Semana On

Terça-Feira 18.fev.2020

Ano VIII - Nº 380

Legislativo

Nos 50 anos da BR-163, vereador Prof. João Rocha critica a demora da duplicação da rodovia

CCR MSVia precisa duplicar 845 quilômetros da BR-163 em 5 anos. Até agora, no entanto, foram duplicados exatos 150,4 km, o que representa 17,7% do total

Postado em 13 de Dezembro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Durante a sessão ordinária do último dia 12, o presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Prof. João Rocha fez uma analogia à comemoração dos 50 anos da BR-163. O trecho da BR-163 entre Nova Alvorada do Sul e Campo Grande completou 50 anos de inauguração nesta semana.

Na ocasião, o parlamentar criticou a demora da duplicação da BR-163. “Gostaríamos de estar comemorando sua duplicação, mas não deixa de ser válido falar da história e fazer essa reflexão, que sirva de provocação para atravessarmos esse gargalho da duplicação”, avaliou.

O vereador reforçou sua preocupação. “Pelo contrato já era para estar pronta a duplicação e encontra-se parada e pagando pedágio. Quero deixar registrada nossa preocupação. Que ano que vem possamos comemorar a duplicação dessa BR tão importante”, disse.

BR-163

A CCR MSVia tem como obrigação contratual duplicar os 845 quilômetros da BR-163 em 5 anos. Até agora, no entanto, foram duplicados exatos 150,4 km, o que representa 17,7% do total.

A BR-163 tem 845,4 quilômetros de extensão e cruza todo o Mato Grosso do Sul, desde a divisa com o Paraná, ao Sul, na cidade de Mundo Novo, até a divisa com Mato Grosso, ao Norte, na cidade de Sonora. A rodovia passa por 21 municípios, entre eles a capital, Campo Grande, e serve a mais de 1,3 milhão de habitantes.


Voltar


Comente sobre essa publicação...