Semana On

Terça-Feira 25.fev.2020

Ano VIII - Nº 381

Campo Grande

Com obras aceleradas, Guanandizão pode ser entregue em abril

Vistorias garantem segurança do torcedor no Morenão

Postado em 17 de Janeiro de 2020 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A reforma e adequação do Ginásio Avelino dos Reis, o Guanandizão, na Capital, segue em ritmo acelerado e a expectativa é de entrega em abril. De acordo com o secretário especial de Gestão Política da Capital, Carlos Alberto de Assis, as obras estão 10% adiantadas, em relação a última previsão, que era maio.

Carlos Alberto de Assis visitou a praça de esportes no último dia 16. “O teto está pronto, a parte elétrica e as cadeiras foram assentadas e o piso está sendo feito. Em abril deve ficar pronto e em junho vamos poder receber jogo da Seleção Brasileira de Vôlei”, comemorou.

Com recursos de R$ 1,8 milhão do Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, a reforma e adequação inclui também a recuperação da parte hidráulica, vestiários, alojamentos, banheiros, pintura e reurbanização da área externa do complexo esportivo. Entre as melhorias também estão adaptações para garantir acessibilidade e segurança.

Inaugurado em 1984, o Guanandizão foi palco de eventos importantes como a partida Brasil x Portugal pela Liga Mundial de Vôlei, em 2004, e o show do cantor Roberto Carlos, em 2013 – o último evento realizado antes da interdição.

Localizado na avenida Ernesto Geisel, na Vila Nhanhá, o ginásio poliesportivo estava interditado pelo Corpo de Bombeiros Militar por conta de falhas na estrutura hidráulica.

Por determinação do governador Reinaldo Azambuja, o local está sendo totalmente revitalizado. A obra orçada inicialmente em R$ 2,387 milhões foi licitada por R$ 1,881 milhão – uma economia superior a meio milhão de reais.

Com a reforma, o local voltará a abrigar, além de eventos da Seleção Brasileira de Vôlei, grandes partidas de futsal, competições esportivas escolares e universitárias e eventos culturais e religiosos.

Morenão

Carlos Alberto de Assis também acompanhou nesta semana as melhorias que estão sendo feitas pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) no Estádio Universitário Pedro Pedrossian, o Morenão, para garantir a segurança dos torcedores durante o Campeonato Sul-Mato-Grossense de futebol.

“Este é um templo sagrado do esporte. Todos estão empenhados, dentro do prazo, fazendo a sua parte para entregar as melhorias, cumprir a lei federal e garantir a segurança do torcedor”, explicou Carlos Alberto de Assis.

Corpo de Bombeiros e Polícia Militar vão fazer uma vistoria na próxima quarta-feira (22), às 10h, para verificar se todas as exigências foram cumpridas e liberar o estádio para a competição.

De acordo com o tenente-coronel Gidevaldo de Souza Lima, da Polícia Militar, parte das exigências do Estatuto do Torcedor já foram cumpridas, como a implantação do sistema de monitoramento de câmeras e a troca de guarda-corpos.

No entanto, outras melhorias ainda precisam ser feitas como limpeza dos banheiros e vestiário dos atletas e a desocupação da sala dos árbitros, que estava com entulhos. O asfalto em frente ao estádio também apresentava buracos e entulhos, mas está sendo recapeado.

Segundo o calendário do Campeonato Estadual de Futebol, apesar da competição ter início na quarta-feira (22.1), o primeiro jogo no Morenão será realizado somente no dia 1º de fevereiro, entre Comercial e Águia Negra.

Arena esportiva

Após o Campeonato Estadual, o maior estádio de Mato Grosso do Sul será reformado pelo Governo do Estado em um investimento de R$ 4 milhões. O Morenão será transformado em uma arena multiuso, se transformando não apenas em um palco de futebol, mas também de shows musicais.


Voltar


Comente sobre essa publicação...