Semana On

Quinta-Feira 27.jun.2019

Ano VII - Nº 356

Veí­culos

Toyota confirma que Corolla será 1º carro com motor híbrido flex

Nova geração do sedã chega em outubro ao Brasil, com motor elétrico e outro que aceita etanol. Carro será produzido em Indaiatuba, SP, mas motor será praticamente todo importado

Postado em 17 de Abril de 2019 - G1

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Toyota confirmou que o Corolla será o primeiro carro do mundo a ter motor híbrido flex: um motor elétrico combinado com outro a combustão que aceita etanol ou gasolina. Até então, os híbridos à venda no Brasil usam somente gasolina, caso do Prius, que é da montadora japonesa.

A motorização inédita estará em uma versão da nova geração do sedã, que chega às lojas em outubro e passa a ser exportado em 2020. O preço não foi divulgado.

A montadora japonesa afirma que o Corolla híbrido flex será "o automóvel movido a etanol mais eficiente do Brasil e o híbrido mais limpo do mundo", mas ainda não divulgou dados de emissão e de consumo, nem outras especificações.

A 12ª geração do modelo foi apresentada em novembro passado, na China, com visuais diferentes para Europa e Estados Unidos — por ora, não se sabe qual será adotado no Brasil.

Na época, antes da confirmação para o mercado brasileiro, a versão híbrida foi anunciada para 90 países com motor 1.8 de 122 cavalos. Também na ocasião foram divulgadas as versões com motor 1.6 de 132 cv, com opções de câmbio manual ou CVT, e outras com motor 2.0.

Testes

A Toyota diz que realizou diversos testes em escala de laboratório desde 2015 até chegar à formatação do primeiro protótipo. O projeto teve a participação de equipes de engenharia do Japão e do Brasil.

A intenção de desenvolver um híbrido flex para o Brasil foi anunciada ainda em 2017, durante o Salão de Tóquio. Desde o início do ano passado, a montadora começou a testar um Prius com a tecnologia. Em março, o veículo percorreu 1.000 km entre São Paulo e Brasília.

"Essa tecnologia foi desenvolvida por brasileiros e para brasileiros", disse Rafael Chang, presidente da Toyota no Brasil durante o anúncio do carro.

Para receber a nova geração do Corolla, a fábrica da Toyota em Indaiatuba (SP) obteve o investimento de R$ 1 bilhão para ser modernizada. Pela primeira vez no país será usada a nova plataforma TNGA (Toyota New Global Architecture), que já serve a modelos como Prius, o SUV compacto C-HR (não vendido no Brasil) e o sedã Camry.

A fábrica de motores de Porto Feliz (SP) também vai produzir o motor híbrido, mas com a maior parte dos componentes vinda do exterior, já que os fornecedores locais ainda não dispõem dessa tecnologia, disse o presidente da montadora no Brasil, Rafael Chang, em fevereiro, quando a Toyota confirmou que a tecnologia seria lançada ainda neste ano.


Voltar


Comente sobre essa publicação...