Semana On

Quinta-Feira 25.abr.2019

Ano VII - Nº 347

Governo

Campo Grande

Em Brasília, Marquinhos e secretariado tentam garantir continuidade de projetos com novo governo

O prefeito visitou os ministérios da Saúde, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e da Integração e Desenvolvimento Regional

Postado em 30 de Janeiro de 2019 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

O prefeito Marquinhos Trad cumpriu agenda em Brasília, ao lado de seus secretários, e reuniu-se com os ministros sul-mato-grossenses, Tereza Cristina e Luiz Henrique Mandetta.

A viagem teve por objetivo identificar a linha prioritária de atuação do novo governo, para que a Capital possa ser uma das primeiras a apresentar projetos. Além disso, garantir a continuidade de projetos já desenvolvidos, evitando a interrupção de obras em andamento.

A primeira agenda foi com o Ministério da Saúde, com Luiz Henrique Mandetta. Na ocasião, o prefeito apresentou necessidades da Capital e solicitou recurso para continuidade de projetos. É o caso da Clínica da Família, que amplia o atendimento da saúde na Capital, e do Projeto Lazer e Saúde, que articula ações entre a política de atividade física e esporte com a política de saúde, em especial a preventiva.

O prefeito também se reuniu com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, com intuito de apresentar projetos e solicitar apoio na liberação de recurso para diversos projetos desenvolvidos na Capital, incluindo recuperação de estradas vicinais e construção de pontes de concreto.

A caravana também passou pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, onde conheceu a nova sistemática do Governo e tentou assegurar recursos para projetos em andamento, como da revitalização do Rio Anhandui, por exemplo.

Cidade Inteligente

Marquinhos apresentou projetos para modernização de serviços como o da implantação da rede de fibra óptica, modernizando a Rede Pública de Comunicação, e de Estruturação da rede de dados e equipamentos para o principal corredor de mobilidade urbana de Campo Grande vão modernizar serviços essenciais para a população.

Hoje, a rede de dados da Capital é composta, em sua maioria, por transmissão via rádio e com alguns pontos de fibra óptica. A ideia é que o anel que interliga as principais torres de transmissão de sinal sejam conectadas com fibra e esse sinal possa ser expandido. Com uma rede robusta, a Prefeitura poderá oferecer um sinal de melhor qualidade, garantindo mais eficiência e celeridade nos serviços que dependam de conexão com a internet.

Com os projetos, a Prefeitura tem como enfoque a cidade criativa e sustentável, que faz uso de tecnologia em seu processo de planejamento e com a participação da população, pensando no conceito de ‘smart cities’, que são sistema de pessoas interagindo e usando energia, materiais, serviços e financiamento para catalisar o desenvolvimento econômico e a melhoria da qualidade de vida.

“Esses fluxos de interação são considerados inteligentes por fazerem uso estratégico de infraestrutura e serviços de informação e comunicação, com planejamento e gestão urbana, dando resposta às necessidades sociais e econômicas da sociedade”, explica o diretor da Agetec, Paulo Fernando Cardoso.

Saúde e Integração

A equipe da Prefeitura solicitou recursos para o complexo policlínico em Campo Grande. O projeto foi apresentado ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O complexo atenderia os casos de média complexidade, das cirurgias eletivas, que hoje não são suportadas por hospitais conveniados, entre eles a Santa Casa, e Unidades de Pronto Atendimento Comunitário.

O prefeito e secretários também solicitaram recurso para o Projeto Lazer e Saúde, que articula ações entre a política de atividade física e esporte com a política de saúde, em especial a preventiva. A ideia é transformar o projeto em piloto para ser realizado em todo o País.

No Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, o prefeito e secretários solicitaram recursos para os projetos apresentados no Pró-Cidade. Campo Grande foi o primeiro município do País a apresentar projeto no modelo de cidade inteligente.

O Programa Avançar Cidades também entrou na pauta no Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional. O prefeito pediu prioridade na liberação dos recursos, que serão utilizados para: pavimentação de linhas de ônibus recapeamento de 34 quilômetros de corredores de ônibus, incluindo a Consul Assaf Trad, Costa e Silva, Manoel da Costa Lima, Coronel Antonino e 25 de Dezembro; 30 quilômetros de ciclovias e ciclofaixas.

Capacidade de produção

No Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o prefeito solicitou recurso para estruturar o Sistema de Inspeção Municipal (SIM), com compra de equipamentos, veículos e até a contratação de mais profissionais, garantindo a ampliação do serviço e, consequentemente, aumento da produção na Capital.

O projeto que regulamenta a inspeção municipal encontra-se na Procuradoria Geral do Município, em fase final de avaliação, e deve ser publicado nos próximos dias. Com ele, a prefeitura pode, efetivamente, ajudar os empresários a conseguirem o credenciamento estadual e até federal.

Com o credenciamento, os produtores conseguem vender seus produtos para todo o País. Hoje, 48 empresas são cadastradas na Inspeção Municipal. Com a regulamentação, estas empresas poderão ampliar suas vendas.

Isso ajudará, por exemplo, um produtor de Campo Grande que abate 500 suínos por semana. Com a inspeção, ele poderá aumentar sua produção. O mesmo ocorre com um produtor de linguiça do Bairro Aero Rancho, que também poderá vender o produto para outro Município.

“São toneladas de produtos que podem ser vendidas por estes produtores com a regulamentação e ampliação do nosso Sistema de Inspeção Municipal. Hoje, precisamos de mais veterinários e assistentes para realização deste trabalho mais completo, podendo, efetivamente, ajudar estes produtores”, destacou o secretário de Desenvolvimento Econômico e de Ciência e Tecnologia, Abrahão Malulei.


Voltar


Comente sobre essa publicação...