Semana On

Segunda-Feira 09.dez.2019

Ano VIII - Nº 374

Coluna

Marquinhos encontra óculos de André e enxerga apoio em trilha de Campo Grande

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 21 de Agosto de 2019 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Homem de fé, o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), acredita que não foi ao acaso que ao cair na trilha que leva à antiga usina do Ceroula, na região do Inferninho na saída para Rochedo, no dia 20 de julho, encontrou os óculos de estimação perdidos pelo ex-prefeito e ex-governador André Puccinelli (MDB) quando caiu no mesmo local, dez dias antes. "Eu não encontrei um sapato, eu encontrei algo que faz você enxergar melhor.

Não, às vezes, com os olhos, mas com o coração. Com certeza tem algum significado", disse o prefeito ao jornal Correio do Estado, lembrando que ingressou na política como secretário de Assuntos Fundiários do ex-prefeito Puccinelli. Atualmente, na trilha para as eleições do ano que vem, André articula com outros partidos para enfrentar o atual prefeito.

Marquinhos, entretanto, sinaliza crer que o fato de ter encontrado o óculos do ex-governador seria um sinal de que o líder do MDB deve enxergar melhor e, quem sabe, apoiar a sua reeleição. Leia mais aqui no Correio do Estado e veja abaixo o vídeo do prefeito elogiando a bela [e mística?] trilha rural na Capital.

Ministro fala em instalar escritório do Itamaraty em Campo Grande

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, pretende instalar em Campo Grande um escritório do Itamaraty para tratar de questões que envolvam a chamada Rota Biocêanica, visando ligar o Brasil aos portos do Chile, que passará por Mato Grosso do Sul. Araújo disse que iniciou conversa neste sentido, com o governador Reinaldo Azambuja, ao participar na cidade VIII Reunião do Grupo de Trabalho do Corredor Rodoviário Bioceânico. “Queremos estar juntos com Mato Grosso do Sul e todos os estados de fronteira ajudando a dinamizar as economias e aproveitando as oportunidades”, afirmou o ministro. Azambuja reafirmou à imprensa a importância da ligação ao Pacífico para reduzir o custo de importação dos produtos nacionais. Veja o vídeo.

Santos Cruz destaca a importância de MS para a segurança pública nacional

Consultor da ONU que chefiou as Forças de Paz no Haiti, o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz destacou, em Campo Grande, a importância estratégica de Mato Grosso do Sul para a segurança pública no cenário nacional, devido à sua extensa faixa de fronteiras com o Paraguai e a Bolívia, em conversa com o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche. O ex-ministro da Secretaria de Governo fez palestra há pouco na UEMS sobre o tema "Fronteiras do Futuro - Estratégias, metas e ações institucionais", no 2ª Fórum Permanente de Segurança na Fronteira promovido pela Seccional da Ordem em parceria com a Associação Comercial e Industrial (ACICG). Gaúcho de Rio Grande, Santos Cruz deve visitar parentes em São Gabriel do Oeste, cidade fundada por gaúchos, e ficará no estado até o fim de semana.

Para Nelsinho, Bolsonaro não vai recuar sobre embaixada: 'seria pior que derrota'

Presidente da Comissão de Relações Exteriores (CRE) do Senado, que tem a função de avaliar indicações de embaixadores, Nelsinho Trad (PSD-MS) disse não acreditar que Jair Bolsonaro vá recuar da intenção enviar à Casa a indicação do filho Eduardo para a embaixada do Brasil nos EUA. Em mensagem de áudio, Nelsinho avaliou que "o recuo é pior do que uma derrota, porque vai demonstrar fraqueza, insegurança e vai demonstrar que amarelou", e afirmou: "Eu entendo que ele não deva fazer isso. Agora que essa situação tá colocada, tem que enfrentar, tem que convencer e tem que ganhar. Não tem outro caminho". O senador acrescentou que vai conduzir o assunto com 'imparcialidade, para poder emitir um resultado claro e transparente". Ouça abaixo.

Com Simone, 31 senadores pedem veto total à Lei do Abuso de Autoridade

Com a assinatura nesta tarde de Simone Tebet (MDB-MS), presidente da CCJ do Senado que já havia votado contra a medida quando o texto foi aprovado na Casa, chegou 31 o número de senadores que pedem o veto integral do presidente Jair Bolsonaro à chamada Lei de Abuso de Autoridade aprovada na Câmara na semana passada, por entender que o projeto pode prejudicar investigações contra a corrupção e o crime organizado no Brasil. A lista também tem a assinatura de Soraya Thronicke (PSL-MS). Faltam 10 assinaturas para que mais da metade dos 81 senadores defendam o veto total. Se Bolsonaro vetar integralmente a nova lei, a medida será avaliada pelo Senado, onde surgiu o projeto de autoria do ex-senador Roberto Requião (MDB-PR) e do senador Renan Calheiros (MDB-AL). Se a maioria dos senadores mantiver o veto, o projeto não precisará passar pela Câmara e ficará barrada a tentativa de enfraquecer a Lava Jato e outras operações contra corruptos e o crime organizado no País.

Com apoio da OAB-MS, deputados lançam frente parlamentar da advocacia

O presidente da OAB-MS, Mansour Elias Karmouche, e os conselheiros federais da instituição, Ary Raghiant Neto, Luis Claudio (Bito) Pereira e Wander Medeiros, participaram em Brasília do lançamento da Frente Parlamentar da Advocacia, em ato no salão verde da Câmara. Criada com apoio de 199 deputados, a frente coordenada por Fábio Trad (PSD-MS) e Luiz Flávio Gomes (PSB-SP) tem por objetivo apoiar temas relacionados à advocacia e o aperfeiçoamento da legislação ligada à carreira e às atribuições dos advogados. "A frente é criada em um momento em que a advocacia e o Brasil atravessam um período difícil, em que muitas vezes é incompreendida pelo seu papel, mas se sobressai como uma entidade que é base do estado democrático de direito", disse Karmouche.

Juíza da 72h para prefeito e vereadores explicarem empréstimo de R$ 35 milhões

A juíza Nária Cassiana Silva Barros, deu 72 horas de prazo para que o prefeito de Paranaíba (MS) Ronaldo Miziara e sete vereadores do município prestem informações sobre empréstimo de R$ 35 milhões aprovados pela Câmara no dia 25 julho. A decisão foi tomada em ação popular proposta pelo comerciante Alexandre Henrique Alves Borges, patrocinada pelos advogados Osmar Cozzatti Neto e Yves Drosghic (consultor jurídico do PDT), questionando supostas irregulares sobre a operação "estranhamente as vésperas do recesso da Câmara". Na ação, o autor diz que "o prefeito sequer apresentou critérios ou estudos sobre os impactos de endividamento do Município, alegando apenas que o FINISA3 (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), um dos programas que seria acessado: 'iria acabar'."

'Votarei contra', diz Simone sobre filho de Bolsonaro para embaixada nos EUA

"O Bolsonaro precisa vestir o terno de presidente da República, que ainda não vestiu, e parar de ficar instigando a violência", disse a senadora Simone Tebet (MDB-MS) em entrevista ao Estadão de S.Paulo. "Quando ele come demais no jantar, e ronca, vai dormir em outra suíte", contou a senadora sobre o marido, que "ouviu o chiste com bom humor" diz o jornal. Simone criticou a "truculência" de Bolsonaro com o Congresso e se colocou contra a intenção do presidente de indicar o filho Eduardo para ser embaixador nos Estados Unidos. "É um risco total do presidente, porque ele sabe que o menino acabou de fazer 35 anos, não conhece o mundo, não conhece geopolítica como um embaixador de carreira, e será muito mais provocado durante a sabatina pela mais alta corte do Parlamento". "Eu votarei contra", disse Simone. "E estou convencendo mais senadores a fazer o mesmo", acrescentou.

Entre Campo Grande e Corumbá, Delcídio se filia ao PTB com aval de Jefferson

Delcídio do Amaral teve a ficha de filiação abonada no PTB pelo presidente nacional da sigla Roberto Jefferson em reunião, com participação do deputado estadual Neno Razuk, presidente da sigla em MS. Indagado se pretende disputar a prefeitura de Campo Grande ou a de Corumbá, sua cidade natal, nas eleições do ano que vem, o ex-senador, que esteve pela manhã em Terenos, disse neste sábado ao Blog que está "avaliando" e, por enquanto, vai "cuidar do partido".


Voltar


Comente sobre essa publicação...