Semana On

Segunda-Feira 19.ago.2019

Ano VII - Nº 359

Saúde

Antidepressivos tornam pessoas menos empáticas — e isso é bom

Nova pesquisa mostrou que a diminuição no nível de empatia faz com que pacientes se recuperassem mais rapidamente de eventos negativos

Postado em 06 de Agosto de 2019 - Galileu

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Um estudo da Universidade de Viena, na Áustria, mostrou que pessoas que tomam antidepressivos são menos empáticas. A equipe de especialistas analisou voluntários antes e depois de tomarem os medicamentos. Os resultados obtidos foram publicados no periódico científico Translational Psychiatry.

Os cientistas recrutaram pacientes não medicados que têm depressão aguda e testaram as suas respostas empáticas à dor de outras pessoas em dois momentos: primeiro, durante um episódio depressivo agudo — isto é, antes de terem recebido qualquer medicação. Segundo, após três meses de tratamento psicofarmacológico com antidepressivos (principalmente inibidores seletivos de recaptação de serotonina).

Em ambas as sessões, os pacientes foram submetidos à ressonância magnética funcional enquanto assistiam a vídeos de pessoas que passavam por procedimentos médicos dolorosos. Como relataram os pesquisadores, os participantes demonstraram um nível de empatia menor após começarem a usar a medicação, tal como uma redução na ativação de regiões cerebrais associadas à empatia.

De acordo com os especialistas, os resultados estão longes de serem negativos. Isso porque, conforme o coautor da pesquisa, Markus Rütgen, disse em comunicado, o impacto emocional reduzido de eventos negativos permite que os pacientes medicados se recuperem de momentos ruins mais facilmente — o que é benéfico para a saúde deles. 

Na análise, os cientistas também puderam relacionar que a diminuição no nível de empatia afetiva melhora os sintomas da depressão. "O impacto real da empatia reduzida dos pacientes em comportamentos sociais ainda precisa ser explorado", apontou Rütgen.


Voltar


Comente sobre essa publicação...