Semana On

Sábado 24.ago.2019

Ano VII - Nº 360

Coluna

Marun visita Temer na prisão e defende ex-presidente: 'homem digno'

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 20 de Março de 2019 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Carlos Marun amanheceu nesta sexta (22) na sede da Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro onde visitou Michel Temer, usando a prerrogativa de ser advogado. Ao sair, o ex-ministro nomeado pelo ex-presidente no fim do mandato como conselheiro da Itaipu Binacional, disse ter encontrado "um homem triste e indignado", mas que está "sendo tratado com dignidade e respeito e ainda confia na Justiça". Marun defendeu Temer: "O presidente é um homem digno, honrado, mais de 50 anos de trabalho, possui um patrimônio absolutamente compatível com sua renda. Em relação a ele, nunca se descobriu uma conta em banco no exterior, algum tipo de coisa que pudesse justificar esse tipo atitude violenta e descabida. E, mantido o devido processo legal, nós temos absoluta convicção que o presidente será inocentado de todas essas acusações indevidas que lhe fazem". Veja o vídeo.

Prisão de Temer, para emedebistas de MS

Ao contrário do ex-ministro Carlos Marun, que classificou o episódio como "mais um triste caso de exibicionismo judiciário", algumas lideranças do MDB de Mato Grosso do Sul foram cautelosas ao comentarem a prisão de Michel Temer ontem, e não saíram em defesa do ex-presidente. Instados pelo Correio do Estado a falar sobre o assunto, o deputado estadual Márcio Fernandes respondeu que "todos os partidos têm problemas, e quem cometeu o problema tem de responder por ele". O deputado estadual Renato Câmara disse ao jornal que o Brasil precisa ser "passado a limpo" e que "ninguém é melhor que as leis".

Jamilson e Zeca falam sobre 2020

O ex-governador Zeca do PT visitou o deputado Jamilson Name (PDT). Indagado se conversaram sobre as eleições em Campo Grande, Jamilson elogiou o presidente estadual do PT e confirmou: "O Zeca é um grande amigo desde os tempos de governador. Com certeza é um belo quadro, uma pessoa que tem um histórico político e a gente pode estar caminhando juntos nas eleições municipais, ou ele como candidato e eu vice, ou vice-versa, eu como candidato a prefeito e ele vice. Eu acho que a política é a arte da conversa". Ouça abaixo.

Deputado quer adiar entrada em vigor 'cota zero' para pesca amadora em MS
 

O decreto do governo de Mato Grosso do Sul que estabeleceu "cota zero" para a pesca amadora e esportiva nos rios de Mato Grosso do Sul a partir do ano que vem, onde só será permitido o pesque-solte com a soltura imediata dos peixes capturados, é tema de audiência pública nesta tarde na Assembleia. O deputado Cabo Almi (PT) diz que o debate por ele convocado visa elaborar um documento para pedir ao governador Azambuja novo adiamento da "cota zero" por mais um ano, para que a proibição entre em vigor só a partir de 2021.

Deputada de MS propõe pelo menos 20 anos de prisão em casos de feminicídio

Projeto que altera o artigo 121 do Código Penal e aumenta de 12 a 30 anos para pelo menos 20 a 30 anos a prisão para condenados em casos de feminicídio foi apresentado nesta semana na Câmara. "Apresentei o projeto por causa da urgência do tema. Já foram 10 casos de feminicídio em Mato Grosso do Sul só neste ano. A cada duas horas uma mulher morre no Brasil vítima de violência. Só com leis mais duras vamos dar um basta ao feminicídio e à impunidade dos assassinos", diz a deputada federal Rose Modesto (PSDB-MS). O texto também altera a Lei de Crimes Hediondos e exclui autores de feminicídio do benefício de ir para o regime semiaberto se cumprir pelo menos 2/5 da pena. Na próxima sexta-feira, a partir das 9h na Praça Ary Coelho, em Campo Grande, a deputada vai lançar uma coleta de assinaturas de apoio ao projeto para tentar agilizar sua tramitação no Congresso, que depois será levada a outras cidades brasileiras.

Portas abertas na base

Em meio às notícias de saída do PDT, o vereador Odilon Júnior já teria convites de três partidos, com as bençãos de Marquinhos Trad: o PSD do prefeito, o DEM ou o PRB.

STJ confirma revogação da prisão de André

Por unanimidade, a 6ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a revogação da prisão cautelar do ex-governador André Puccinelli (MDB-MS), que foi preso no dia 20 de julho na Operação Lama Asfáltica, e solto em dezembro por decisão liminar (temporária) da ministra Laurita Vaz. O colegiado confirmou a liberdade, sob a condição de André cumprir medidas cautelares, como proibição de manter contato com os demais investigados, suspensão do exercício de função pública, e outras a serem determinadas pelo juízo de primeiro grau.

Via aberta para 2020

A possibilidade de o PSDB indicar um vice para o prefeito Marquinhos Trad (PSD) nas eleições do ano que vem em Campo Grande, conforme foi aqui divulgado em janeiro – leia A via que liga a Prefeitura e a Governadoria – é tema da manchete política de hoje do Correio do Estado, que cita Carlos Alberto de Assis e o vereador João Rocha como possíveis nomes. Carlos Alberto disse que está focado em ações do governo na Capital e frisa que não é candidato a nada. Consultado pelo jornal se a sua esposa, a vice-prefeita Adriane Lopes, continuará na chapa de Trad no ano que vem, o deputado estadual Lídio Lopes, presidente regional do Patriota, respondeu: "Em Campo Grande, nós temos compromisso com o prefeito até 2020. O Patriota fez a indicação da Adriane em 2016 para concorrer, então temos um compromisso com ele até dezembro de 2020, daí para frente nós não conversamos." Ou seja, a via para uma nova parceria do prefeito a partir de 2021 está aberta, embora, por enquanto, nenhum dos lados confirmem essa rota.

De olho nas eleições, PT fará seminário para debater problemas de Campo Grande

De olho nas eleições do ano que vem, o PT fará o seminário "Para além de 2020, uma outra Campo Grande é possível" a partir das 8h deste sábado (23), no plenário da Câmara. "Uma cidade para os ricos. Uma cidade excludente" é o tema do painel de abertura com palestras do professor da UFMS, Paulo César Duarte Paes, do deputado estadual Pedro Kemp e da professora de história, Silvana Valu, fundadora do Cordão da Valu. O segundo painel com participação do deputado estadual Cabo Almi, da advogada Giselle Marques e do deputado federal Vander Loubet, fará um balanço histórico do PT na cidade. Agamenon do Prado, presidente municipal do PT, diz que o evento visa organizar para a eleição de vereadores na Capital e fazer a crítica da gestão municipal.


Voltar


Comente sobre essa publicação...