocha Lima. Para presidir a MSGás, o escolhido é o atual diretor de Administração e Finanças, Rui Pires dos Santos, cujo nome ainda terá de ser aprovado pelo conselho da estatal. Engenheiro civil com mestrado e doutorado em Engenharia de Transporte pela UERJ, o aquidauanense Rudel já presidiu o Detran durante o governo de Wilson Martins (1995-1998) e comandou Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) de Campo Grande, no segundo mandato do prefeito Nelsinho Trad (2009-2012).

Adversários do prefeito se reúnem para discutir as eleições em Aquidauana

Em Aquidauana, a médica Viviane Orro, esposa do ex-prefeito e atual deputado Felipe Orro (PSDB), que pretende disputar a prefeitura da cidade nas eleições deste ano pelo PSD, reuniu em sua casa outros dois pré-candidatos à cadeira ocupada pelo prefeito Odilon Ribeiro (PSDB): o vereador Yousseff Saliba (PDT) e o empresário Joaquim Passos, que deve definir nos próximos dias sua filiação partidária. Após o encontro, os três afirmaram em nota à imprensa "que o apelo unificador das pré-candidaturas é, principalmente, oferecer aos aquidauanenses novos e inovadores modelos de gestão, para que a sociedade participe efetivamente da administração do município e atue diretamente na definição das prioridades e investimentos". O prefeito que se cuide.  


Voltar


Comente sobre essa publicação...