Semana On

Domingo 16.jun.2019

Ano VII - Nº 355

Legislativo

Prof. João Rocha reforça importância do projeto que veda nomeação de condenado por Lei Maria da Penha

De autoria da vereadora Dharleng Campos, projeto seguiu para sanção do prefeito

Postado em 29 de Março de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Prof. João Rocha reforçou a importância da aprovação do Projeto de Lei 9.242/19, que dispõe sobre a vedação da nomeação para cargos em comissão de pessoas que tenham sido condenadas pela Lei Federal 11.340, a Lei Maria da Penha, no âmbito do Município de Campo Grande.

A proposta, de autoria da vereadora Dharleng Campos, foi aprovada em Plenário por unanimidade, em regime de urgência, em turno único de votação e segue agora para sanção do prefeito.

"Quero saudar a vereadora Dharleng, autora do Projeto. Tive oportunidade, no dia da audiência do empoderamento da mulher na política, de dizer que aquilo ali não era só uma audiência e que não ficaria só ali, que daríamos continuidade com outras ações em defesa da mulher. E está aqui de forma concreta esse projeto. Quero registrar a felicidade que hoje está Casa, com certeza, está por aprovar um projeto dessa dimensão, com anuência desta Casa, da Mesa Diretora e do prefeito, estamos fazendo a vontade da população, aprovando esse projeto de tamanha importância", destacou João Rocha.

A vereadora Dharleng Campos destacou: “Estamos fechando com chave de ouro o Mês das Mulheres, que deveria ser de comemorações por lutas das mulheres, mas ainda nos leva a reflexão sobre números dramáticos, tristes em relação à agressão das mulheres”.

Segundo a vereadora, a proibição já existe em outros Estados e cidades brasileiras, como Santa Catarina, Goiás, Mato Grosso, Cajazeiras-PB e São Vicente-SP.


Voltar


Comente sobre essa publicação...