Semana On

Terça-Feira 19.nov.2019

Ano VIII - Nº 372

Legislativo

Após reunião no TJ, deputados vão buscar apoio para permanência de Fórum em Coronel Sapucaia

Segundo Paulo Corrêa, o TJ manterá o Fórum em funcionamento enquanto parlamentares tentam junto reforçar a segurança na cidade

Postado em 17 de Maio de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, deputado Paulo Corrêa e outros cinco deputados estaduais se reuniram com o presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, Desembargador Paschoal Carmello Leandro, para discutir a permanência do Fórum em Coronel Sapucaia.

Após a reunião Paulo Corrêa anunciou que o presidente do TJ concordou em manter o Fórum em funcionamento enquanto os parlamentares tentam junto ao Governo do Estado e ao Governo Federal, reforço da segurança na cidade.  

“Pedimos um tempo ao presidente do Tribunal de Justiça, Dr. Paschoal Carmello Leandro, para que eu e os deputados presentes nesta reunião, possamos politicamente agendar uma reunião para tratar a importância do Fórum de Coronel Sapucaia permanecer aberto, primeiro com o Governador Reinaldo Azambuja e posteriormente, em nível federal, com os senadores da nossa bancada, com o ministro Sérgio Moro e com o presidente Jair Bolsonaro”, disse o presidente da Casa de Leis.

O presidente do Tribunal de Justiça explicou que a decisão de fechar o Fórum foi tomada com o intuito de garantir a segurança dos servidores e da própria população.

“É importante que a Assembleia Legislativa, juntamente com o Poder Judiciário e o Poder Executivo, procure uma solução para a segurança em Coronel Sapucaia. A nossa decisão em desativar a Comarca, pelo menos temporariamente, é justamente em razão da falta de segurança. Já tivemos um incidente grave, é uma fronteira bastante perigosa e precisamos da compreensão das nossas autoridades para garantir, não só ao Fórum, aos funcionários, mas à população que merece essa proteção”, explicou ele.

O Fórum, inaugurado em janeiro deste ano, oferece serviços essenciais à população da cidade, que antes era atendida na comarca de Amambai, distante 40 quilômetros de Coronel Sapucaia.

Para o prefeito Rudi Paetzold, que também participou da reunião no TJ, caso o Fórum seja fechado, muitos serão os prejuízos para a população local.  

“A população de Coronel Sapucaia está muito preocupada com o fechamento do Fórum, que foi inaugurado em janeiro e, segundo o presidente do TJ, iria fechar por corte de gastos e falta de segurança. Conseguimos falar com os deputados e eles estão trabalhando para que não feche esse Fórum. Se fechar é uma perda enorme para nossa cidade. Lá vivem pessoas do bem que também dependem de segurança”, ressaltou.

Também participaram da reunião os deputados Londres Machado (PSD), Eduardo Rocha (MDB), Pedro Kemp (PT), Coronel David (PSL) e deputado Barbosinha (DEM), além de vereadores de Coronel Sapucaia.


Voltar


Comente sobre essa publicação...