Semana On

Domingo 16.jun.2019

Ano VII - Nº 355

Campo Grande

Com recursos assegurados, Campo Grande receberá mais de 100 km de asfalto e recapeamento

Prefeitura afirma que investirá R$ 202 milhões em pavimentação e recapeamento ao longo de 2019

Postado em 05 de Fevereiro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

A Prefeitura de Campo Grande investirá R$ 202 milhões em pavimentação e recapeamento ao longo de 2019. Serão 76 quilômetros de pavimentação e 30 quilômetros de recapeamento, abrangendo também drenagem, calçamento e sinalização. Deste   recurso, R$ 186 milhões são de financiamentos já contratados para aplicação do PAC Pavimentação e do Projeto de Mobilidade Urbana, que desde 2017 a atual gestão vem destravando.

Segundo o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, destas frentes de serviços, poderão ser iniciadas até março o recapeamento da Avenida Bandeirantes; a drenagem e pavimentação do Residencial Belinatte; Jardim Anache e Complexo Zé Tavares.

São obras que já têm os contratos assinados com as empresas vencedoras da licitação.  Neste estágio mais avançado, estão as obras do Complexo José Tavares (região do Nova Lima), com investimento de R$ 18.146.238,82.

O projeto prevê implantação de 4,3 km de drenagem, 14,12 quilômetros de pavimentação, 3,6 km de recapeamento, abrangendo ruas como o trecho final da Avenida Zulmira Borba. Também será refeito o asfalto das ruas Rosa Maria Lopes e Santo Augusto.

Também nesta mesma região, já foi concluído o processo burocrático para o início imediato das obras no Jardim Anache. Com R$ 10.306.572,31 de investimento, está programada a implantação de 2,5 quilômetros de drenagem; 11 quilômetros de pavimentação, 4,6 km de recapeamento, além de calçadas. Entre as vias que terão o pavimento refeito está a Rua Lino Villacha, principal acesso ao Hospital São Julião, para quem chega pela Avenida Cônsul Assaf Trad.

Neste mês deve ser lançada a licitação do Nova Lima etapa B, investimento estimado em aproximadamente R$ 26,8 milhões, cobrindo um perímetro de 20 quilômetros entre as ruas Marques de Herval, Zulmira Borba e Jerônimo de Albuquerque, parte mais alta do bairro.

As obras contam com apoio do Governo do Estado. Ontem, durante início da obra no Guanandizão, o governador Reinaldo Azambuja anunciou a liberação de R$ 25 milhões do Estado para contrapartida das obras.

Residencial Belinatte

Outra obra que vai começar, provavelmente em março, é a conclusão das obras do Residencial Bellinatte , interrompidas há quatro anos,  quando só 31% do serviço tinha ficado pronto.

No bairro localizado na região urbana do Imbirussu, que concentra 133 imóveis, serão aplicados R$ 1.929.962,96  para fazer  640 metros de drenagem, 2,4 quilômetros de pavimentação, além do recapeamento da Avenida Wanderlei Pavão,  principal via de acesso ao Jardim Aeroporto.

O recapeamento da Avenida Bandeirantes é outra frente de serviço com  contrato assinado. A  Bandeirantes, junto com as ruas Guia Lopes, Brilhante e Avenida Gunter Hans, integra corredor sudoeste do transporte coletivo; Na implantação de 2,5 km de drenagem e 3,890 km de recapeamento em toda a extensão da avenida (da rotatória com a Manoel da Costa Lima até terminar na Afonso Pena), serão investidos R$ 8.121.306,90.

Frentes de drenagem e asfalto para 2019

Vila Nasser/Santa Luzia

Nova Lima etapa B

Recapeamento

Rua Bahia (licitação em andamento)

Avenidas Gury Marques,Costa e Silva, Marechal Deodoro

Obras com contratos assinados

Jardim Anache

Complexo José Tavares

Residencial Belinatte

Recapeamento da Avenida Bandeirantes


Voltar


Comente sobre essa publicação...