Semana On

Quinta-Feira 19.set.2019

Ano VIII - Nº 363

Campo Grande

Financiamento e parceria com a Águas Guariroba garante execução de quase 60 quilômetros de recapeamento na capital

Dentro de 60 dias deve ser iniciada a primeira frente de serviço do planejamento para 2019

Postado em 29 de Maio de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos já está trabalhando na elaboração dos projetos e dentro de 60 dias deve ser iniciada a primeira frente de serviço do planejamento para 2019, que prevê a execução de quase 60 quilômetros de recapeamento de vias nas sete regiões urbanas da cidade.

As obras serão tocadas com R$ 17 milhões de um financiamento que a Prefeitura está contratando  junto à Caixa Econômica Federal e 33 km custeados pela Águas Guariroba, nas vias onde a concessionária vai substituir a rede de água com cimento amianto, por canos de PVC, conforme exigência prevista no contrato de concessão. Confira as ruas: RECAPEAMENTO AGUAS

A primeira rua que será recapeada, tão logo a empresa faça a substituição da rede de água, é a Pernambuco, num trecho de 1,3 quilômetro entre as avenidas Ceará e Nelly Martins. Em uma segunda etapa , abrangerá mais 850 metros da mesma rua,  trecho entre a Padre João Crippa e a Rua Bahia.

Pelo planejamento definido pela Prefeitura, até dezembro a Águas Guariroba vai refazer 33,8 quilômetros de pavimento como medida compensatória pela abertura de valetas para substituição da rede de água. O trabalho será feito de forma gradativa para que não haja interdição simultânea do trânsito em várias ruas, o que traria transtornos para a população. O programa terá continuidade em 2020, com mais 44 quilômetros de recapeamento.

Estão programados 3,6 quilômetros de recapeamento na região urbana Anhanduizinho; 2,5 km no Bandeira; 1,7 km no Imbirussu; 4,1 km no Lagoa; 1,3 km no Lagoa, 20,5 quilômetros no centro e 1,3 km no Segredo.

Entre as vias que terão o asfalto refeito está a Avenida Salgado Filho, ao longo de 4,3 quilômetros de extensão, da Avenida Eduardo Elias Zahran até a Avenida Tiradentes, onde também haverá recapeamento (2,350 km) da Avenida Duque de Caxias até a Rua Jamil Nachif.  O planejamento atenderá vias estratégicas para o sistema viário, como a Rua dos Andradas; Silveira Martins; da Pátria e Franklin Espíndola.

No centro da cidade, o projeto contempla ruas como a 14 de Julho, 13 de Maio (da Avenida Consolação até a Fernando Corrêa da Costa); Artur Jorge; Antônio Maria Coelho (da Avenida Ceara até a Avenida América); Calarge; Euclides da Cunha; Avenida Rosa Pires, dentre outras.

Recursos da Caixa

Já com os recursos do FINISA (linha de crédito da Caixa Econômica), que a Prefeitura está contratando, serão investidos R$ 17 milhões para fazer  26,2 quilômetros de recapeamento, sendo 7,5 km na região urbana do Lagoa; 4,250 km do Anhanduizinho; 8 km no Bandeira; 4 km no centro  e 2,3 km no Prosa. Confira as ruas do RECAPEAMENTO FINISA

Nesta programação estão avenidas como a Avenida Marinha (na Coophavila 2); Manoel Joaquim de Moraes e Clineu da Costa Moraes.  Na região do Anhanduizinho será refeito o asfalto das avenidas Rachel de Queiroz (Aero Rancho; Avenida Filinto Muller; Francisco dos Anjos e Rua da Candelária.

Da região do Bandeira, o projeto contempla as avenidas Ministro João Arinos; Marquês de Pompal Três Barras; José Nogueira e Rua Cayova.  No centro, as ruas Amazonas, Chaadi Scaff e Rodolfo José.

Segundo o secretário Municipal de Infraestrutura e Serviços,  Rudi Fiorese, além destes projetos, o planejamento de recapeamento da malha viária de Campo Grande,  contempla mais 35,2 km, com os recursos de uma emenda parlamentar impositiva de 22 milhões; 44  km  de corredores do transporte coletivo, com R$ 75 milhões que estão sendo pleiteados do Avançar Cidades (mobilidade urbana); recapeamento da Avenida Bandeirantes (em andamento) e Rua Bahia (em processo de licitação), além dos corredores da Avenida Gunter Hans e Gury  Marques que serão licitados e quem tem recursos do Projeto de Mobilidade Urbano já contratado.  Dentro do PAC Pavimentação em andamento nos bairros Zé Tavares, Anache,  Santa Luzia, Residencial Belinatti, Nova Lima etapa B, estão previstos mais 40 km de recapeamento.


Voltar


Comente sobre essa publicação...