Semana On

Domingo 16.jun.2019

Ano VII - Nº 355

Legislativo

ALMS lança Frente em Defesa da Mulher durante I Encontro de Vereadoras

Cooperação entre Assembleia e Governo promove programa de TV sobre direitos das mulheres

Postado em 28 de Março de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Foi realizado no último dia 27 o I Encontro de Vereadoras do Estado de Mato Grosso do Sul. O evento promovido pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALMS) teve início com o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Mulher, a qual será coordenada pelo deputado Marçal Filho (PSDB). Em seguida, a programação seguiu com três palestras abordando os direitos das mulheres e formas de efetivar a igualdade.

Ao comentar o lançamento da Frente Parlamentar, o deputado Marçal Filho falou sobre o círculo machista na política e também sobre o combate à violência contra a mulher. “Temos exemplo de mulheres pioneiras, como Marisa Serrano, e vocês vereadoras, todas atuando hoje com representatividade no legislativo. Mas ainda há muito o que conquistar, tanto que somos todos deputados homens nessa Casa de Leis”, afirmou o deputado, em menção a Marisa Serrano, conselheira do Tribunal de Contas Estadual e uma das palestrantes convidadas.

Sobre a violência doméstica, Marçal destacou a importância da prevenção. “A questão da violência contra a mulher é cultural. A educação infantil deve abordar esse assunto, as crianças precisam aprender, resgatar valores de igualdade. E esse evento é também um convite para que as vereadoras levem essa questão adiante em suas cidades”, disse o deputado.

O presidente da ALMS, deputado Paulo Corrêa (PSDB), comentou a relevância da iniciativa. "A Assembleia Legislativa demonstra, com a realização desse evento, que reconhecemos a importância da atuação das mulheres em todos os setores e que queremos colaborar para que mais mulheres se interessem pela política", afirmou o parlamentar.

A vereadora Neli (DEM), de Ponta Porã, é uma das mulheres que participaram do Encontro e falou sobre a relevância da atuação da Frente Parlamentar e de iniciativas como o evento realizado pela ALMS. “Nós mulheres temos a responsabilidade de atuar fortemente pelas políticas públicas em defesa dos nossos direitos. Em Ponta Porã, buscamos trabalhar em projetos pela independência econômica da mulher, pelo seu reconhecimento e respeito na sociedade, e a iniciativa de hoje demonstra que a preocupação é de todos”, disse a vereadora.

Após o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa das Mulheres, foram realizadas três palestras abordando a temática.

Programa de tv sobre direitos das mulheres

A Assembleia e o Governo do Estado, por meio da Subsecretaria Estadual de Cidadania, firmaram Termo de Cooperação para a produção e veiculação de um programa televisivo mensal, com o objetivo de colocar em pauta os temas mais importantes que afetam a vida das mulheres.

Participaram da assinatura do Termo de Cooperação o presidente da ALMS, deputado Paulo Corrêa (PSDB); o primeiro secretário da ALMS, deputado Zé Teixeira (DEM); a subsecretária de Cidadania, Luciana Azambuja Rocca, com a subsecretária adjunta, Maria Thereza Trad; a primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja; além do gerente de Rádio e TV, Maurício Picarelli.

Para Paulo Corrêa, a iniciativa representa a preocupação da Casa de Leis com os direitos das mulheres. “Nós reforçamos o nosso compromisso com a representatividade feminina na Casa de Leis, demonstrando que apoiamos e que queremos fazer parte dessa luta, pelos direitos das mulheres e pelo combate à violência doméstica”, afirmou o parlamentar.

A intenção dos deputados em conjunto com o governo é reforçar ações afirmativas pelo combate à violência contra a mulher no Estado. O nome do programa será “Mulheres em Debate” e para a subsecretária de cidadania, Luciana Azambuja Roca, será uma ferramenta inédita em Mato Grosso do Sul e importante na causa. “Esse programa será um marco no enfrentamento e combate ao feminicídio e todas as formas de violência”, afirmou a subsecretária.


Voltar


Comente sobre essa publicação...