Semana On

Sábado 14.dez.2019

Ano VIII - Nº 375

Cultura e Entretenimento

Bares onde respeito e defesa da democracia são destaque no cardápio

Não faz sentido gastar nosso suado dinheirinho naquele bar que não respeita as minas, gays, que tolera atitude racista, que ignora direitos ou maltrata funcionário

Postado em 21 de Novembro de 2019 - Cláudia Motta -(BA ), Semana On

Genuíno, espaço democrático em Campo Grande (MS) Genuíno, espaço democrático em Campo Grande (MS)

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Por muitas razões, bares podem ser verdadeiros refúgios de guerreiros e guerreiras, seja pra descansar da luta, seja para festejar as vitórias. Celebrar um grande dia, ou esquecê-lo. E as ruas e calçadas deste país têm uma infinidade deles. Mas, com tantas opções, não faz sentido gastar o suado dinheirinho naquele bar que não respeita as minas, as gays e os gays, que tolera atitude racista, barra canto de Marielle vive, que ignora direitos trabalhistas ou maltrata funcionário.

Este guia de bares e restaurantes de diversas cidades do país foi construído de forma colaborativa. As informações descritivas foram retiradas das redes sociais e das avaliações dos frequentadores. Ele não tem a pretensão de ser um roteiro completo de lugares onde se pode encontrar boas bebidas, boas comidas e – talvez o mais importante – boas conversas. Mas são dicas carinhosas, de gente muito especial, e a ideia é que seja ampliado, igualmente de forma colaborativa.

Ajude a enriquecer esse registro de lugares bacanas, onde o desrespeito, o fascismo, o racismo, o machismo e a homofobia não ficam nem na calçada. Mande sua dica.

-

CAMPO GRANDE

Genuíno

Espaço de arte, bebidinhas e petiscos em Campo Grande (MS).

Rua Aporé, 97

Brava

"Bora celebrar que o mundo tá precisando. Menos com fascista!", diz o post de abertura do bar no Facebook.

Av Calógeras, 3100

Sarau de Segunda

Espaço livre na Praça dos Imigrantes, com música, arte, bebidinhas e petiscos.

Praça dos Imigrantes (Rui Barbosa, 65)

Jurema

A varanda mais acolhedora de Campo Grande.

Rua Joaquim Murtinho, 37

SÃO PAULO

Amigo Giannotti

Fundado em 1910, o bar tem sangue italiano correndo pelas veias. A fogazza com receita da família divide o cardápio com outros pratos muito bem avaliados, como o nhoque da fortuna servido todo dia 29. O ambiente é decorado como os botecos de antigamente.

Rua Santo Antonio, 1.106, Bela Vista, (11) 3211-3256

Armazém do Campo

A loja de produtos agroecológicos, orgânicos e da agricultura familiar divide espaço com um café e um bar onde não faltam cerveja gelada nem drinques especiais, como o Lula Libre (vodka, Campari, suco de limão e melaço). Aos finais de semana, almoços preparados por chefs reconhecidos da culinária brasileira lotam a casa.

Alameda Eduardo Prado, 499, Campos Elíseos, (11) 3333-0652

Al Janiah

O nome da casa homenageia uma vila palestina de onde foram expulsos os pais do idealizador do espaço. O ambiente político e cultural conta com bar e restaurante de culinária árabe de excelente qualidade e preço, atrações musicais e debates.

Rua Rui Barbosa, 269, Bela Vista, (11) 98701-3563.

Baderna

Com o espírito de Marietta Baderna, dançarina que provocou entre os conservadores no século 19, o bar abre espaço para causas e cenas artísticas, uma casa livre e independente, aberta e acolhedora. Litrão barato, cervejas artesanais, drinques e um cardápio 100% vegano acompanham a música boa e variada.

Rua Oscar Freire, 2.529, Pinheiros, (11) 95853-2347.

Bar Amigos do Zé – BaZ

Inaugurado em 2013, na Praça Roosevelt, o bar ocupa um espaço aconchegante em uma das ruas mais boêmias do centro de São Paulo. Com a proposta de um lugar para reunir os amigos, o BaZ (pronuncia-se bazê) reúne quem curte cerveja gelada e petiscos gostosos.

Praça Franklin Roosevelt, 92, Centro, (11) 3257-5888.

Bar do Alemão

Não é qualquer bar que chega ao cinquentenário novo em folha, mantendo a linha musical, brasileiríssima, o chope sempre bem tirado e a mesma comidinha que parece feita em casa. Isso desde a fundação, em 1968, aquele ano que não acabou. No Bar do Alemão, como na vida boêmia e nos grandes amores, o melhor ainda está por acontecer. Avenida Antártica, 554, Água Branca, (11) 3862-5975.

Bar do Baixo

Um boteco para chamar de seu. No coração da Vila Madalena, um lugar onde todas as tribos se encontram e se conectam, o bar tem cerveja gelada, arte, comidinhas especiais e ótimos drinques.

Rua Girassol, 67, Vila Madalena, (11) 2893-9485.

Bar do Frango

Espaço de cultura e resistência importantíssimo na zona leste de São Paulo, o bar tem mais de trinta anos de tradição. Todo último domingo do mês (às 18h), o Sarau do Bar do Frango, recebe ótimos poetas e músicos. Boas cachaças, cervejas, frango frito e outras opções de pratos para acompanhar.

Avenida São Lucas, 479, Parque São Lucas, (11) 2345-8688.

Bar do Gê

Inaugurado em 1972 pelo seu Geraldo, está aos cuidados do filho Genildo. Um bar onde amigos se encontram para tomar cerveja gelada acompanhada por amendoim.

Rua Caetés, 509, Perdizes, (11) 2841-6447.

Bar do Gerson

Era 1989 quando as portas do bar abriram pela primeira vez. À época, eram servidos apenas lanches, porções, bebidas e caldo de mocotó, principalmente aos trabalhadores das indústrias Matarazzo, Rochester e outras pequenas empresas do bairro. Com o tempo, a mesa de bilhar deu lugar ao salão de almoço. Em ambiente descontraído, com música alegre, serve petiscos, lanches e aquela cerveja gelada.

Rua Caetano Pinto, 609, Brás, (11) 4564-9484.

Bar do Netão

Representante do movimento underground de São Paulo no início dos anos 2000, o Bar do Netão reabriu em 2016 com nova proposta que busca resgatar um espírito livre e divertido, sem rótulos nem preconceitos.

Rua Augusta, 584, Consolação, (11) 3477-6075.

Boteco Pratododia

Vinil, amigos, drinques, chope artesanal e mais de 40 rótulos de cerveja que levam você a várias partes do mundo apenas com uma garrafa. O bar abre de quinta a domingo trazendo o melhor do groove em discos de vinil e com programação variada para animar a pista de dança. Vale verificar eventos que são voltados para a boa música.

Rua Barra Funda, 34, Barra Funda, (11) 2371-8517.

Boteco Socialista

Ponto de encontro e de atividades solidárias e gratuitas, como cursinho populares pré-vestibular, aulas públicas, atendimento psicológico a vítimas de violência doméstica; equipamento de som para ensaio de bandas e músicos. O bar, com produtos da agricultura solidária, promove saraus, slam, sessões de cinema e mantém um clube do livro.

Avenida Corifeu de Azevedo Marques, 1.880, Butantã, (11) 94911-6572.

Capivara Bar

Com cardápio que muda diariamente, com foco em peixes e frutos do mar, o bar que funciona de segunda a quinta-feira serve ainda guloseimas para vegetarianos, cerveja e alguns vinhos.

Rua Dr. Ribeiro de Almeida, 157, Barra Funda.

Casa Barbosa

Na casa tombada pelo patrimônio histórico funciona um autêntico boteco brasileiro. Cerveja gelada, ótimos petiscos e muita música boa fazem lotar o casarão.

Rua Rui Barbosa, 559, Bixiga, @casabarbosabixiga.

Casa da Luz – Espaço Cultural

O espaço de cultura alternativa funciona onde em 1900 estava instalada uma hospedaria. Um enorme imóvel, templo de louvor à música, arte, às culturas ancestrais e alternativas.

Rua Mauá, 512, Centro, (11) 3326-7274.

Catzo Boteco Italiano

Boteco em fase experimental, com influência da cozinha italiana, na rua mais italiana de São Paulo. O bar serve coquetéis e cervejas artesanais, além de petiscos. Boa música para acompanhar em ambiente aconchegante e relaxado.

Rua Treze de Maio, 772, Bela Vista, (11) 99668-5626.

Cemitério de Automóveis Teatro e Bar

Desde 2013 o espaço mantém um grupo de teatro que apresenta peças alternativas, oficinas, shows. Ambiente irreverente com sinuca e bar de onde sai a cerveja gelada servida por um preço honesto.

Rua Frei Caneca, 384, Consolação, (11) 2371-5743.

Cervejaria Central

Bar que produz as próprias cervejas, todas muito elogiadas, serve carnes maturadas e frutos do mar.

Rua Jesuíno Pascoal, 101, Vila Buarque, (11) 98162-4794.

Cervejaria Zuraffa

Amigos e apreciadores de cervejas, cervejeiros caseiros que se tornaram profissionais e servem suas produções artesanais, além de porções e drinques.

Rua Artur de Azevedo, 1.902, Pinheiros, (11) 96179-5878.

Conceição Discos

Os pratos do dia preparados por Thalita Barros, as tortas e doces, se misturam nesse café, restaurante e bar que serve suas bebidas em um ambiente criativo com coleção de discos de vinil à disposição.

Rua Imaculada Conceição, 151, Vila Buarque, (11) 3477-4642.

Copanzinho Bar

Entre os fundos do tradicional edifício Copan e a Avenida São Luís, o bar oferece pratos, sanduíches e outras variedades tradicionais de balcão. As mesas espalhadas pela rua sem saída combinam perfeitamente com a cerveja sempre gelada.

Avenida São Luís, 130, Fundos, (11) 3129-7695.

Ecla e Toca do Saci

No sobrado funcionam o Espaço Cultural Latino-Americano (Ecla) e o Cineclube Walter da Silveira, unindo cultura e pesquisa. O espaço, que serve cerveja gelada, drinques e petiscos, estimula a promoção da diversidade cultural e social. Aberto a pessoas com preocupação social, não ostenta opção partidária, segundo informa, pois o movimento da cultura e da pesquisa se fortalece com diversidade e autonomia.

Rua Abolição, 244, Bixiga, (11) 3104-7401.

Exquisito

Pratos e petiscos de toda a América Latina, tacos mexicanos, baleadas hondurenhas, ceviche peruano. Tudo preparado com muita qualidade para acompanhar mojitos, daiquiris, margaritas, micheladas, além da carta de cervejas. E aos finais de semana tem música caribenha.

Rua Bela Cintra, 532, Consolação, (11) 3854-6522.

Fatiado Discos

Tudo começou com uma paixão por discos, cervejas artesanais e uma vida simples de bairro. O bar toca música boa, trabalha com produtores artesanais, desde o chope IPA, passando pelo queijo canastra e a linguicinha curada. Instalado em um bairro residencial, avisa: fecha cedo e mantém o volume das pickups em nível razoável.

Avenida Professor Alfonso Bovero, 382, Sumaré, (11) 2769-0083.

Fel

Bar com clássicos da coquetelaria revisitados. Músicas tristes e pouca luz compõem o ambiente intimista.

Avenida Ipiranga, 200, térreo 69, República, (11) 3237-2215.

Garagem da Pompeia

Exatamente como informa o nome, o bar funciona na garagem de uma casa em uma rua tranquila do bairro da Pompeia. Sanduíches de carne louca e rosbife, escondidinho de carne seca, piadinas e bruschettas compõem o cardápio com drinques bem preparados e a cerveja gelada que fazem o espaço sempre muito disputado.

Rua Dr. Miranda de Azevedo, 58, Pompeia, (11) 98743-9229.

A Gruta Bar

Desde 1980, a casa descontraída funciona no porão de um prédio no centro de São Paulo. Além da vasta opção de bebidas, tem petiscos e diversão na certa com bilhar, jogos de tabuleiro (xadrez, dama, gamão), cartas, dominó e pôquer.

Rua Major Quedinho, 112-A, Centro, (11) 3231-0185.

Igrejinha

Desde 2012 o bar recebe os clientes como amigos, como se estivessem em casa. O ambiente acolhedor, com sofazinhos e pouca luz, tem no cardápio drinques clássicos bem preparados e petiscos de dar água na boca.

Rua Fernando de Albuquerque, 302, Consolação, (11) 2769-8794.

Mandíbula

Ampla área externa e grafite nas paredes compõem o espaço. Boa música e excelentes drinques, com destaque para o gim tônica, são os destaques desse bar que fica dentro da Galeria Metrópole. Por isso, atenção aos horários de entrada para não perder a viagem: até às 22h de segunda a quarta e até meia-noite quinta e sexta. Sábado, os bares não abrem à noite e a galeria fecha às 18h.

Praça Dom José Gaspar, 106, Piso 2, cj. 40, República, (11) 3129-3556.

Mercearia São Pedro

Desde 1968 é uma mistura de boteco, livraria e armazém. Com uma área ao ar livre e mesas na calçada, serve almoço e bons petiscos, como os pastéis quentinhos. Boa opção para tomar uma cerveja gelada nas tardes de sol.

Rua Rodésia, 34, Vila Madalena, (11) 3815-7200.

Metropol

Clima alternativo, com música ao vivo, petiscos, cervejas e drinques clássicos.

Rua Bento Freitas, 290, República.

Mundo Pensante

Centro cultural que integra bar, alimentação, palco para apresentações musicais e uma varanda. O Mundo Pensante investe seus recursos na difusão da arte em eventos variados que passeiam do jazz ao samba, do show intimista a festas que vão até o sol nascer.

Rua Treze de Maio, 830, Bixiga, (11) 5082-2657.

Ó do Borogodó

Desde 2001 é um dos principais espaços do samba, do choro e outros ritmos brasileiros. Uma casa simples com música de qualidade, cerveja gelada e petiscos para acompanhar.

Rua Horácio Lane, 21, Pinheiros, (11) 3360-0303.

Paribar

O ano era 2005 e a ideia era fazer um café no centro de São Paulo. No mesmo lugar, durante muitos anos, funcionou o famoso Paribar, espaço de efervescência cultural nas décadas de 1950 a 1970. Assim ressurgiu o bar, entre as colunas onde beberam e festejaram intelectuais, poetas e boêmios. Carta de bebidas clássicas e cardápio com pratos muito bem feitos e petiscos como o famoso torresmo à milanesa.

Praça Dom José Gaspar, atrás da Biblioteca Mário de Andrade, (11) 3159-0219.

Por um Punhado de Dólares

O bar e cafeteria tem decoração bacana e ótimas opções no menu de cafés, sanduíches artesanais, petiscos e cervejas.

Rua Nestor Pestana, 115, Consolação, (11) 3214-5891.

Sabelucha

O café, conhecido por suas posições de esquerda, tem doces e salgados imperdíveis. Destaque para o cannoli. Também vale para tomar uma boa cerveja gelada.

Rua 13 de Maio, 580, Bixiga, (11) 3251-3797.

2 Santo Bar Musical

Entre 1971 e 1979, em plena ditadura, o Bar do Amorim enchia a calçada da Rua Augusta e incomodava o espírito sisudo daquela época. Em janeiro de 2012, Amorim retoma seu sonho com o 2 Santo Bar, na esquina das ruas São Vicente e Santo Antônio. As cachaças, a cerveja sempre gelada, o sanduíche de pernil e o escondidinho de carne seca se somam como atrativos do bar que tem ainda um palco onde músicos de excelente qualidade de apresentam semanalmente.

Rua São Vicente, 157, Bela Vista, (11) 3115-1903.

Sputnik Bar

O forte apreço ao retrofuturismo na decoração e referências espaciais e soviéticas são a cara dos quatro ambientes: bar/restaurante, lounge, karaokê e pista de dança. A carta de drinks conta com mais de 20 rótulos de vodka, além de cervejas e drinks para acompanhar o cardápio cheio de quitutes.

Largo do Arouche, 330, República, (11) 2924-5083.

Tabuleiro do Acarajé

Ambiente simples e informal, atendimento de primeira para quem saboreia o legítimo acarajé baiano, sequinho, crocante. De sobremesa a cocadinha de dar água na boca.

Rua Jesuíno Pascoal, 30, Santa Cecília, (11) 96534-3931.

Tamarineira

O bar, que tem no samba sua razão de existir, traz no nome uma homenagem à árvore, que de dentro do Cacique de Ramos cobriu e inspirou grandes nomes do ritmo brasileiro. “E até as Tamarineiras são da poesia guardiãs”, dizia Luiz Carlos da Vila. A casa a serviço da Música Popular Brasileira funcionava na Rua Horácio Lane, em Pinheiros, mas foi fechada e agora faz eventos esporádicos enquanto procura um novo espaço. Quer saber onde? Entre em contato pelo (11) 94146-3606.

Teatro de Conteiner Mungunzá

Construído com 11 contêineres, o teatro é polo cultural, com ingressos gratuitos ou a preços acessíveis. Uma horta hidropônica e uma lanchonete vegana e vegetariana compõem o espaço frequentado pelo público local (vizinhos, lojistas e pessoas em situação de vulnerabilidade social), artistas, educadores e pesquisadores.

Rua dos Gusmões, 43, Santa Ifigênia, (11) 97632-7852.

Terremoto Bar

Cerveja a preço justo e geladíssima. Lugar intimista e familiar para encontrar amigos e molhar as palavras. O Terremoto Bar é a sede do Moto Clube Andarilhos Paulistanos com 15 anos de estrada. Encontro semanal todas as sextas com bandas cover de rock.

Rua Santa Rosa do Viterbo, 215, Freguesia do Ó

Toca da Capivara

Um bar inspirado nas capivaras que ainda perambulam pela cidade e mantêm o seu espaço. Assim, a Toca quer manter acesa a vocação boêmia do bairro. Com atendimento muito elogiado, samba de primeira, cerveja gelada, caldinho de feijão e cuscuz (inclusive vegano) para petiscar, além do bolinho de areia que é impossível comer um só.

Rua Major Diogo, 865, Bela Vista, (11) 4329-9998.

Em Santo André

BELÉM DO PARÁ

Casa do Gilson

O bar, criado em 1897, funciona no quintal do Gilson Rodrigues, músico e artista plástico com 28 anos dedicados ao chorinho. A casa também apresenta sambistas tendo a brasilidade como ponto de referência. Abre aos finais de semana, a partir de sexta-feira à noite e nos sábados e domingos à tarde. Cerveja bem gelada e pirarucu frito são os destaques.

Travessa Padre Eutíquio, 3.172, Condor, (91) 3272-7306.

Espaço Cultural Boiúna

Popularmente conhecido como Bar do Mário, tem música ao vivo de boa qualidade. Jazz, MPB, música paraense com o melhor dos artistas locais. Uma calçada ótima para degustar cerveja gelada e os petiscos da casa, como o famoso pastel de jambú.

Rua dos Pariquis, 1.556, Batista Campos, (91) 4141-3190.

Ver-o-Peso

As barraquinhas de comida e bebida do Ver-o-Peso, patrimônio histórico e cultural de Belém, funcionam 24 horas e são o local ideal para tomar uma cerveja gelada, comer o melhor peixe frito da cidade e apreciar a vista da Baía do Guajará. Mas para além de ponto turístico, o Ver-o-Peso é luta. Os feirantes organizados já impediram tentativas do poder público de descaracterizar todo o espaço, e seguem na resistência.

Boulevard Castilhos França, Cidade Velha, (91) 3230-3926.

RECIFE E OLINDA

Altar Cozinha Ancestral

O restaurante da chef Carmem Virginia abre para almoço e jantar. Lá, define, não há criações, e sim criatividade. Os pratos, muito bem servidos, emocionam, carregados de lembranças e afetividade. Especializado na culinária brasileira e frutos do mar. Caipirinhas e sobremesas também muito elogiadas. Como um verdadeiro altar, santos, orixás e badoques ornamentam o ambiente.

Rua Frei Cassimiro, 449, Santo Amaro, (81) 9800-1090.

Armazém Centenário

Boteco animado e descontraído. Música ao vivo ou com DJ animam o ambiente onde não faltam cerveja gelada, bons pratos e petiscos. O chope Capunga muito bem tirado e a laje (mezanino) do mesmo nome são os destaques da clientela.

Rua Barão de Itamaracá, 10, Espinheiro, (81) 3033-4002.

Bar Central

Um clássico no centro da capital pernambucana, iniciou suas atividades em 2004. Abre ao meio-dia, oferecendo almoço, e funciona até as duas horas da manhã. No início da noite, as mesas colocadas na calçada são uma boa pedida para apreciar o sanduíche falafel, o filé com fritas, o arrumadinho, além de opções vegetarianas e veganas.

Rua Mamede Simões 144, lojas 6, 7 , 8 e 9, (81) 3222-7622.

Bar da Morgana

A Barraca, também conhecido como Bar de Felipe ou Bar da Morgana. Ambiente simples, próprio para tomar uma boa cerveja gelada acompanhado dos saborosos petiscos nas mesas que ficam na calçada, ao ar livre. Jogos de vídeo e fliperama completam a diversão.

Rua do Riachuelo, Edifício Walfrido Antunes, 436.

Cá-já Restaurante

Comida, bem-estar, natureza. Assim se define o Cá-Já que funciona para almoço e jantar. A cozinha brasileira que acolhe, traz memórias afetivas, mas com toque contemporâneo, valorizando os ingredientes locais. A boa música e a cerveja gelada completam o espaço.

Rua Carneiro Vilela, 648, Aflitos, (81) 3126-0648.

Casbah Olinda

Cozinha afetiva, cerveja gelada e boa música no sítio histórico de Olinda. Atendimento muito elogiado, funciona de quarta a domingo.

Rua 27 de Janeiro, 7, Carmo, Olinda, (81) 98513-3525.

Chê Bar e Comedoria

Espaço alternativo, com bons preços, excelente para bater um bom papo com os amigos, tomar aquela cerveja gelada e saborear petiscos da região como se estivesse em casa.

Rua Princesa Isabel, 207, Santo Amaro, (81) 98770-6585.

Etiqueta Verde Loja Colaborativa

Desde junho de 2012, reúne café, brechó, tabacaria, cervejaria, tudo num só lugar. Funciona de segunda a sexta, das 10h às 19h, e aos sábados das 9h às 16h.

Rua Conselheiro Portela, 417, Espinheiro, (81) 3038-0240.

Lalá Café & Cozinha Afetiva

Comer feliz alimenta a alma. Esse é o lema do café que serve crepes, bolos, tapiocas, drinques e chás em ambiente aconchegante, colorido e contemporâneo. Música ao vivo semanalmente. Nos finais de semana, muita paciência para aguardar um lugar no disputado espaço. Destaque para o doce Colinho da Vovó que traduz em sabor o conceito de cozinha afetiva: um lugar caloroso para o coração e também para o estômago.

Rua Amélia, 470, Graças, (81) 3426-6708.

Reteteu Comida Honesta

No dicionário, Reteteu quer dizer comida realizada com os ingredientes que estão disponíveis para o momento ou ocasião, com o toque personalizado do cozinheiro, diferindo da alimentação tradicional. Nesse restaurante, comida honesta é aquela que já foi mais que testada e aprovada por gerações, que pode ser compartilhada, proveniente geralmente de pequenos produtores, vendida a preço justo. Abre para almoço e café da manhã aos finais de semana.

Rua Professor Otávio de Freitas, 256, Encruzilhada, (81) 3204-4137.

Reciclo Bikes

O ateliê de bicicletas urbanas personalizadas, desenvolvidas por arquitetas, a cada 15 dias vira espaço de festa com DJ, música de qualidade e muita animação. Cerveja gelada todos os dias.

Mercado da Encruzilhada, (81) 3048-4050 ou (81) 99519-4050.

BELO HORIZONTE

A Obra

Bar dançante onde bandas alternativas, independentes e autorais dividem a semana com os melhores DJs da cidade. Música para todos os gostos: rock, pop, black, rap, soul, eletro, 80’s, 90’s, brega. Para refrescar, mais de 80 rótulos de cervejas nacionais e importadas.

Rua Rio Grande do Norte, 1.168, Savassi, (31) 3215-8077.

Armazém do Campo

Assim como em outras capitais do país, o Armazém do Campo de BH oferta mais de 250 itens da agricultura familiar, orgânicos comercializados a preços acessíveis. O espaço abriga ainda apresentações culturais, culinária da terra, feira de artesanato. Cervejas artesanais de primeira animam aquele encontro com os amigos.

Avenida Augusto de Lima, 2.136, Barro Preto, (31) 3267-3005.

Bar do Orlando

Na ativa desde 1919, o longevo bar foi inaugurado originalmente como uma loja de artigos de pesca, já que na época da fundação ainda era possível tirar traíras e lambaris do Rio Arrudas, ali pertinho. Hoje, as prateleiras acomodam itens de mercearia. E o menu, trivial, lista porção de batatas assadas, torresmo de barriga e linguiça da roça, além de opções diferentes de deliciosos espetinhos. Área externa ideal para apreciar uma boa cerveja gelada.

Rua Alvinópolis, 460, Santa Tereza, (31) 3481-2752.

Curin Bar

Antiga borracharia, era ponto de encontro dos jornalistas da região do bairro Cachoeirinha, na década de 1960. Em 1982, o Curin Bar começa a alçar novos voos graças aos pratos caprichados. Sempre muito bem classificado nos prêmios da Comida de Boteco, com destaque para o Rabo Quente, prato composto por rabada com polenta e espinafre, para acompanhar a cerveja sempre gelada.

Rua dos Astecas, 2.722, Santa Monica, (31) 2528-1313.

Restaurante do Ano

Ambiente descontraído e decoração moderna que se renova constantemente, o lugar é uma ótima opção para quem procura almoçar bem na região da Savassi. Ao longo da semana, o cardápio de comida contemporânea e almoços executivos traz sempre novas sugestões, além de opções de saladas combinadas, sobremesas e uma carta variada de coquetéis, vinhos e cafés. À noite a casa abre para para o happy hour.

Rua Levindo Lopes, 158, Funcionários, (31) 3327-6766.

Ursal Bar

Cervejinha, comes, bebes, diversidade, luta, afetos, boa música. O nome do bar já anuncia que o bom humor faz parte do cardápio. No dia da libertação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em 8 de novembro de 2019, quem foi ao local vestindo vermelho ganhou uma caipirinha.

Avenida do Contorno, 3.479, Santa Efigênia, (31) 98485-9674.

MARANHÃO

Bar do Léo

Um espaço peculiar, dentro de uma feira em um dos bairros mais animados de São Luís. O acervo incrível de discos se soma ao chopp gelado e iguarias servidas como aperitivo. Os frequentadores atestam: o proprietário, seu Léo, é uma figuraça.

Rua Cento e Quatro, 138, Vinhais, (98) 98270-3871.

Chico Discos

Cachaçaria com variedade de destilados e cervejas. Às terças-feiras, discotecagem de vinil. Era coleção particular, foi sebo, foi locadora, foi sebo-locadora, e ninguém podia entrar sem camisa, fumando, muito menos portando bebida alcoólica. Chico desistiu de tudo, e montou um bar. Mas ainda não aceita descamisados. Pagamentos só em dinheiro.

Rua 13 de maio com Afogados, 389, 2º piso,  (98) 3221-4578.

PORTO ALEGRE

Espaço 900

Pub, café e arte. Assim se define o Espaço 900. Um lugar que combina diversão, cultura, convivência e amizade, em um ambiente agradável e descontraído. A casa tem um jardim perfeito para jogar conversa fora, tomar um chope gelado e apreciar pratos deliciosos a qualquer hora do dia.

Rua José do Patrocínio, 900, (51) 98035-1313.

Tutti Giorni Bar

Conhecido como Bar dos Cartunistas, foi fundado em 1989. Ganhou o apelido por ser o local oficial da reunião dos sócios da Grafar, todas as terças à noite. Os fiéis clientes afirmam ser um daqueles lugares que faz qualquer pessoa se sentir em casa. Ponto de encontro de artistas de todas as áreas, tem comidinhas bem feitas, com carinho capricho e criatividade. Perfeito para beber, comer, desenhar, conversar. Aberto também para o almoço.

Escadaria da Borges de Medeiros, 710, (51) 9501-3766.

RIO DE JANEIRO

Armazém do Campo

Também no Rio, o Armazém comercializa alimentos e produtos da agricultura familiar, dos assentamentos da Reforma Agrária, orgânicos. O espaço serve ótimas refeições e aos finais de semana tem música para acompanhar a cerveja gelada e as cachaças pra lá de especiais.

Avenida Mem de Sá, 135, Lapa, (21) 2221-5865.

Bar da Gema

Nascido em fevereiro de 2009, na Tijuca, o autêntico botequim tem chão de cimento queimado, balcão, cerveja de garrafa e cachaça. Iniciativa de recém-formados em gastronomia, recebeu vários prêmios, dentre eles o de campeão do Comida di Buteco de 2011. O cardápio criativo encanta. Destaque para o Pastel de Feijão, a Polentinha com Rabada ou o Atoleiro Carioca.

Rua Barão de Mesquita, 615, Andaraí, (21) 3549-1480.

Bar Madrid

Cerveja gelada, comida boa, batidas excelentes, bons preços, galera responsa. Assim os clientes descrevem o bar que serve pratos executivos e petiscos, com mesas de madeira na calçada.

Rua Almirante Gavião, 11, Tijuca, (21) 3594-8526.

Bar do Omar

O bar já é ponto turístico no Rio de Janeiro, para quem é de esquerda. Suas boas tiradas, como a conta que vem com recados contra o golpe e o governo Bolsonaro, tornaram a casa conhecida. Ótimos petiscos, cerveja sempre gelada e as cachaças combinam bem com o boteco que tem rodas de samba, mesinhas na varanda e belíssima vista da zona portuária.

Rua Sarah, 114, Santo Cristo, (21) 95905-0680.

Bip Bip

O Bip Bip é um templo da boêmia carioca, fundado em 1968. Alfredo Jacinto Melo, o Alfredinho (1944-2019), patrimônio do samba e do ativismo democrático, comprou o bar em 1984 e dele cuidou até sua morte, em 3 de março deste ano, um sábado de carnaval. O bar segue em frente. Abre diariamente às 20h para reverenciar o samba, o choro, a música, o respeito. O vinho, a cachaça, o uísque ou cerveja gelada são self-service. O freguês pega, “marca” na conta e acerta no final, em dinheiro. Em vez de aplausos, estalidos de dedos homenageiam os músicos. Uma forma de não incomodar a vizinhança, já que quem assiste, fica na calçada.

Rua Almirante Gonçalves, 50, Copacabana, (21) 2267-9696.

Botequim Vaca Atolada

A embaixada carioca, lugar para ser feliz. Assim se define o Vaca Atolada, que serve ótimos petiscos, chope em noites de samba de raiz muito elogiadas. A decoração colorida dá o tom ao ambiente alegre e animado.

Avenida Gomes Freire, 533, Centro, (21) 2221-0515.

Feira de Laranjeiras

Aos sábados, a feira livre do bairro carioca onde Bolsonaro não venceu a eleição se transforma na Praça do Choro, muito bem frequentada e rodeada de barracas de beliscos, chopes artesanais e aperitivos tradicionais. O chorinho bem tocado vai das 12h às 15h, mas os encontros do sábado à tarde continuam no entorno.

Entre as ruas Belisário Távora e Praça General Glicério.

La Fiorentina

Ponto de encontro de intelectuais, jornalistas e artistas desde 1957, o restaurante italiano serve ótimos pratos e deliciosos petiscos para acompanhar a cerveja gelada, drinques e vinhos, nas mesas em arejado recinto interno ou na calçada de frente para a praia do Leme.

Avenida Atlântica, 458 A, Copacabana, (21) 2543-8395

SALVADOR

Casa da Mãe Espaço Cultural

Desde 2006, a casa é um espaço de cultura, que valoriza a boa música e a culinária do Recôncavo. Pequeno e alternativo, além da boa comida brasileira caseira, o bar oferece várias marcas de cervejas, sempre geladas. A música ao vivo enriquece o ambiente onde a arte e o poder dos Orixás preenchem as paredes.

Rua Guedes Cabral, 81, Rio Vermelho, (71) 99926-2101.

Velho Espanha Bar e Cultura

Cerveja gelada, atendimento diferenciado e bons petiscos se unem à boa música. Cem anos, com corpinho de trinta, anunciar o bar em suas redes sociais. Para as gentes de todas as cores! Nascido como armazém, nos idos de 1920, o Bar do Espanha é historicamente frequentado por boêmios e artistas. Era o bar favorito de Glauber Rocha. Reaberto em 2017, o espaço destaca-se pela cerveja gelada, pelo atendimento diferenciado e pelos bons petiscos que se unem à boa música.

Rua General Labatut, 38, Barris, (71) 3043-7481.

CURITIBA

Bar da Gilda

O bar ficar numa das esquinas mais charmosas de Curitiba e foi inspirado na personagem mais famosa da Boca Maldita. Entre as décadas de 1970 e 1980, Gilda circulava pela cidade com roupas femininas e barba por fazer. Sempre que podia, arrancava beijos de quem passava pelo calçadão. Abre para almoço e à noite serve chope e vinhos para regar espetáculos de música, saraus de literatura, arte viva.

Rua Cândido Lopes, 323, Centro, (41) 3224-6033.

BRASÍLIA

Tiborna

Um bar com muita originalidade, cerveja gelada e sabor, muito sabor. O caldo de feijão com torresmo e os lanches são de dar água na boca. Destaque para a receita portuguesa de tiborna: uma bruschetta feita com presunto parma e opções de bacalhau ou vegetariana O espaço conta ainda com um subsolo onde rolam saraus e música de qualidade.

CLN 403, Asa Norte, (61) 3327-0328.

Objeto Encontrado

Um espaço onde a diversidade é acolhida e valorizada. E avisam: “não se trata de um elogio à versatilidade, a recém-eleita qualidade do milênio, mas de compreender que o homem é capaz de cultivar interesses diversos”. Serve desde expressos bem tirados, escutando boa música, a ótimos doces, chás, uísques e drinques Nas paredes, lindas obras da galeria de arte que funciona conjuntamente ao bar e café.

CLN 102, Asa Norte, (61) 3081-8383.

Pardim

O bar mais Lula Livre de Brasília tem cerveja gelada, ótima comida, música de qualidade e preços honestos. Pipoca à vontade e às segunda-feira o Cineclube Jiló na Guela exibe ótimos documentário. Em dois endereços:

CLN 405, Asa Norte, (61) 3273-4041 e CLN 206, Asa Norte.

La Rubia

Um café cocktail bar esquizo para uma cidade careta. Assim se define o La Rubia. Coquetelaria com drinks clássicos e autorais, comidas de rua do mundo, e espaço para pole-dance, disco-music. Frequentado por gente feliz, elegante e sincera.

CLN 404, Asa Norte, (61) 3202-1717.

Bar Pôr do Sol

Desde 1997 fazendo a alegria dos universitários, o bar, simples e agradável, tem a cerveja gelada como lema.

CLN 408, Asa Norte, (61) 3039-5032.

Vale da Lua

Mesas na calçada, ambiente divertido. Sinto-me em casa! O ótimo atendimento e a excelente comida caseira são destaque. Carta de cervejas especiais, sempre geladas.

CLN 408 Loja 2, BL D, Asa Norte, (61) 98460-3520.

Tia Zélia Restaurante

Na charmosíssima Vila Planalto, a gastronomia apurada da Tia Zélia é praticamente um ponto turístico da capital federal. Cozinheira preferida de Luiz Inácio Lula da Silva, Tia Zélia chegou a ir até Curitiba para levar a rabada que o ex-presidente adora. Alto astral e simpatia contagiantes. Os pratos interioranos muito bem feitos são servidos em ambiente agradável, cheio de objetos de época.

Vila Planalto, Acamp. Pacheco Fernandes, (61) 3306-1526.

FORTALEZA

Abaeté Boteco

Música para matar a fome. Acarajé para alimentar a alma. Bebida sem moderação. Assim o Abaeté se apresenta. O bar, elogiadíssimo, tem espaço ao ar livre e para dançar.

Rua Castro Alves, 513, Joaquim Távora, (85) 99918-1877.

Bar do Assis

Simples e acolhedor, o boteco serve deliciosos espetinhos para acompanhar a cerveja sempre gelada e a preços acessíveis.

Rua Adolfo Herbster, 190 (Rua João Gentil), (85) 3283-8674.

Cantinho Acadêmico

Boêmio e musical, o boteco mantém clima festivo até tarde. O chope gelado acompanha os petiscos típicos da cozinha brasileira. Quem gosta de rock e sinuca pra se divertir, pode curtir a parte de cima do bar.

Avenida Treze de Maio, 2.370, Benfica, (85) 3281-8857.

Gato Preto

Um local de entrosamento, diversão e compartilhamento de ideias, culturas e serviços. Abre de segunda a sexta, sempre a partir das 21h e avisa: não tolera postura racista, preconceituosa ou qualquer tipo de assédio no estabelecimento. Boa música para acompanhar a cerveja trincando de gelada e outras bebidas com preço acessível.

Rua Instituto Ceará, 7, Benfica, (85) 99745-2118.

The Lights

Próximo à FEAAC, faculdade de economia da UFC, o bar serve cervejas geladas e cachaças. Tudo com preços acessíveis. DJs e noites de karaokê, animam a moçada que se espalha pelas mesas na calçada.

Rua Instituto do Ceará, 4, Benfica, (85) 99773-2573.

Parahyba Bar (1 e 2)

Cerveja estupidamente gelada e espetinhos deliciosos, a preço justo, são os destaques da clientela. O bar, com mesas na calçada e música boa, funciona em dois endereços.

Rua João Gentil, 137 e Rua Paulino Nogueira, 96.


Voltar


Comente sobre essa publicação...