Semana On

Quarta-Feira 20.nov.2019

Ano VIII - Nº 372

Cultura e Entretenimento

Mãos que Criam tem edição especial de aniversário de Campo Grande com show da banda Beatles Maníacos

Evento reúne música, dança, artesanato e atrações infanto-juvenis

Postado em 02 de Agosto de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Uma edição pra lá de especial da Feira Mãos que Criam movimenta o mês de aniversário de Campo Grande, na Cidade do Natal, neste domingo (4), a partir das 16h. A presença já tradicional dos mais de 150 artesãos e expositores responsáveis por dar a cara ao evento se mantém, e o show da banda Beatles Maníacos agrega ainda mais arte à feira.

Os altos da Avenida Afonso Pena se transformarão na Liverpool dos Beatles com a apresentação do grupo campo-grandense. No show são apresentadas as canções mais conhecidas dos Beatles, hits como “Help”, “Come Together” e “Hey Jude”, interpretadas da forma mais fiel possível, mantendo-se os arranjos originais.

De acordo com Eloy Paulucci, guitarrista da banda, o público vai conferir um show fiel à estética e repertório dos Beatles. “A Beatles Maníacos começou em 2002 e sempre tivemos essa preocupação. O aspecto visual é considerado nas apresentações formais, com os integrantes caracterizados com vestimentas e instrumentos que remetem à década de 60”, pontua.

Nesta edição, o público também poderá conferir a apresentação do espetáculo R.U.I.A. – Realidade UltraSônica de Invasão Aleatória, da Cia. Dançurbana. Voltado para crianças entre 7 a 14 anos, o espetáculo lança mão de estímulos e objetos que são ressignificados e reinventados por meio da linguagem da dança.

O artesanato indígena é exposto nas tendas de trabalhos manuais, com peças feitas pelas etnias guarani, terena, kadiwéu e kinikinau. Para Maria Auxiliadora Terena, Chefe de Divisão de Cultura Indígena da Sectur, é uma alegria muito grande poder contar com um espaço como a Mãos que Criam para expor o trabalho destas quatro etnias.

“O talento indígena estará representado em peças de cerâmica, colares, brincos e maracás. A parceria com a feira se mantém nas edições seguintes e estamos muito contentes com o reconhecimento”, pontua ela.

A cultura afro-brasileira também será representada pelo Coletivo de Mulheres Negras de Mato Grosso do Sul, com peças de artesanato, e com o Grupo Conterrâneo Capoeira junto do Mestre Liminha, que movimenta também uma roda aberta de capoeira, a partir das 17h30.

Em uma das 35 tendas montadas na Cidade do Natal, a ativista pelos direitos dos negros, Angela Epifânio, ministrará uma oficina de produção de turbantes, reafirmando uma forma de resistência e ancestralidade das mulheres negras.

Para completar as atrações desta edição especial dos 120 anos de Campo Grande, a Academia do Patins estará oferecendo aulas de patins, skate e longboard, além de aluguel destes equipamentos, à criançada e aos adultos presentes.

Finalmente, durante as cinco horas de festa da “Mãos que Criam”, o projeto Kombosa da Harmonia promove uma aula de dança com professores especializados. A promessa da professora Rochelle Kaghoser é ensinar a galera o “bê-a-bá” da dança em cerca de 20 minutos de aula.

Melissa Tamaciro, secretária municipal de Cultura e Turismo, comemora o sucesso das edições anteriores e afirma: “A Mãos que Criam prova, a cada edição, que Campo Grande é um celeiro de talentos em todas as linguagens artísticas”, finaliza.

Confira a programação completa:

Oficina de turbante – A partir das 16h, seguindo durante todo o evento;

Academia do Patins –  A partir das 16h, seguindo durante todo o evento;

Espaço Kids – A partir das 16h, seguindo durante todo o evento;

Roda de Capoeira –  17h30;

Kombosa do Harmonia – 18h;

Espetáculo R.U.I.A da Cia. Dançurbana – 18h30;

Show Beatles Maníacos – 19h30


Voltar


Comente sobre essa publicação...