Semana On

Sábado 24.ago.2019

Ano VII - Nº 360

Campo Grande

Subsídio do governo do Estado garante acesso à moradia em Campo Grande

Mais 373 unidades estão em construção na Capital pelo Programa Minha Casa Minha Vida

Postado em 28 de Maio de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Apartamentos de 42 m², com dois quartos, sala, cozinha e banheiro estão em fase final de execução e serão entregues para famílias que receberam subsídio do governo do Estado para a compra do imóvel por meio do Programa Minha Casa Minha Vida – Modalidade “Faixa 1,5”.

Localizado no Jardim Centenário, o Condomínio Residencial Itajobi – Módulo I e II, é considerado modelo e foi construído com objetivo não só de oferecer um lar, mas também tranquilidade e segurança para os moradores. Sua área externa comporta área verde, lixeiras para o condicionamento do lixo orgânico e reciclável, para raios em cada bloco, cerca elétrica, playground infantil e lagoa de contenção para água da chuva.

A data de entrega das unidades está marcada para o dia 17 de junho. Dos 240 apartamentos, 175 foram adquiridos por meio do programa. Só para este empreendimento o valor do subsídio do Estado foi de R$ 800 mil.

Segundo o coordenador especial de planejamento da Agência de Habitação Popular de Mato Grosso do Sul (Agehab), Ubiratan Rebouças Chaves, este programa foi um dos mais importantes para a população adquirir seu imóvel. “A oportunidade que essas famílias tiveram de acesso ao subsídio facilitou a compra, pois a grande maioria não tinha o valor suficiente para dar de entrada”, disse.

Para o chefe de gabinete do Governador, Carlos Alberto de Assis, a iniciativa do governo do Estado em facilitar o acesso à moradia é de grande valia. “Não é todo mundo que tem condições de comprar seu imóvel e pensando nessas pessoas esse programa veio como uma oportunidade de realização de um sonho”, pontuou.

Mais 373 unidades estão em construção na Capital pelo Programa Minha Casa Minha Vida  – “Faixa 1,5” com previsão de entrega para este ano. Para estes, o valor do subsídio do governo do Estado é de R$ 2 milhões.


Voltar


Comente sobre essa publicação...