Semana On

Domingo 20.out.2019

Ano VIII - Nº 368

Mato Grosso do Sul

Reinaldo Azambuja anuncia que Hospital Regional de Três Lagoas vai começar a funcionar no início de 2020

Governo entregou novo acesso com ciclovia ao Parque Industrial do município

Postado em 13 de Setembro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O governador Reinaldo Azambuja recebeu do prefeito Ângelo Guerreiro uma série de demandas na área de infraestrutura para o município e anunciou que o Hospital Regional de Três Lagoas tem previsão de entrar em funcionamento no início do próximo ano, possivelmente em março. Reinaldo Azambuja deu início na quinta-feira (12), em Três Lagoas, ao Governo Presente, projeto que leva o gabinete e toda a estrutura do Estado para o interior.

“Acredito que até o mês de março do ano que vem nós devemos ter tudo concluído. A obra, quando você está na fase de acabamento, tem suas peculiaridades, mas dentro do planejamento, os recursos estão disponibilizados e acredito que até março a gente consiga terminar, colocar os equipamentos e, o mais importante, colocar em funcionando. O que a população espera não é a obra, é o atendimento, os médicos”, afirmou o governador.

Guerreiro destacou as parcerias com o Estado e pediu investimentos para garantir acesso ao hospital, que está em construção. “Apresentamos algumas demandas. Uma das prioridades é a pavimentação de via de acesso ao novo hospital que está sendo construído, na rodovia MS-158. Vai facilitar todo o acesso até mesmo o translado de pacientes ao hospital. Elencamos também como prioridade dois locais de pavimentação e drenagem: a região do bairro JK e a região entre o bairro Vila Nova e Jardim Alvorada”, afirmou o prefeito.

Desde 2015, Três Lagoas vem recebendo investimentos de centenas de milhões de reais do governo estadual. Na Saúde, o destaque é justamente a construção do Hospital Regional – obra que faz parte do projeto de regionalização, para levar atendimento e serviços mais próximos das pessoas.

A edificação da obra, de 16 mil m², está em 60%, de acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura. A tubulação de gases está sendo instalada, assim como elevadores e o sistema de climatização. A pintura também já foi iniciada.

Ainda na área de saúde, a Caravana realizou 50 mil procedimentos em Três Lagoas e região, além de 7.856 consultas, 2.550 exames e 3.035 cirurgias. Outro destaque é um investimento pesado na área de saneamento básico.

A parte de infraestrutura também conta com vários outros investimentos como a entrega de 1.578 moradias, a recuperação do prédio da Unidade Educacional de Internação (Unei) e pavimentação e drenagem de obras urbanas, de responsabilidade do município.

Na estreia do Governo Presente, Três Lagoas foi o município com maior delegação de autoridades. Participaram da audiência, além de governador e prefeito: a primeira-dama de Três Lagoas, Leide Daiane; vice-prefeito Paulo Salomão; presidente da Câmara, André Luiz Bittencourt; e os vereadores Sirlene da Saúde, Jorginho do Gás, Marcus Bazé, Cascão, Apostolo Ivanildo, Luiz Akira Otsubo, Tonhão, Silverado, Sargento Rodrigues, Davis Martinelli Leal dos Santos, Antônio Rialino Medeiros de Araújo e Celso Yamaguti.

A reunião contou ainda com os secretários estaduais Sérgio de Paula (Articulação Política), Eduardo Riedel (Governo de Gestão Estratégica), Jaime Verruck (Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), Maria Cecília Amendola da Motta (Educação) e Geraldo Resende (Saúde); e os secretários-adjuntos de Justiça e Segurança Pública, Ary Carlos Barbosa, e de Infraestrutura, Luis Roberto; além do diretor-geral da Sanesul, Walter Carneiro Júnior, e de coordenadores e secretários especiais.

Participaram também os secretários municipais Daynler Leonel (Governo), Maria Angelina Zugue (Saúde), José Moraes (Desenvolvimento Econômico), Gilmar Tabone (Administração), Adriano Barreto (Obras), Cassiano Maia (Geral) e Soyla Carla Garcia (Finanças), além da diretora de Planejamento e Controle Urbanístico, Juliana Petek.

Novo acesso ao Parque Industrial

O governador entregou a pavimentação do acesso ao Parque Industrial de Três Lagoas, trecho que liga a área ao aeroporto da cidade. A obra é importante porque melhora a estrutura do Parque Industrial, onde trabalham mais de 5 mil pessoas, e vai possibilitar a instalação de mais empresas que necessitam dessa estrutura básica para poder operar, comentou o secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, que acompanha o governador nas agendas do Governo Presente da Região Leste.

Além da pavimentação do acesso, foi implantada paralelamente uma ciclovia, favorecendo o trânsito dos trabalhadores das 55 empresas instaladas no Parque Industrial de Três Lagoas. O Governo do Estado investiu R$ 2.904.400,58 na obra, recursos do Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado), que é gerido pela Semagro, em parceria com a Prefeitura Municipal.

“Esses recursos são oriundos das empresas de Mato Grosso do Sul, vêm como contrapartida aos incentivos fiscais concedidos, e nós temos utilizado, prioritariamente, para implantar infraestrutura nos núcleos industriais. Agora temos um acesso direto do aeroporto ao núcleo industrial, com ciclovia, beneficiando tanto os trabalhadores quanto a logística”, comentou Verruck.

O Parque Industrial de Três Lagoas está dividido em três áreas, a primeira com 120 hectares, ocupada por indústrias de concretagens e cerâmicas; a segunda com área de 275 hectares, sendo que 110 ha (62 lotes) ainda estão disponíveis e os demais ocupados por empresas de vários segmentos, como plástico, vestuário, embalagem, refrigeradores. E a terceira área está ocupada, por enquanto, pela fábrica de fertilizantes nitrogenados, em área de 4.251.875 metros quadrados, restando livres 14 lotes em área de 28 hectares.


Voltar


Comente sobre essa publicação...