Semana On

Quinta-Feira 28.mai.2020

Ano VIII - Nº 394

Campo Grande

SAMU tem frota totalmente renovada e aumenta efetividade do serviço

Campo Grande foi apontada como a capital onde o SAMU faz mais atendimentos proporcionalmente à população

Postado em 26 de Dezembro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura de Campo Grande entregou no último dia 17 seis novas viaturas ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional Campo Grande. De abril até agora, foram 13 novas viaturas entregues, o que contribui para manter 100% da frota em operação e, consequentemente, reflete na melhoria das condições de segurança para pacientes e servidores, além da diminuição do tempo-resposta dos atendimentos.

Durante a solenidade de entrega, o prefeito Marquinhos Trad lembrou que no início da gestão, em 2017, o SAMU estava operando apenas com três ambulâncias. “Quando assumimos o serviço tinha apenas três ambulâncias rodando  e hoje temos 13 viaturas novas novinhas rodando. Isso é resultado do trabalho de toda a equipe e fruto de articulação e união de esforços e quem ganha é a população com um serviço mais rápido e de qualidade”, diz.

A coordenadora do SAMU Regional Campo Grande, Maithê Vendas Galhardo, reconhece os esforços da gestão e relembra tempos difíceis vivenciados frente ao serviço.

“É preciso reconhecer que ter 13 viaturas novas entregues em menos de 1 ano é uma coisa inédita na história do SAMU. Podemos dizer que existe o SAMU antes e depois do apoio desta gestão. Uma gestão que abraçou nossos problemas e buscou as soluções. Sofríamos com a defasagem da frota, com as viaturas rodando em situações críticas, até mesmo remendada com pedaços de esparadrapo, sem as mínimas condições. Portanto isso é um feito louvável que certamente irá trazer reflexos na melhoria da assistência da população e de certa forma nos proporciona também melhores condições de trabalho”, complementa.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, José Mauro Filho, além de manter a frota 100% operacional, com as novas viaturas, será possível criar uma unidade específica de transporte inter-hospitalar o que, por sua vez, deve impactar também de forma positiva no tempo de atendimento das demais ocorrências.

“Hoje o SAMU é responsável por fazer o transporte de pacientes que estão na UPA para o hospital e isso de certa forma gera um impacto porquê a viatura precisa que poderia ser deslocada para um acidente, por exemplo, estaria ocupada atendendo esse paciente. Tendo um serviço exclusivo para fazer esse transporte nós conseguiremos manter 100% das viaturas na rua e dar mais agilidade ao serviço”, comenta.

Conforme o secretário, o projeto de  implantação desta unidade ainda está processo de elaboração e deve ser submetido ao Conselho Municipal de Saúde para avaliação até que possa ser efetivamente colocado em prática.

Ele reforça que as novas ambulâncias substituirão outras que já estão rodando, que parte servirá como ambulância reserva, para, quando houver necessidade de manutenção naquelas que estão circulando, o atendimento ao público não fique defasado.

Ao todo foram, investidos mais de R$ 1,3 milhões do tesouro municipal na aquisição das seis novas viatura. Para melhorias futuras, ainda há o planejamento de aquisição de mais motolâncias, que agilizam o atendimento à população.

O SAMU 192 Campo Grande conta com 13 viaturas, sendo três avançadas e 10 básicas, além de duas motolâncias.

Referência nacional

Campo Grande é apontada pela revista Emergência, referência no assunto, como a capital onde o SAMU faz mais atendimentos proporcionalmente à população. De janeiro até o início de dezembro foram mais de 36 mil atendimentos.


Voltar


Comente sobre essa publicação...