Semana On

Quarta-Feira 13.dez.2017

Ano V - Nº 283

Governo dengue

Auau Miau

Como tratar um cão machucado por máquina de tosa

Ferimentos são comuns e causam mal estar no animal.

Postado em 24 de Setembro de 2014   - Redação Semana On

Cães que são tosados com máquinas estão sujeitos a irritações na pele, frequentemente chamadas de queimaduras de navalha. Cães que são tosados com máquinas estão sujeitos a irritações na pele, frequentemente chamadas de queimaduras de navalha.

Cães que são tosados com máquinas estão sujeitos a irritações na pele, frequentemente chamadas de queimaduras de navalha. Essa condição pode ocorrer graças ao aquecimento das lâminas da máquina, falta de corte ou raspagem muito próxima da pele, resultando em pequenos cortes e irritações ou outros problemas. Embora esses machucados tendam a se curar sozinhos, existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar o animal a sarar mais rapidamente. Esse procedimento também pode ajudar a tratar um ferimento que não está curando sozinho.

Para tratar os ferimentos, aplique um óleo, como o de vitamina E, diretamente sobre as áreas afetadas. Isso ajuda a confortar a região machucada e evita que o cachorro agrave mais a situação coçando ou mordendo. Pouca coisa é necessária para o tratamento com vitamina E, portanto, não aplique muito.

Embora esses machucados tendam a se curar sozinhos, existem algumas coisas que você pode fazer para ajudar o animal a sarar mais rapidamente.

Passe talco diretamente sobre as áreas onde o machucado aparece vermelho, incrustado ou esvaindo. Os melhores tipos de talco podem ser obtidos através de um veterinário que pode recomendar um talco anti-histamínico para reduzir a coceira ou um talco com antibiótico, caso a área afetada aparente estar começando a infectar.

Evite que o cão morda ou coce a área colocando um grande cone plástico no pescoço dele por alguns dias. Se ele continuar a coçar ou morder a região, isso pode fazer com que a irritação se alastre e uma infecção séria se desenvolva.

Cubra qualquer ferimento que o cão consiga alcançar com um spray ou creme que tenha um sabor desagradável. Isso fará com que a maioria dos cães evite lamber ou morder o local machucado, auxiliando no processo de cura.

Leve o cão para um veterinário se o machucado começar a liberar pus, inchar ou demonstrar outros sinais de infecção. Também leve-o ao veterinário se o ferimento não apresentar sinais de melhora após uma semana. Talvez seja necessário uma dose de antibióticos por via oral para eliminar uma infecção secundária na região.


Voltar


Comente sobre essa publicação...