Semana On

Quarta-Feira 24.abr.2019

Ano VII - Nº 347

Governo

Legislativo

Na semana da água, associação destaca sobre preservação da Bacia do Guariroba

Presidente da ARCP Guariroba usará a palavra livre na terça a convite do vereador Eduardo Romero

Postado em 15 de Março de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

No dia 22 de março é comemorado é Dia Mundial das Águas e um das programações na Câmara Municipal de Campo Grande é a franquia da palavra na tribuna, durante a sessão da próxima terça-feira, 19, de representante da Associação de Recuperação, Conservação e Preservação da Bacia do Guariroba (ARCP). A sessão começa às 9h.

O presidente da ARCP Guariroba, Claudinei Menezes Pecois vai apresentar um vídeo institucional sobre 'O que é, o que faz, desafios' da associação. Também será entrega um relatório aos vereadores sobre as atividades desenvolvido pela entidade com as principais ações e também demandas que precisam de parceria para sair do papel.

O convite para a palavra livre foi feito pelo vereador Eduardo Romero (Rede), que é vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e coordenado nacional da Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas.  Um levantamento já foi entregue ao vereador com informações sobre a fundação da associação em 1996, as ações desenvolvidas, inclusive a sugestão hoje em vigor da instituição do Pagamento de Serviços Ambientais (PSA).

O grupo, formado por proprietários de terras localizadas na região da Bacia do Guariroba, que é responsável por aproximadamente 34% da captação superficial de água para consumo em Campo Grande, destacou que a ARCP Guariroba tem um histórico de contribuição junto ao poder público de preservação da região com ações de conscientização ambiental, conservação e na busca de melhorias para a região que possibilitem qualidade de vida na localidade, entorno e que refletem na área urbana.

Claudinei Menezes Pecois, destaca que a entidade tem ao logo de 20 anos um trabalho praticamente silencioso nas suas lutas que são, na verdade, de toda uma cidade, pois é sobre produção de água para a cidade. Não podemos ser só produtores pressionados a manter condições para produzir água, preservar, conservar. É um assunto de interesse geral. 


Voltar


Comente sobre essa publicação...