Semana On

Quinta-Feira 09.abr.2020

Ano VIII - Nº 387

Campo Grande

Casa da Mulher Brasileira apresenta resultados dos cinco anos de existência

Trabalho desenvolvido tem ganho a confiança das mulheres e da sociedade, disse a subsecretária de Políticas Públicas para a Mulher, Carla Stephanini

Postado em 04 de Março de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Casa da Mulher Brasileira, gerida pela Subsecretaria de Políticas para Mulher (SEMU), em Campo Grande, completou cinco anos de existência no mês passado e foi a primeira do país a ser implementada. Durante esse período, várias conquistas tem sido obtidas como a redução dos crimes graves na capital sul-mato-grossense, apresentados pelo Departamento de Polícia Civil de MS em janeiro de 2020. Além disso, oferece diversos serviços que a tornaram referência no país. Buscando apresentar esses resultados, bem como as políticas públicas que tem sido desenvolvidas pelo município no combate e prevenção de crimes contra as mulheres, a SEMU promoveu um encontro na manhã do úlrimo dia 3, na CMB.

Para o prefeito Marquinhos Trad, as conquistas obtidas se devem ao trabalho em equipe e profissionalismo de todos os integrantes que compõe os serviços oferecidos pela Casa. “Os números apresentados aqui não são resultados exclusivos da atual gestão, são muitos profissionais envolvidos que prestam um serviço de excelência e que tem, de fato, impactado tanto na conscientização dos crimes que envolvem a mulher, como também no incentivo delas buscarem ajuda para romperem o ciclo de violência”.

A subsecretária de Políticas Públicas para a Mulher, Carla Stephanini, enfatizou que o trabalho desenvolvido tem ganho a confiança das mulheres e da sociedade campograndense e que a informação é fundamental para que as mulheres possam acessar seus direitos.

“Nós temos que promover o empoderamento das mulheres, precisamos dar o protagonismo socioeconômico para elas, nesse sentido as políticas públicas são fundamentais para acelerar esse processo. Nós trabalhamos na prevenção- formação, capacitação, palestras, campanhas educativas, geração de renda, organização de mulheres, com o grupo Lideranças Participativas nas diversas regiões da cidade-  e na proteção delas”, afirma.

Dentre os serviços que fazem parte das políticas públicas desenvolvidas para as mulheres destacam-se o projeto Lideranças Participativas, o qual a informação chegas até as mulheres, o programa SEMU vai aos Bairros e auxilia na geração de renda e autonomia econômica. Em relação a Casa da Mulher Brasileira cabe salientar que seu funcionamento é 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive feriados. Além disso, ela oferece diversos serviços integrados que vão desde a recepção das mulheres agredidas, acolhimento, passando pelo acompanhamento psicossocial continuado e até encaminhamento para o mercado de trabalho.

Relatório de Fluxos de Atendimentos dos setores integrados da Casa da Mulher Brasileira no período de 03/02/2015  a 31 Dezembro de 2019

Recepção  (também com retorno das mesmas):

• 68.173

Atendimentos e encaminhamentos realizados nos setores integrados:

• 441.885

DEAM – Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher:

• Boletins de Ocorrências: 36.559

3a Vara de Violência Doméstica e Familiar c/ a Mulher:

• Concessão de Medidas Protetivas: 16.935

MPE – 72a Promotoria de Justiça:

• Atendimentos: 64.590

Defensoria Pública:

• Atendimentos: 19.142

GCM/Patrulha Maria da Penha:

• Atendimentos: 30.064

-

• Ano: (2015)
– Recepção – (Mulheres atendidas também com o retorno):
Total: 8.770
– Encaminhamentos/realizados nos setores Integrados:
Total: 36.381
_______________________________________________________________

• Ano: (2016)
– Recepção – (Mulheres atendidas também com o retorno)
Total: 13.151
– Encaminhamentos/realizados nos setores Integrados:
Total: 72.222
_______________________________________________________________

• Ano: (2017)
– Recepção – (Mulheres atendidas também com o retorno)
Total: 12.710
– Encaminhamentos/realizados nos setores Integrados:
Total: 70.984
_______________________________________________________________

• Ano: (2018)
– Recepção – (Mulheres atendidas também com o retorno)
Total: 15.604
– Encaminhamentos/realizados nos setores Integrados:
Total: 114.445
_______________________________________________________________
• Ano: (2019)
– Recepção – (Mulheres atendidas também com o retorno)
Total: 17.938
– Encaminhamentos/realizados nos setores Integrados:
Total: 148.548
______________________________________________________

• DEZEMBRO: (2019) – (mensal)
– Recepção: 1.214 (Mulheres atendidas também com o retorno)

– Encaminhamentos: 9.987 realizados nos setores Integrados:

Total: 11.201


Voltar


Comente sobre essa publicação...