Semana On

Quinta-Feira 23.jan.2020

Ano VIII - Nº 376

Brasil

Não vão nos calar e nem nos intimidar, diz Fabio Porchat após atentado contra a sede do Porta dos Fundos

Extremistas de direita atacam a sede do grupo com coquetéis molotov no Rio

Postado em 25 de Dezembro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Depois de ter a produtora do Porta dos Fundos atacada por coquetel molotov, na véspera do Natal, os integrantes do grupo de humor reagiram em suas redes sociais. Fabio Porchat disse que não irá se intimidar.

—  Não vão nos calar. Nunca! É preciso estar atento e forte — comentou na sua conta no Twitter.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nada nem ninguém vai nos parar ou nos calar. Na madrugada do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, a sede do Porta dos Fundos foi vítima de um atentado. Foram atirados coquetéis molotov contra nosso edifício. Um dos seguranças conseguiu controlar o princípio de incêndio e não houve feridos apesar da ação ter colocado em risco várias vidas inocentes na empresa e na rua. O Porta dos Fundos condena qualquer ato de violência e, por isso, já disponibilizou as imagens das câmeras de segurança para as autoridades e espera que os responsáveis pelos ataques sejam encontrados e punidos. Contudo, nossa prioridade, neste momento, é a segurança de toda a equipe que trabalha conosco. Assim que tivermos mais detalhes, voltaremos a nos manifestar. Mas, por enquanto, adiantamos que seguiremos em frente, mais unidos, mais fortes, mais inspirados e confiantes que o país sobreviverá a essa tormenta de ódio e o amor prevalecerá junto com a liberdade de expressão.

Uma publicação compartilhada por João Vicente De Castro (@joaovicente27) em

O ataque

A sede do programa de humor foi alvo de um atentado na madrugada do dia 24, véspera de Natal. Por volta das 4h, dois coquetéis molotov foram atirados contra a fachada do edifício onde funciona a produtora, no Humaitá, zona sul do Rio de Janeiro. Segundo a assessoria de imprensa do grupo, um dos seguranças conseguiu controlar o princípio de incêndio e não houve feridos. O caso foi registrado como crime de explosão na delegacia de Botafogo, bairro vizinho.

As imagens do ataque, entregues à Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro, mostram que pelo menos três pessoas participaram da ação. Dois homens desceram de uma caminhonete e um outro de uma motocicleta.

A Polícia Civil disse que realizou uma perícia no local e que a equipe do Esquadrão Antibombas arrecadou fragmentos dos artefatos explosivos para análise. Informou também que diligências estão em andamento para esclarecer o caso.

Intolerância religiosa

Grupos religiosos estão em campanha contra o "Especial de Natal Porta dos Fundos: A primeira tentação de cristo", no ar na Netflix desde 3 de dezembro. No filme de 46 minutos, Jesus (Gregorio Duvivier) está prestes a completar 30 anos, e é surpreendido com uma festa de aniversário quando voltava do deserto acompanhado do namorado, Orlando (Fabio Porchat). A sátira com um Jesus gay despertou a ira de alguns setores religiosos, que já pediram a censura da produção.

Até o último dia 20, já havia no país ao menos sete ações na Justiça contra o serviço de streaming Netflix, onde o conteúdo está disponível, ajuizadas por lideranças de igrejas cristãs que se sentiram ofendidas com a paródia bíblica. 

Todas pedem a censura do programa, e seis já foram negadas. Uma delas, que ainda não foi julgada, foi proposta por um grupo de representações e lideranças evangélicas, incluindo o presidente da Câmara Municipal de São Paulo, Eduardo Tuma. Junto com o Conselho Nacional dos Conselhos de Pastores do Brasil e o bispo Robson Rodovalho, Tuma requer uma indenização de R$ 1 milhão por dano moral coletivo e indenizações individuais em valor "não inferior a R$ 1.000" a todos os cristãos que se sentirem lesados. 

O advogado que protocolou a ação, Ricardo Hasson Sayeg, diz que não considera que o pedido de retirada do programa do ar configura censura. "A gente entende que [o programa] foi além do direito de manifestação artística", afirma.

Grupo levou o Emmy Internacional por Melhor Comédia

O "Especial de Natal Porta dos Fundos", do Brasil, levou o Emmy Internacional na categoria Comédia, durante a 47ª cerimônia de premiação, no último dia 25, que reconhece os melhores programas de televisão produzidos e transmitidos fora dos Estados Unidos. A cerimônia foi realizada em Nova York.
 

 


Voltar


Comente sobre essa publicação...