Semana On

Sexta-Feira 22.jun.2018

Ano VI - Nº 308

Parceiros

Coluna A Arte de ser Viajante

Sertanejo e axé concorrem com forró nas festas juninas do Nordeste

Veja a programação do São João de Campina Grande (PB), Caruaru (PE) e outros quatro eventos

Postado em 07 de Junho de 2018 - Redação Semana On

Clique aqui e contribua para um jornalismo livre e financiado pelos seus próprios leitores.

Um grande Carnaval fora de época. A programação oficial do São João do Nordeste dura um mês inteiro e arrasta multidões. Caruaru, em Pernambuco, e Campina Grande, na Paraíba, recebem juntas mais de 4 milhões de pessoas em junho.

Mesmo em tempos de crise, a média da taxa de ocupação hoteleira neste mês chega a 90% nas duas cidades.

O forró pé de serra, que embala a tradição junina nordestina, virou coadjuvante. No palco dos grandes eventos, tem música eletrônica, samba, rock, sertanejo e até jazz.

As atrações vão de Alceu Valença, Geraldo Azevedo e Elba Ramalho a Michel Teló, Wesley Safadão, Marília Mendonça e DJ Alok.

Em Caruaru, no agreste pernambucano, conhecida como a Capital do Forró, o São João já começou há uma semana e vai até o dia 30 de junho.

A estrutura é gigantesca. São 22 polos de animação espalhados pela cidade e arredores. A expectativa é receber 2,5 milhões de pessoas neste mês. A festa gera 6.000 empregos e movimenta R$ 200 milhões, de acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Antes de cair na farra em Caruaru, a dica é visitar o Alto do Moura, bairro que concentra ateliês de ceramistas e a Casa Museu Mestre Vitalino. Neste ano, foi montado um centro de arte figurativa, com 60 estandes.

Há também o festival de comidas gigantes. Em alguns pontos da cidade, são montadas mesas enormes de cuscuz, bolo de milho, pé de moleque e mungunzá.

A cidade de Campina Grande, que rivaliza com Caruaru para ver quem faz o "maior São João do Mundo", espera receber um público estimado de 2 milhões de pessoas. 

Neste ano, a abertura do evento foi adiada em razão da paralisação dos caminhoneiros e, na última terça, uma decisão liminar da juíza Ana Carmem Pereira Jordão chegou a suspender os shows da festa

A magistrada acatou um pedido do Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição), que cobra o pagamento de direitos autorais de compositores. O Tribunal de Justiça da Paraíba derrubou a liminar. Até a conclusão desta edição, a festa estava mantida, com programação até o dia 8 de julho. Luan Santana, Wesley Safadão e Elba Ramalho estão entre as atrações.

O presidente do Sindicato de Hotéis de Campina Grande, Divaíldo Júnior, afirmou que uma semana antes da abertura oficial, 75% da rede hoteleira já estava ocupada. Grande parte dos hotéis já está sem vagas disponíveis para o período de 22 a 25 de junho.

Em Sergipe, pela primeira vez, o São João de Aracaju vai contar com polos espalhados pelos bairros. Os principais shows continuam na praça dos Mercados Centrais.

A abertura oficial só ocorre em 22 de junho, e o evento vai até o dia 30. Michel Teló, Joelma e Alceu Valença estão entre as atrações. Para quem gosta do forró mais tradicional, o segredo é chegar cedo para assistir às apresentações de trios pé de serra.

No Recife, haverá 35 arraiais espalhados pela cidade e mais de 290 apresentações. Uma das principais tradições do São João recifense são os concursos de quadrilhas juninas. 

Arcoverde, no sertão do estado, é a opção para quem quer curtir o São João sem precisar enfrentar multidão. A banda Cordel do Fogo Encantado, nascida na cidade, voltou aos palcos em maio após oito anos e faz o show mais aguardado do evento.

No Rio Grande do Norte, o São João mais famoso é o de Mossoró. O Pingo da Mei Dia, tido como maior bloco junino do Brasil, abriu a festa na semana passada. Além dos shows, há um festival de quadrilhas e o espetáculo teatral ao ar livre "Chuva de Bala".

Veja a programação em seis cidades

Caruaru (PE) Com um mês inteiro de festa, o São João na cidade, apelidada de capital do forró, já começou e vai até 30 de junho. A expectativa é receber 2,5 milhões de pessoas e movimentar R$ 200 milhões na economia local. Neste ano, foram armados 22 polos de animação. Além do forró tradicional, tem rock, samba, sertanejo e até jazz. Entre as principais atrações estão o DJ Alok (dia 10), Luan Santana (15), Wesley Safadão (17), Maiara e Maraísa (21), Michel Teló (24) e Alceu Valença (dia 29).
Quando: 3 a 30 de junho

Campina Grande (PB) Há uma rivalidade histórica com Caruaru para saber quem faz o “maior São João do mundo”, slogan da festa paraibana, que espera receber 2 milhões de pessoas. Neste ano, a greve dos caminhoneiros adiou a abertura do evento em uma semana, de 1º de junho para o dia 8. A festa, agora, vai até 8 de julho. Na terra do forró, vai ter muito axé. O cantor Bell Marques fará o encerramento. Estão confirmadas as apresentações de Elba Ramalho (dia 17) e Matheus e Kauan (27).
Quando: 8 de junho a 8 de julho

Aracaju (SE) O Forró Caju, como é chamada a festa de São João na capital sergipana, é uma espécie de Carnaval fora de época. A cidade inteira se mobiliza. Tudo acontece na praça de eventos Hilton Lopes, que fica localizada entre os mercados centrais da cidade. A farra começa em 22 de junho e vai até o dia 30. Neste ano, entre os principais convidados estão Joelma (dia 24) e Cavaleiros do Forró (29). Sempre no período da tarde, há apresentações de trios de forró pé de serra, quadrilhas juninas e grupos folclóricos da região.
Quando: 22 a 30 de junho
 
Arcoverde (PE) Entrada do sertão pernambucano, a cidade tem se consolidado como um dos principais destinos para quem quer curtir o São João, mas sem a multidão de Caruaru. São dez polos de animação espalhados, com mais de 150 atrações e uma expectativa de público de 60 mil pessoas. Além da programação oficial, acontecem festas menores, principalmente na zona rural. A banda Cordel do Fogo Encantado, filha de Arcoverde, que voltou aos palcos no mês passado após uma parada de oito anos, faz um dos shows mais esperados, no dia 23 de junho.
Quando: 22 a 30 de junho
  
Recife (PE) A cidade do frevo, que reúne milhares no período carnavalesco, também faz um São João dos bons. São 35 arraiais espalhados pela capital pernambucana e mais de 290 apresentações, incluindo shows de trios de forró. Uma das principais tradições do evento são os concursos de quadrilhas juninas. Quando: As datas não haviam sido divulgadas até a conclusão desta edição. 

Mossoró (RN) O Mossoró Cidade Junina, como é batizado o evento, só acaba em 8 de julho. Um corredor cultural, montado na avenida Rio Branco, centraliza a maior parte da programação. Entre os shows confirmados estão Xand Avião (7 de junho) e Sirano e Sirino (15). Até o dia 29 de junho, acontece o espetáculo teatral “Chuva de Bala no País de Mossoró”, que retrata o embate entre o povo mossoroense e o bando de Virgulino Ferreira, o Lampião. A peça conta com 80 atores e 150 pessoas envolvidas na produção.
Quando: 7 a 23 de junho


Voltar


Colunista

Silvio Andrade

Silvio Andrade

Jornalista e editor do site Lugares.


Saiba mais sobre Silvio Andrade...

Comente sobre essa publicação...