Semana On

Segunda-Feira 16.set.2019

Ano VIII - Nº 363

Campo Grande

Prefeitura inicia segunda frente de drenagem no recapeamento da Bandeirantes

Revitalização integra o projeto de mobilidade urbana, a via faz parte do corredor do sudoeste, ligação entre o centro da cidade e os terminais Bandeirantes e General Osório

Postado em 30 de Abril de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A empreiteira responsável pelo recapeamento da Avenida Bandeirantes iniciou uma segunda frente de drenagem na Rua 2 Maio, região do Cooaphama, que subirá por 333,48 metros até o final da Rua Santa Adélia, quando encontra a Bandeirantes. Os primeiros 80 metros de drenagem já estão prontos (entre as ruas Pimenta Bueno e 26 de Agosto) e já está em execução o trecho de 150 metros de tubulação da quadra seguinte, da Rua Visconde Taunay até a Paissandu.

A etapa seguinte será entre as ruas Brilhante e Salgado Filho, numa extensão de 167 metros. Para evitar danos no asfalto novo, com abertura de valetas, a MS-Gás já iniciou a implantação de mil metros de rede (entre as avenidas Salgado Filho e Afonso Pena) e nas próximas duas semanas, a Águas Guariroba começa a trocar 700 metros de encanamento de cimento amianto por PVC, material menor suscetível a vazamentos.

O projeto de recapeamento da Bandeirantes, além do corredor do transporte coletivo, terá sete estações de pré-embarque, sinalização vertical, horizontal e semafórica, contempla a implantação de 3,7 quilômetros de drenagem, sendo 2,5 quilômetros na avenida e 1,2 quilômetro em vias transversais, como a Rua Santa Adélia, para conexão com drenagem já existente que escoará a enxurrada até o Rio Anhandui.

“A drenagem, além do controle de enchentes, garante maior durabilidade ao pavimento, já que haverá menor enxurrada escoando pela superfície”, explica o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese.

A tubulação descerá na esquina da Rua Santa Adélia até a Brigadeiro Tobias; na Raul Maluf até a Avenida Manoel da Costa (altura do CAPS); subirá na Rua José Lacava até a Rua Brilhante; Rua Airton Pacco Araújo para se conectar com a rede existente na Rua Javari.  A Rua Tabatinguera (na esquina da agência do Sicred) receberá drenagem até a Rua Raul Maluf.

O projeto

A revitalização da Avenida Bandeirantes, integra o projeto de mobilidade urbana, a via faz parte do corredor do sudoeste, ligação entre o centro da cidade e os terminais Bandeirantes e General Osório. O projeto, incluindo a sinalização e sete estações de pré-embarque, está orçado em R$ 8,7 milhões.  Serão executados 4,1 km de recapeamento.

Todo o pavimento atual, comprometido e cheio de ondulações por sucessivos tapa buracos, será retirado (fresado) e em alguns locais, até a base do asfalto será refeito, o chamado remendo profundo. Será aplicado uma camada de 4 centímetros de CBUQ. Na pista do corredor, o material usado será o asfalto polimerizado, enquanto na área das estações de pré-embarque, o chamado piso rígido.


Voltar


Comente sobre essa publicação...