Semana On

Domingo 20.out.2019

Ano VIII - Nº 368

Legislativo

Rocha faz reflexão sobre exercício parlamentar: “Precisamos ter responsabilidade”

Presidente da Câmara recomendou cautela aos parlamentares que confundem suas profissões com a atividade parlamentar

Postado em 25 de Setembro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Prof. João Rocha, utilizou a Tribuna para fazer uma reflexão sobre o exercício parlamentar. Segundo ele, é preciso ter responsabilidade no cargo e respeitar opiniões diferentes.

“O que dizemos repercute rapidamente, de certo e errado, de bom e ruim. Precisamos ter responsabilidade no exercício do mandato. Não podemos perder o viés do coletivo, o viés da unidade entre vereadores, com liberdade de expressar pensamentos. Aqui, prevalece a maioria e precisamos entender o contraditório. Nem sempre vamos ser contemplados”, analisou.

Com mais de 100 anos de história, a Câmara Municipal reuniu grandes personalidades, que sempre lutaram em prol do bem-estar e da qualidade de vida da população, pensando no melhor para a sociedade campo-grandense. Desde 2013, a Casa passou a contar com 29 cadeiras, tornando-se mais plural e representativa do que nunca, com partidos das mais diversas vertentes políticas.

“Cada um de nós, homens e mulheres, precisamos entender que este mandato não é nosso. Apenas estamos aqui exercendo uma função delegada pelos cidadãos dessa cidade. Não podemos perder de vista homens e mulheres que souberam honrar o parlamento, como Plínio Barbosa, Marisa Serrano e Juvêncio César da Fonseca”, continuou.

Rocha ainda recomendou cautela aos parlamentares que confundem suas profissões com a atividade parlamentar. “Quando somos escolhidos, alguém entendeu que merecemos essa confiança. Não podemos ter vergonha, temos que honrar essa confiança. Não podemos misturar profissão lá fora com o que temos aqui nesta Casa. Não somos professores ou policiais. Essa experiência nos calça para fazer um bom mandato. Não podemos nos vestir de vereador e vir nesta Casa fazer outro papel”, sugeriu.


Voltar


Comente sobre essa publicação...