Semana On

Sexta-Feira 24.mai.2019

Ano VII - Nº 351

Coluna

As 15 melhores praias de nudismo pelo mundo

Brasil tem 8 praias oficiais de nudismo; saiba onde ficam

Postado em 06 de Março de 2019 - Rita Aleixo – Folha de SP

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

"É uma forma de viver em harmonia com a natureza caraterizada pela prática da nudez social, com o propósito de favorecer a autoestima, o respeito pelos outros e pelo meio ambiente." É dessa forma que a FPN (Federação Portuguesa de Naturismo), fundada em 1977, define o naturismo, cuja designação provém do francês "naturisme". Mais do que uma prática, trata-se de um modo de vida que tem conquistado cada vez mais adeptos por todo o mundo. E Portugal não ficou fora da tendência.

Embora seja ainda um tabu para algumas culturas, o nudismo –uma das manifestações inerentes ao estilo de vida naturista, que também pode ser adotada por não naturistas– tem ganhado mais aceitação pelas populações de vários países nos últimos tempos. A prova disso é a quantidade crescente de praias pelo mundo onde a nudez é permitida.

Uma prática dos tempos modernos? Longe disso. Pode não parecer, mas, na realidade, o nudismo é um conceito remoto, com longa história de movimentos e protestos –organizados por quem ansiava pela liberdade total em comunhão com a mãe natureza (sem conotações sexuais)–, que perduram até aos dias de hoje.

De Portugal à Austrália, passando pelos continentes africano e americano, deixe-se encantar por estes 15 refúgios paradisíacos, onde usar roupa de banho é opcional. Para além dos cantinhos à beira-mar, onde os banhistas podem desfrutar do sol como vieram ao mundo, sem constrangimentos, atualmente existem também novos empreendimentos turísticos, resorts de luxo, exclusivos para praticantes de nudismo.

O aumento do número de membros da comunidade nudista pelo mundo já motivou, inclusive, o nascimento de uma nova tendência de férias, baseada no conceito Airbnb –plataforma de alojamentos–, mas que se destina somente aos praticantes de nudismo.

Batizado com o nome Naturistnb, este projeto, criado pelo casal Petri e Minna Karjalainen, consiste num site que reúne alojamentos direcionados apenas para nudistas. De apartamentos modernos a casas na árvore, há opções para todas as preferências e carteiras. Em Portugal –onde diversas unidades hoteleiras já aderiram a este serviço, nomeadamente em Viana do Castelo, Algarve e Odeceixe–, existem, ao todo, oito praias naturistas oficiais, distribuídas pelo litoral, de norte a sul.

Para estreantes ou para adeptos de longa data, as praias aqui reunidas pela Volta ao Mundo (veja abaixo) são verdadeiros paraísos onde liberdade é a palavra de ordem. São lugares isolados para visitar, pelo menos, uma vez na vida, onde os mirantes e as fotografias para o Instagram não são, habitualmente, bem-vindos. Um conselho: se é principiante nesta prática, não se esqueça de pôr um protetor solar extra na mala antes de partir à aventura. Acredite, vai precisar.

Buhne 16 (Sylt, Alemanha)

Esta praia fica na ilha de Sylt, a maior das ilhas Frísias, que é conhecida como a "Rainha do Mar do Norte". Ainda que o nudismo seja permitido em todas as praias desta ilha, a Buhne 16 é reconhecida como a praia oficial mais antiga para esta prática. Situada a norte, junto à fronteira com a Dinamarca, continua a ser uma referência pelo bom ambiente que se vive todos os anos na época do verão. No areal, os banhistas podem relaxar nas icônicas cadeiras de praia de vime com riscas azuis e brancas ou usufruir das festas organizadas durante a estação quente. Para os mais sensíveis ao frio, este não será –seguramente– um destino a ter em mente, uma vez que em Buhne 16 o clima é habitualmente fresco e a temperatura da água no verão ronda os 17 graus. Com dunas, areia fina e águas claras, é ideal para os amantes da natureza.

Little Beach (Maui, Havai)

Fora da Europa também existem inúmeras praias para praticar nudismo. Voamos agora até ao oceano Pacífico, mais precisamente até a ilha de Maui, no arquipélago do Havaí para descobrir a Little Beach (ou Praia Pequena, em português). Instalada num local paradisíaco, onde o surf é o esporte dominante, é considerada uma das melhores praias para nudistas do mundo. Cercada por árvores e antigos fluxos de lava, este é um lugar reservado onde é possível descontrair sem receio de estar sendo observado por alguém. Desde esta praia –dentro do Makena State Park, na costa sudeste da ilha havaiana– é possível avistar golfinhos, baleias ou tartarugas. Aos domingos, os banhistas podem ainda assistir a danças de fogo e tambores na praia.

Praia Vermelha (Creta, Grécia)

Famosa por suas falésias e areias em tons de vermelho, esta praia para nudistas fica em Mátala, uma localidade situada na costa sul de Creta, a maior e mais populosa ilha da Grécia. Frequentada por hippies europeus na década de 1960, oferece um serviço de aluguel de espreguiçadeiras e guarda-sóis e apresenta ainda um pequeno bar chamado Yiannis, célebre pelos mojitos que serve. Para chegar à praia Vermelha (Kokkini Ammos, em grego), os turistas podem apanhar um barco ou fazer uma caminhada de cerca de 20 minutos a partir de Mátala. Um conselho: quem quer evitar os grupos de turistas, é aconselhável que visite esta praia durante os primeiros –ou os últimos– meses da temporada de verão uma vez que este é um lugar isolado, mas muito popular entre os praticantes de nudismo.

Lady Bay Beach (Sydney, Austrália)

Esta é a praia de nudismo mais antiga da Austrália –e, só por isso, já vale uma visita. Também conhecida como Lady Jane Beach, esta praia –onde a nudez foi legalizada em 1976– é o refúgio perfeito para os nudistas que anseiam descontrair longe das multidões e escapar à confusão urbana. São cerca de cem metros de paraíso, banhados por águas calmas e cristalinas, de onde é possível avistar o recorte da cidade de Sydney no horizonte. Nesta pequena praia os banhistas costumam deitar-se nas rochas que cercam o areal para se bronzearem. Uma sugestão: visitar a Lady Bay Beach e não passar pelo famoso restaurante Doyle,–situado a cerca de quatro minutos de carro da praia,  para saborear o melhor marisco da região é (quase) o equivalente a ir a Roma e não ver o papa.

Es Cavallet (Ibiza, Espanha)

Esta praia de areia branca e águas cristalinas situa-se no ponto mais a sul de Ibiza, ilha pertencente ao arquipélago das Baleares, famosa mundialmente pelo seu ambiente de festa. Localizada no Parque Natural de Ses Salines, Es Cavallet –a mais famosa de todas as praias nudistas desta ilha espanhola– é conhecida como um espaço para a comunidade gay, mas, na realidade, é frequentada por um público bastante mais variado. Com aproximadamente 2,7 quilômetros de extensão, esta praia é o refúgio perfeito para quem não dispensa uma boa festa e quer passar uns dias de férias longe das multidões. Em Es Cavallet os banhistas podem ainda avistar flamingos, que se costumam encontrar nas salinas perto da praia.

Black’s Beach (Califórnia, EUA)

Situada abaixo das falésias de Torrey Pines –formações rochosas que chegam aos cem metros de altura–, esta praia é o local predileto dos nudistas da Califórnia há mais de cinco décadas. Com grandes ondas e uma extensa (e escura) faixa de areia, a Black’s Beach faz parte da La Jolla, uma estância que fica na cidade californiana de San Diego. Visitada também por surfistas e praticantes de parapente, esta é, provavelmente, a praia nudista mais conhecida dos Estados Unidos. Para chegar lá, onde o uso de roupa é opcional, os visitantes terão de percorrer um caminho íngreme e sinuoso.

Praia do Abricó (Rio de Janeiro, Brasil)

A praia do Abricó, situada em Grumari, próxima da Barra da Tijuca, é a primeira praia nudista oficial do Rio de Janeiro. Depois de uma longa campanha desenvolvida por ativistas locais, esta praia –a cerca de uma hora do centro da cidade– conseguiu o selo de praia naturista pela Federação Brasileira de Naturismo em 2014. Neste paraíso selvagem, entre o mar e a montanha, é a Associação Naturista de Abricó (A.N.A.) que zela pelo cumprimento das normas internacionais de naturismo, promovendo o convívio entre os banhistas, através de jogos ou reuniões temáticas.

Praia da Adiça (Fonte da Telha, Portugal)

Localizada a cerca de dois quilómetros da localidade de Fonte da Telha, no concelho de Almada, distrito de Setúbal, esta foi a oitava praia portuguesa a ser reconhecida oficialmente como praia naturista, a 26 de junho de 2015. Ideal para quem odeia chapéus de sol e toalhas de desconhecidos a tocarem nos seus, esta praia – também conhecida como praia da NATO – apresenta um areal com aproximadamente 1,4 quilómetros, água límpida e é rodeada de vegetação. Frequentada pela comunidade nudista e naturista, encontra-se dentro dos limites da Paisagem Protegida da Arriba Fóssil da Costa de Caparica e é um verdadeiro paraíso para os amantes da natureza. No topo da falésia desta praia existe uma zona de terra batida para estacionar o carro, mas o resto do caminho terá de ser feito a pé pelo trilho demarcado. O trajeto é acidentado e demora cerca de dez minutos a percorrer. A zona legalmente naturista fica a cerca de 50 metros antes do final do caminho de terra para os veículos automóveis. 

Mpenjati Beach (KwaZulu-Natal, África do Sul)

O continente africano está repleto de praias encantadoras com paisagens dignas de um cartão-postal. Contudo, são poucas as areias onde é legal praticar nudismo. A Mpenjati Beach é a única praia naturista oficial na África no Sul. Localizada na Reserva Natural de Mpenjati, a sul da cidade de Durban, esta praia conquistou o estatuto de praia naturista oficial em 2014. Porém, a legalização desta prática em Mpenjati fez-se acompanhar por algumas proibições: não olhar, não tirar fotografias, entre outras regras. Desde que Mpenjati foi considerada como oficialmente naturista, são vários os grupos de habitantes locais que organizam protestos contra a nudez neste lugar.

Praia do Meco (Sesimbra, Portugal)

Ao leque de praias oficiais para a prática de nudismo em território nacional, junta-se a praia do Meco, também designada como praia do Moinho de Baixo. Conhecida como a «meca» dos naturistas portugueses desde a década de 70 do século passado, foi considerada oficialmente naturista em julho de 1995, por deliberação da Assembleia Municipal de Sesimbra, tendo sido uma das primeiras praias em Portugal a receber este selo. Situada entre Sesimbra e lagoa de Albufeira, junto à Aldeia do Meco, é um lugar de sonho para os banhistas que gostam de aproveitar a época balnear à vontade, sem toalhas alheias estendidas a menos de 50 centímetros da sua. O areal deste paraíso tem aproximadamente quatro quilómetros e é o ponto de encontro por excelência dos praticantes de nudismo portugueses e também de outras nacionalidades. Nos últimos anos, o número de mirones e de banhistas vestidos tem vindo a aumentar. 

 Tahiti (Saint-Tropez, França)

Localizada na Côte d’Azur, uma das zonas mais luxuosas do mundo, também chamada de Riviera Francesa, a praia de Tahiti fica a cerca de quatro quilômetros do centro de Saint-Tropez, destino balnear de excelência. Considerada uma das melhores praias desta região francesa, tornou-se famosa em todo o mundo após as gravações do filme "E Deus Criou a Mulher", realizado por Roger Vadim e protagonizado por Brigitte Bardot, diva do cinema francês. Esta praia –que reivindica a origem da prática de topless em França– é hoje o local de férias de eleição de várias celebridades, como a modelo Naomi Campbell ou a atriz Miranda Kerr.

Valalta (Rovinj, Croácia)

A Croácia é um dos destinos mais populares do momento. Procurado por fãs da célebre série Game of Thrones – em parte gravada na cidade de Dubrovnik – ou por amantes de boas praias, este país europeu atrai cada vez mais turistas. Em Rovinj, uma cidade croata situada na costa oeste da península de Ístria, no mar Adriático, há um verdadeiro paraíso naturista por explorar: Valalta. Com cerca de três quilómetros de praias com enseadas isoladas, é considerada por muitos como a praia naturista mais bela do mundo. Neste local encontra-se instalado um acampamento naturista, criado nos anos 60 do século passado, e ainda bares, restaurantes e piscinas de água salgada. As águas cristalinas, a areia branca e a animação de Valalta garantem uma estada inesquecível – e sem roupa no corpo.

Praia dos Alteirinhos (Zambujeira do Mar, Portugal)

Rumo ao litoral alentejano, há mais «cantinhos à beira-mar plantados» por descobrir, onde a prática de nudismo é permitida. Localizada a sul da aldeia da Zambujeira do Mar, a praia dos Alteirinhos foi distinguida oficialmente como praia naturista em abril de 2008, por deliberação da Assembleia Municipal de Odemira. Delimitada a sul pela Ponta do Lajão, uma saliência rochosa frequentada pelos pescadores da zona, esta praia da Costa Vicentina apresenta um extenso areal branco, abrigado por uma enseada. O acesso a este pequeno paraíso português é feito através de uma escadaria de madeira na falésia. Durante a descida, os banhistas encontrarão uma bela queda de água, a poucos metros de distância. Dependendo também da época do ano e da altura do dia, pode haver tanto nudistas como pessoas que preferem não despir o fato de banho. 

Orient Bay Beach (Saint-Martin, Antilhas Pequenas)

Banhada pelo mar das Caraíbas, esta praia de sonho fica em Saint-Martin, uma ilha do nordeste do grupo insular das Antilhas, localizada a cerca de 250 quilômetros a norte do arquipélago de Guadalupe. Nesta praia –uma das mais extensas desta ilha caribenha–, os turistas podem alugar espreguiçadeiras ou descontrair num dos bares ou restaurantes que se encontram instalados no local. Ao longo das areias é comum encontrar quem pratique topless, mas os mais desinibidos costumam frequentar a zona sul, mais precisamente a área em frente ao resort naturalista Club Orient, onde a nudez completa é bem-vinda. Esta praia paradisíaca de areia branca e água azul-turquesa é uma das praias de nudismo mais famosas e deslumbrantes do Caribe –ou mesmo de todo o mundo. 

Wreck Beach (Vancouver, Canadá)

Com aproximadamente oito quilômetros de comprimento, esta praia situada em Vancouver é uma das praias de nudistas mais longas do mundo. Batizada com o nome Wreck Beach em homenagem a um navio naufragado que costumava passar na costa, foi recentemente nomeada como uma das Sete Maravilhas do Canadá. Com rochas e bancos de areia, é a única praia nesta cidade do Canadá onde o uso de roupa é facultativo. Apesar de estar localizada numa área urbana, o fato de estar cercada por uma densa floresta permite que os banhistas descontraiam à vontade enquanto tomam sol. Esta é uma praia muito procurada pelos locais, especialmente durante o verão.

E NO BRASIL?

No Brasil, há oito praias em que os banhistas podem dispensar a sunga ou o biquíni e curtir o mar como vieram ao mundo. Elas ficam na Paraíba, na Bahia, no Espírito Santo, no Rio Janeiro e em Santa Catarina  Em qualquer outro ponto do litoral brasileiro, quem ficar pelado pode ser detido por ato obsceno. Confira quais são as praias em que o nudismo é permitido.

PRAIA DE TAMBABA, CONDE (PB)

Com falésias de 20 metros de altura e mar calmo, foi a primeira praia do Nordeste liberada para o naturismo, em 1991. A roupa só é liberada em num pequeno trecho do lado esquerdo da praia. Na área destinada ao nudismo, é proibida a entrada de homens desacompanhados.

PRAIA DE MASSARANDUPIÓ, ENTRE RIOS (BA)

A cerca de 93 km de Salvador, é uma das praias de naturismo mais tradicionais do país. O mar calmo, com recifes que formam piscinas, é o destaque, que ainda inclui dunas.

PRAIA DE BARRA SECA, LINHARES (ES)

Oficializada naturista em 1999, Barra Seca permite aos frequentadores tomar banho de mar (um pouco bravo) ou de rio. A praia tem cerca de 10 km de extensão, mas área para o nudismo fica restrita a uma faixa de 200 metros. De Vitória, são 120 km pela BR-101 até Linhares, no norte do Estado, mais 50 km de asfalto numa planície repleta de fazendas de gado e outros 8 km de terra.

PRAIA OLHO DE BOI, BÚZIOS (RJ)
Com cerca de 50 metros de extensão, pode ser percorrida em menos de 15 minutos. O acesso se dá a partir de uma trilha de cerca de meia hora a partir da praia Brava, em Cabo Frio. Um mergulho nas águas cristalinas e calmas permite ver peixes, arraias e outras criaturas marinhas.

PRAIA DO ABRICÓ, RIO (RJ)

Localizada em Grumari, na zona oeste do Rio, é similar às vizinhas Prainha e Reserva, com águas verdes e areia fina. Para chegar lá de carro, da zona sul, leva-se cerca de uma hora. Nos fins de semana, o nudismo é obrigatório e, de segunda a sexta, opcional.

PRAIA DO PINHO, BALNEÁRIO CAMBORIÚ (SC)

Primeira praia oficial de naturismo do país, reconhecida em 1986. Tem boa estrutura: estacionamento, bares, pousada e camping. O melhor jeito de chegar é de carro, a partir da rodovia Interpraias –cobra-se uma taxa de R$ 20. Para quem chega a pé, há um acesso público onde não é necessário pagar.

PRAIA DA GALHETA, FLORIANÓPOLIS (SC)

Aqui, a nudez é permitida desde 1997, mas não obrigatória. Por isso, a praia, que fica dentro de um parque municipal, também atrai surfistas. A faixa de areia extensa e larga permite privacidade. Para chegar, é preciso caminhar por uma trilha por cerca de 10 minutos, a partir da praia Mole.

PRAIA DE PEDRAS ALTAS, PALHOÇA (SC)

Nas duas pequenas enseadas, de pouco mais de 100 metros cada uma, o mar é calmo, com cara de piscina natural. Fica a 30 km de Florianópolis, pela BR-101, e tem clima bem família.


Voltar


Comente sobre essa publicação...