Semana On

Sexta-Feira 13.dez.2019

Ano VIII - Nº 375

Coluna

'O Juízo': espíritos de escravos perturbam família de fazendeiro no filme brasileiro

O longa de suspense estreia dia 5 de dezembro nos cinemas e traz mortos que buscam concretizar um plano de vingança

Postado em 20 de Novembro de 2019 - Vanessa Centamori – Galileu

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Imagine se fantasmas da época do Brasil colonial viessem assombrar você. Surreal? Essa situação sinistra é o que acontece no filme brasileiro O Juízo, que estreia no próximo dia 5 de dezembro. No longa, uma família é atormentada por ancestrais mortos que estão em busca de vingança. 

Apesar das assombrações, não se trata de um filme de terror: escrita por Fernanda Torres e dirigida por Andrucha Waddington, a obra usa o sobrenatural como plano de fundo para discutir situações dramáticas e familiares. Por isso, a obra agrada quem não gosta de levar susto, mas curte um suspense. 

O enredo traz a história de um homem chamado Augusto Menezes (Felipe Camargo), um alcoólatra agressivo e manipulador que vive uma crise no casamento com sua esposa, Tereza (Carol Castro).

Após perder o emprego, Menezes deixa a cidade e convence Tereza e seu filho, Marinho (Joaquim Torres Waddington), a passar um ano em uma fazenda que ele herdou do avô. O que ninguém sabe é que a casa é assombrada pelos escravos Couraça (Criolo) e Ana (Kênia Bárbara), que buscam acertar uma dívida que os antepassados de Menezes tinham com eles.

A família inteira passa a ser atormentada pelos espíritos. Marinho é o mais afetado — um dia, andando pela floresta, ele cai nas pedras de um rio e fica desaparecido por um tempo. Preocupados e igualmente atormentados, os pais do garoto mergulham em uma relação cada vez mais conflituosa. 

A trama ainda conta com a participação de Fernanda Montenegro, que interpreta a médium Marta Amarantes, responsável por dialogar com as assombrações. O elenco também tem o ator Lima Duarte como o joalheiro Costa Breves, e Fernando Eiras, que interpreta o cético Doutor Lauro, psiquiatra que tem informações preciosas sobre o passado de Menezes.

O Juízo leva aos cinemas uma história bem dramática, com cenários pálidos e escuros que transmitem a agonia dos personagens. É um filme que nos leva a refletir sobre vingança,  espiritismo e a existência de um outro plano.


Voltar


Comente sobre essa publicação...