Semana On

Sábado 16.nov.2019

Ano VIII - Nº 372

Mato Grosso do Sul

Com viés municipalista, Governo Presente leva estrutura estadual para cidades do interior

Começamos por Três Lagoas e vamos ouvir as 79 cidades de Mato Grosso do Sul, afirmou o governador

Postado em 13 de Setembro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Começou na manhã de quinta-feira (12) em Três Lagoas o atendimento do projeto Governo Presente, que leva o gabinete do governador Reinaldo Azambuja para as cidades do interior de Mato Grosso do Sul. A iniciativa, inédita nesta gestão, agradou o prefeito Zé Arnaldo de Inocência, município de 7,6 mil habitantes (IBGE), localizado na região do Bolsão, a 294 quilômetro de Campo Grande.

“Na capital as agendas são sempre muito corridas. Já nessa audiência de hoje, dentro do ‘Governo Presente’, tivemos bastante tempo com o governador, que ouviu as demandas, conversou com nossos secretários municipais e vereadores. Isso é muito importante, o governador ir nas cidades, oferecer serviço de boa qualidade e se aproximar da população”, falou o Zé Arnaldo.

Com o projeto, o governador Reinaldo Azambuja descentraliza a gestão estadual. “Uma das características de nosso governo é o municipalismo. Começamos o ‘Governo Presente’ por Três Lagoas e vamos ouvir as 79 cidades de Mato Grosso do Sul. As demandas estão chegando e vamos organizá-las para realizar muitas das vontades dos municípios – sem cor partidária, sem lado a ou lado b, apenas do lado da população”, afirmou.

No gabinete montado na Coordenadoria Estadual de Educação, na Avenida Antônio Trajano, 306, ainda passarão por atendimento nesta quinta-feira os gestores de Aparecida do Taboado, Paraíso das Águas, Três Lagoas, Chapadão do Sul e Água Clara. Já na sexta-feira (13) será a vez dos prefeitos de Selvíria, Brasilândia, Paranaíba, Cassilândia, Ribas do Rio Pardo, Bataguassu e Figueirão.

Estão presentes secretários Sérgio de Paula (Articulação de Política), Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Meio Ambiente Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Geral Resende (Saúde), Maria Cecília Amendola da Motta (Educação) e Luís Roberto (Adjunto da Infraestrutura).


Voltar


Comente sobre essa publicação...