Semana On

Quarta-Feira 23.out.2019

Ano VIII - Nº 368

Campo Grande

Capital receberá prêmio por destaque nacional em Gestão Ambiental

Entrega da premiação será realizada durante o II Fórum Brasil de Gestão Ambiental, que será realizado em junho, na cidade de Campinas

Postado em 28 de Maio de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Campo Grande é destaque nacional em modelo de gestão ambiental municipal e no desenvolvimento de políticas públicas ambientais, o que lhe garantiu o “Prêmio Destaque Nacional em Gestão Ambiental”, promovido pela Associação Nacional dos Órgãos Municipais de Meio Ambiente (ANAMMA), em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA). A premiação tem por objetivo valorizar os municípios por iniciativas que promovam a sustentabilidade socioambiental.

As indicações para o prêmio foram feitas pelos órgãos estaduais de meio ambiente da federação, tendo como base para a indicação os municípios que implementassem algumas diretivas como: a existência de Órgão Municipal de Meio Ambiente, a existência de Conselho Municipal de Meio Ambiente, Cadastro Ambiental Rural, Fundo Municipal de Meio Ambiente, Plano Municipal de Saneamento, Plano Municipal de Resíduos Sólidos, ações de Arborização Urbana, Licenciamento Ambiental Municipal, ações de Educação Ambiental entre outros. Desta forma, Campo Grande será certificada como referência na gestão ambiental municipal.

Isso demonstra que o Município prossegue na execução de ações voltadas à sustentabilidade e que promovam o fortalecimento da preservação ambiental, caracterizando-o como município multiplicador de boas práticas.

O secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo Costa, salienta a importância das ações realizadas pela atual administração, com total apoio do prefeito Marquinhos Trad e da sociedade para essa conquista.

“A complexidade da gestão ambiental numa cidade como Campo Grande é cheia de desafios e obviamente precisamos ter um apoio não só institucional, como também de todos os envolvidos nessa tarefa que é tão complexa. Temos o apoio técnico, assim como o da iniciativa privada que, através do Conselho Municipal de Meio Ambiente (CMMA), auxilia na tomada de decisões. Desta forma, a participação democrática vem sendo cada vez mais fortalecida. Por exemplo, estamos num momento muito importante de define as políticas e a fiscalização dos resíduos da construção civil, na implementação da legislação dos Grandes Geradores, desafios atuais que estamos tendo sucesso.”

A diretora-presidente da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), Berenice Maria Jacob Domingues, ressalta que essa premiação é resultado do trabalho conjunto de toda a administração municipal, que valoriza o planejamento urbano e ambiental e canaliza cotidianamente esforços na busca do desenvolvimento sustentável.

“Tudo isso pode ser demonstrado pelo texto aprovado do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano Ambiental, nas ações realizadas e em andamento nas áreas de educação ambiental, revisão do Plano Municipal de Saneamento Básico, elaboração do diagnóstico da arborização da área central da cidade, e na criação de grupo técnico da arborização urbana da região central da cidade. Frisou, também, a relevância da gestão democrática no planejamento e gestão ambiental, destacando o pleno funcionamento do CMMA e dos conselhos gestores das Áreas de Proteção Ambiental (APAS)”, explica Berenice.

A entrega da premiação será realizada durante o II Fórum Brasil de Gestão Ambiental, que será realizado em junho, na cidade de Campinas.

Práticas ambientais

Campo Grande desenvolve diversas ações e voltadas à preservação do meio ambiente dentre elas destacamos a preservação da arborização urbana com o manejo e preservação das árvores símbolo da cidade, plantios sistemáticos em diversas regiões da Capital, a distribuição de mudas gratuitas à população produzidas no Viveiro Municipal Flora do Cerrado, referência no Estado; recuperação e preservação das Áreas de Preservação Permanente (APP); a correta gestão e controle dos resíduos sólidos com ações fiscalizatórias; a promoção da Educação Ambiental por meio dos Centros de Educação Ambiental (CEA), a implantação do Controle de Transporte de Resíduos em formato eletrônicos (E-CTR) com um sistema integrado que permite uma fiscalização eficiente, a implementação da legislação que estabelece o regramento para o descarte dos resíduos dos empreendimentos considerados como Grandes Geradores e entre outras ações que resultam na preservação ambiental.


Voltar


Comente sobre essa publicação...