Semana On

Segunda-Feira 27.mai.2019

Ano VII - Nº 352

Coluna

PF prende presidente da CNI e faz buscas na Fiems em Campo Grande

As notícias que fizeram a semana política em MS, com Marco Eusébio

Postado em 20 de Fevereiro de 2019 - Marco Eusébio

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Policiais federais amanheceram na terça-feira (19) na sede da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), em Campo Grande, cumprindo mandados de busca e apreensão na Operação Fantoche. Em Brasília, foi preso o presidente da Confederação Nacional da Industria (CNI), Robson Braga de Andrade, ex-presidente da Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). No total foram dez mandados de prisão temporária, que mira também os presidentes de federações das indústrias de Alagoas, Paraíba e Pernambuco. Outros 40 de busca e apreensão foram cumpridos em sete estados, incluindo MS. A ação investiga fraudes em contratos de empresa pelo Sistema S (Sesi, Senai, Sesc, Sebrae) com o Ministério do Turismo, para execução de eventos culturais e de publicidade superfaturados e não concluídos. O nome da operação se deve a um dos festivais promovidos pelo Sesi, o Bonecos do Mundo.

Endereço ligado ao presidente da Fiems também foi alvo da Polícia Federal

Além da sede da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems), policiais federais também estiveram no edifício Manoel de Barros, em frente ao Shopping Campo Grande, onde o presidente da entidade, Sérgio Longen, morou até 2015, para cumprir mandados de busca e apreensão na Operação Fantoche que investiga fraudes em contratos do Sistema S com o Ministério do Turismo para realização de eventos superfaturados (leia a nota acima). Em nota, a Fiems diz que recebeu equipes da Polícia Federal em busca de informações sobre projetos que foram executados de 2010 a 2013. "Em Mato Grosso do Sul, os serviços se deram por meio de processo de licitação, modalidade concorrência, e foram devidamente executados com as respectivas prestações de contas aprovadas pelos órgãos de controle. O Sistema Fiems permanece à disposição das autoridades para qualquer tipo de esclarecimento", diz a nota.

PDT lança comitê 'Ciro 2022' em MS

Já de olho nas próximas eleições presidenciais, o PDT de Mato Grosso do Sul lançou nesta semana em Campo Grande o "Núcleo de Base Ciro 2022" para debater com filiados e simpatizantes propostas de Ciro Gomes "para um novo Brasil". A coordenação está a cargo de Wilson Fernandes. Na reunião, com participação do presidente de honra da sigla, João Leite Schimidt, o deputado federal Dagoberto Nogueira, presidente regional do PDT, disse que pretende trazer Ciro Gomes a Campo Grande, até maio, para um ato de filiações. Mais informações (67) 984022225.

Azambuja defende reforma da Previdência

Um dia depois da reunião de governadores com os ministros Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil) sobre a reforma da Previdência, em Brasília, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) elogiou hoje a proposta do governo Bolsonaro entregue ao Congresso. Em entrevista à GloboNews, o tucano disse que foi positiva a percepção que teve com outros governadores: "Lógico, existem pontos divergentes, existem questões políticas. Mas ela não é feita pra partidos, ela é feita para o País". Para Reinaldo, o projeto "é importante para destravar outras reformas, o pacto federativo, distribuição de recursos aos estados e municípios, o equilíbrio das contas públicas".

Azambuja não acredita em mudanças expressivas do texto no Congresso, "pois não podemos fugir do equilíbrio fiscal". Como alguns parlamentares defendem interesses de determinados segmentos de servidores, ele lembrou que as bancadas têm liberdade, e o trabalho dos governadores terá de ser "no convencimento" para mostrar a importância para o País, os estados e os municípios, "porque não é só a União que está com problemas". Frisou que a reforma "não é para o governo", mas "para o País". E emendou: "Se não tivermos uma reforma que dê o equilíbrio, talvez lá na frente nós teremos que ter ela muito mais dramática, como já aconteceu em alguns países, até cortando parte das aposentadorias.

Nós não queremos isso no Brasil." Veja aqui em vídeo na GloboNews.

Em excursão a Israel, deputado de MS não vai 'ludibriar' Assembleia diz assessoria

O deputado estadual Onevan de Matos (PSDB) ficará ausente da Assembleia pelos próximos dias, em viagem a Israel organizada pela Paróquia São José. Ao site Campo Grande News, que flagrou o embarque do tucano na tarde de ontem na Capital de MS rumo a Guarulhos (SP) com a excursão, a assessoria do parlamentar confirmou hoje que a viagem de Onevan é particular e, por isso, ele não vai apresentar qualquer justificativa para tentar "ludibriar" a Assembleia e evitar o registro das faltas. O site diz que a excursão com direito a peregrinação por Jerusalém, o Mar Morto e Nazaré deve durar 9 dias, o que significa ausência nas próximas quatro sessões plenárias. O site CGNews diz ter consultado a Assembleia, que "não respondeu se o deputado terá os dias descontados no salário de quase R$ 30 mil".

Paulo Corrêa pede explicações ao TJ sobre auxílio-transporte para juízes de MS

O impasse sobre o auxílio-transporte de até R$ 7,2 mil para juízes de Mato Grosso do Sul continua. O projeto do Judiciário aprovado pelos deputados em dezembro criando o benefício de até 20% dos subsídios dos magistrados havia sido barrado pelo corregedor do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) Humberto Martins e não foi sancionado pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) no prazo de 15 dias e nem promulgado pelo ex-deputado Júnior Mochi (MDB) que presidia a Assembleia até o fim de janeiro. Sobrou para o atual presidente da Casa, Paulo Corrêa (PSDB) que, antes de promulgar ou não o texto, pediu ao Tribunal de Justiça (TJMS) novas informações sobre a posição do CNJ, conforme decisão publicada ontem no Diário Oficial.

Deputado de MS preside Secretaria Nacional de Agricultura da Unale

O deputado estadual Marcio Fernandes (MDB) é o novo presidente da Secretaria Nacional de Agricultura da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), que reúne parlamentares de todo o Brasil. Médico veterinário que há doze anos presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária e Políticas Rurais da Assembleia Legislativa de MS, Fernandes acredita que o critério técnico e a proximidade com a ministra Tereza Cristina (Agricultura), pesaram na escolha e promete ser interlocutor de reivindicações de "todos os parlamentares do Brasil" junto à ministra, como as de "manutenção do Fundo do Centro Oeste, investimentos e permanência de juros baixos para custeios".

Bolsonaro elogia Tereza e diz a ruralistas que plantou arroz em Mato Grosso do Sul

Jair Bolsonaro elogiou as ministras Tereza Cristina (Agricultura) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos) dizendo que elas "valem por outros dez ministros" e contou que já plantou arroz em Mato Grosso do Sul ao discursar, na noite anterior, na posse do novo presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), o deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS), que substituiu Tereza. Ao defender as reformas diante dos deputados ruralistas, Bolsonaro contou: "Meus amigos do campo, eu também já plantei 30 hectares de arroz lá em Nioaque, Mato Grosso do Sul, terra da nossa querida Tereza Cristina. Eu senti na pele o que é plantar, o que é produzir. Não é fácil, são desafios, são batalhas". Depois, acrescentou: "Contem agora com alguém que não via mais atrapalhar e estará ao lado de vocês, para que possam ter segurança jurídica para poder plantar e produzir".

Ex-deputados ganham cargos em MS

Três ex-deputados estaduais de MS que não conseguiram se eleger em 2018 seguem no poder público. Além de Mara Caseiro (PSDB), nomeada pelo governo estadual para o comando da Fundação de Cultura, dois ex-deputados vão continuar na Assembleia, informa o jornal Correio do Estado: o médico George Takimoto (MDB) vai atuar como coordenador de exames admissionais de servidores da Casa, onde também deverá colaborar com a Comissão de Saúde; e o radialista e apresentador de televisão Maurício Picarelli ficará como responsável pela TV Assembleia.


Voltar


Comente sobre essa publicação...